Formação dos professores – Aprender para formar


A formação dos professores costuma ser uma preocupação das instituições de ensino, visto que eles são os responsáveis pelo processo de ensino e aprendizagem e por garantir a qualidade da educação da escola.

Dados do Censo Escolar 2014, apontam que entre os 2,2 milhões de docentes que atuam na educação básica do país, 24% não possuem a formação adequada. Muitas vezes, é difícil promover a formação em meio a rotina escolar e os compromissos com os alunos, pois demandam bastante dedicação, mas é preciso que a instituição se planeje e ofereça esses momentos de aprendizagem ao corpo docente.

Considerando as mudanças da sociedade e do modo de vida dos jovens, os professores precisam transformar sua maneira de ensinar para formar as novas gerações adequadamente. Pensando nisso, o Plano Nacional de Educação (PNE) propõe quatro metas destinada à formação dos professores: formação inicial, formação continuada, valorização do profissional e plano de carreira. Vamos conhecer mais?

Youtube SAE Digital

Qual é a importância da formação de professores?

Muitos professores ainda não aplicam as novas práticas em sala de aula, o que prejudica seu trabalho e a aprendizagem dos alunos, portanto, é fundamental que se atualizem e se adequem às demandas atuais da educação.

A formação dos professores não se encerra na graduação ou licenciatura, ela deve ser contínua, pois a sociedade se transforma constantemente e os docentes precisam acompanhar essas mudanças para se adequarem às demandas que surgem. Sendo assim, a formação continuada é muito importante para que esses profissionais aprimorem suas práticas, aprendam novas metodologias, adequem-se às novas diretrizes da educação, aprendam a utilizar a tecnologia em sala de aula, entre outros.

Além disso, as novas gerações aprendem de forma diferente, sendo necessário transformar o modelo tradicional de educação com base nas transformações do mercado de trabalho e da era digital.

Estamos vivendo a Educação 4.0, ou seja, uma adequação à Revolução 4.0 (Quarta Revolução Industrial), que se refere à incorporação do mundo físico ao digital através da evolução dos recursos tecnológicos. Com isso, a tecnologia vem sendo incorporada na sociedade gradativamente, inclusive na educação, sendo preciso incluir a tecnologia no currículo escolar, explorar e aplicar seus benefícios no processo de ensino e aprendizagem, bem como interagir com todas as áreas de conhecimento – e os professores precisam aprender a ensinar dessa maneira.

A Educação 4.0 já faz parte do Plano Nacional de Educação, desenvolvido pela Base Nacional Curricular Comum (BNCC), que define os modelos essenciais de aprendizagem que os estudantes devem desenvolver ao longo da educação básica a partir desse novo modelo.

As competências gerais da BNCC servem como um fio condutor do trabalho do professor em sala de aula para promover uma formação que contemple as habilidades esperadas pela sociedade atual. Desse modo, os docentes precisam aprender e dominar as propostas da BNCC para aplicarem no processo de ensino e aprendizagem e garantirem uma formação integral dos alunos.

Os jovens estudantes já têm a tecnologia integrada à sua vida cotidiana e esperam isso também da escola, então as instituições e os professores precisam atender a essas necessidades para acompanhar as mudanças e evoluir. Além disso, os alunos de hoje não têm mais o perfil de espectadores, que assistem o professor transmitir o conhecimento, eles são mais ativos e curiosos, e precisam de mais estímulos e atividades práticas.

Sendo assim, os professores precisam promover o protagonismo em sala de aula e colocar os alunos no centro do processo de ensino e aprendizagem, de forma que estes utilizem seus conhecimentos para agir e participar na sociedade, ultrapassando inclusive os muros da escola.

O que trabalhar na formação de professores?

A formação dos professores deve considerar essencialmente as necessidades de aprendizagem dos alunos, visando ao aprimoramento do processo de ensino e aprendizagem. Os principais objetos de conhecimento para a formação podem ser:

Novas metodologias para formação dos professores

Como já dissemos, o modelo tradicional de educação não supre mais as necessidades da sociedade atual, sendo preciso implementar novas práticas em sala de aula que permitam o desenvolvimento das habilidades do futuro.

As metodologias ativas são uma das principais soluções inovadoras que ajudam a construir um novo modelo de educação, já que propõem a participação ativa do aluno no próprio processo de aprendizagem, estimulando o desenvolvimento da autonomia. Os métodos ativos são os que apresentam melhor resultado quanto à aquisição de conhecimento e consolidação da aprendizagem, pois a teoria aliada a prática facilita esse processo.

As competências socioemocionais também são fundamentais para uma formação integral, pois elas abordam os aspectos comportamentais e emocionais dos alunos, tão fundamentais para as relações interpessoais e atuação em sociedade. Desse modo, os professores precisam aprender mais sobre o assunto para trabalharem essas competências em sala de aula, ultrapassando, assim, os aspectos cognitivos dos alunos ao oferecer uma formação mais completa.

O conceito de aprendizagem significativa também é uma necessidade para o novo modelo de educação, pois a ideia de somente memorizar conceitos e repeti-los não é eficaz. Nesse sentido, os professores precisam ensinar de modo que os alunos recebam e relacionem um novo conteúdo com o que já sabem, para formarem um sentido mais concreto ao novo conteúdo adquirido.

O Movimento Maker também é uma metodologia inovadora que propõe o “faça você mesmo” aos alunos, permitindo que aprendam na prática e desenvolvam autonomia sobre o próprio processo de aprendizagem.

A aprendizagem baseada em projetos, a chamada metodologia STEAM, é outra metodologia utilizada para promover as habilidades do futuro, propondo a elaboração de projetos para solucionar um problema de forma prática.

Esses são só alguns exemplos de métodos inovadores na educação com práticas pedagógicas voltadas para o desenvolvimento integral dos alunos visando ao protagonismo.

Uso da tecnologia na Educação para formação dos professores

A tecnologia educacional é indispensável para ensinar as novas gerações, pois ela se refere à utilização de recursos tecnológicos para fins pedagógicos, com o objetivo de trazer para a educação – seja dentro ou fora de sala de aula – práticas inovadoras que facilitem e potencializem o processo de ensino e aprendizagem. Para tanto, os professores precisam conhecer as tecnologias educacionais e aplicar em sala de aula, utilizando a tecnologia a favor do seu trabalho, a fim de aprimorar suas práticas e estimular os alunos. Como exemplos temos:

  • A gamificação, que utiliza elementos de jogos digitais, como desafios, missões e premiações, para fins pedagógicos, ampliando o engajamento dos alunos e o protagonismo.
  • O ensino híbrido também é uma prática inovadora, que propõe a aprendizagem em sala de aula combinada à experiência de aprender em outros ambientes através de recursos digitais.
  • As aulas on-line têm se tornado alternativas para ensinar e essenciais nos casos em que é preciso adotar o ensino remoto, como na pandemia, assim como avaliações e atividades on-line.

Diretrizes para formação dos professores

Os professores também precisam conhecer a fundo as novas diretrizes da educação, pois, além de serem previstas nas leis e exigidas pelas escolas, elas têm o objetivo de aprimorar as práticas pedagógicas e melhorar a aprendizagem dos alunos.

A BNCC é a principal normativa que os professores precisam seguir para nortear seu trabalho em sala de aula, já que ela define o conjunto das aprendizagens essenciais que os estudantes devem desenvolver ao longo das etapas da Educação Básica.

Todas as aulas e atividades propostas aos alunos devem contemplar as competências gerais e específicas de cada etapa da educação, para assegurar que receberão os conhecimentos necessários e desenvolverão as habilidades esperadas. Para tanto, os docentes precisam conhecer todo o documento e aprender a inserir as práticas recomendadas no plano de aula, bem como aplicar corretamente sua proposta.

Articular teoria e prática

Não basta que os professores participem de cursos, treinamentos, palestras, entre outros, se não conseguirem aplicar na prática a teoria que aprenderam, ou seja, é preciso que aprendam a aproximar a teoria da prática.

A teoria sozinha não adianta, é preciso estratégias para que elas se concretizem, didáticas apropriadas para transmitir os conteúdos e propor atividades relevantes que abordem as competências essenciais. Para isso, devem inserir no plano de aula atividades práticas que contemplem as metodologias que aprenderam e apliquem no seu modo de ensinar, principalmente que mudem visão, atitudes, posturas e atuação em sala de aula.

Formação dos professores – Aprender para formar

Quais são os desafios para a formação de professores?

A principal dificuldade está em mudar a concepção dos professores acerca do ensinar e transformar o modelo de formação dos professores, pois muitas faculdades ensinam só a teoria, e não sua aplicabilidade.

Os cursos de licenciatura devem preparar os futuros professores para dialogarem com a nova realidade da sala de aula, atuando como mediadores de aprendizagem ao invés de transmissores de conteúdos. Desse modo, a formação inicial dos professores precisa ser aprimorada e atualizada, bem como continuada após a conclusão do curso de graduação e licenciatura.

Entretanto, muitas escolas não oferecem momentos para a formação do corpo docente nem os recursos para aplicar novas metodologias, o que dificulta o desenvolvimento dos profissionais da educação.

Outros aspectos que dificultam a formação dos professores são:

  • Compreensão das necessidades de cada aluno.
  • Tempo escasso para o aprendizado continuado.
  • Engajamento dos estudantes em detrimento do uso de aparelhos tecnológicos.
  • Turmas grandes com perfis distintos e necessidades variadas.

O que fazer para melhorar a formação do professor?

Algumas iniciativas que podem contribuir para melhorar a formação dos professores são:

Formação continuada

Para garantir uma formação e qualidade aos professores, a formação continuada é essencial! Trata-se de um processo constante de aperfeiçoamento dos saberes essenciais para a atividade docente. Quanto mais cursos os professores fizerem, melhor preparados estarão para ensinar, principalmente alinhados às novas propostas para a educação e atualização dos conhecimentos e das práticas pedagógicas, além disso, eles desenvolvem as competências e habilidades do século XXI.

Incentivo das instituições de ensino

A rotina intensa de aulas, correção de tarefas, planejamento, entre outros, dificulta que os professores tenham tempo para realizar cursos e também a falta de oportunidades impede que se aprimorem.

As escolas devem oferecer cursos de capacitação ao corpo docente, que os ensinem as novas práticas propostas pelas diretrizes e as tendências inovadoras do segmento. Quando a instituição onde lecionam promove momentos de formação, os professores se sentem valorizados e motivados a aprender novas práticas que melhorem o processo de ensino e aprendizagem, agregando valor para a própria escola.

Materiais de qualidade

Quando a instituição de ensino oferece materiais de qualidade aos professores, isso facilita o trabalho e a utilização de práticas inovadoras, pois são oferecidos encaminhamentos metodológicos que fazem toda a diferença no modo de ensinar. Oferecer materiais de estudo também é fundamental para orientar e apoiar as práticas pedagógicas, como manuais, livros e artigos que abordem temas relevantes sobre métodos inovadores na educação e dicas de como aplicá-los.

Troca de experiências para formação dos professores

Proporcionar momentos para troca de experiências entre professores também ajuda muito a melhorarem sua formação, terem motivação para buscarem novos conhecimentos e obterem dicas de atividades e práticas para utilizar em sala de aula. Além disso, a ajuda mútua permite vencer desafios, tirar dúvidas e se abrir a novas ideias, o que é essencial para transformar a educação e ensinar de acordo com as novas demandas da sociedade.

Parceria com um Sistema de Ensino

O Sistema de Ensino oferece diversos produtos e serviços para ajudar a sua escola a oferecer uma educação de qualidade, como materiais atualizados, recursos tecnológicos, formação continuada para os professores, assessoria pedagógica, entre outros.

Existem diversas maneiras de o sistema contribuir com a formação continuada:

  • Disponibilizando cursos de formação presenciais ou a distância.
  • Oferecendo treinamentos para as equipes.
  • Promovendo ações de incentivo à leitura e à informação por meio de artigos e da produção de conteúdo relevante nos mais diversos formatos.

formação dos professoresComo o SAE Digital pode ajudar na formação dos professores?

Somos comprometidos com a excelência educacional das escolas conveniadas, portanto, além de realizar a implantação do sistema de ensino, oferecemos suporte individualizado e atendimento presencial periódico, bem como formação continuada aos professores e assessoria na área de gestão educacional.

A Assessoria Pedagógica do SAE oferece às escolas parceiras formação ao corpo docente através de encontros periódicos que funcionam como momentos de reflexão, planejamento, avaliação do processo de ensino e aprendizagem, e formação continuada e de fortalecimento do Projeto Político Pedagógico da Escola.

O SAE Digital inova ao propor o aperfeiçoamento dos professores por meio de cursos de formação disponíveis em EAD – os Momentos Pedagógicos, todos gratuitos e com avaliação e certificação para os participantes. Outra opção para a instituição parceira é compartilhar seus problemas com seu assessor e verificar a possibilidade de um momento de treinamento. Dessa forma, juntos – assessoria e escola – podem planejar e organizar palestras, workshops, oficinas e diversas outras possibilidades de formação.

___________________________________________________________________

Para proporcionar a formação dos professores na sua escola com a Assessoria Pedagógica do SAE Digital, fale com um dos nossos assessores agora mesmo!

Continue acompanhando nosso blog e nossas redes sociais para ficar ligado nas novidades que sempre trazemos para vocês!

O SAE Digital não para de trabalhar e desenvolver as soluções que sua escola precisa!

formação dos professores

Imagem: Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos