BNCC - Base Nacional Comum Curricular

BNCC

O que é a BNCC

A BNCC (Base Nacional Comum Curricular) é um documento normativo que o conjunto das aprendizagens essenciais que os estudantes devem desenvolver ao longo das etapas da Educação Básica – Educação Infantil, Ensino Fundamental – Anos Iniciais e Anos Finais, e Ensino Médio.

A homologação do documento aconteceu em duas etapas devido as especificidades da etapa do Ensino Médio – com a aprovação da Reforma do Ensino Médio. Então, a primeira parte homologada da Base foi para a Educação Infantil e Ensino Fundamental em dezembro de 2017.

Já a segunda parte da Base foi homologada no ano seguinte, em dezembro de 2018, para a etapa do Ensino Médio. Mesmo sendo dividida em duas etapas, a BNCC é uma só e vale para todos os segmentos da Educação Básica.

Assim, a Base busca atender às demandas dos estudantes do século XXI, os preparando para serem protagonistas da sociedade em que vivem e para o mundo do trabalho. Dessa forma, o documento busca assegurar todos os direitos de aprendizagem e desenvolvimento dos alunos conforme o que já estava definido no Plano Nacional de Educação (PNE).

E como essas aprendizagens serão garantidas? Bem, com a BNCC, o desenvolvimento integral do estudante será garantido por meio das 10 Competências Gerais da Educação Básica. Mais adiante, você verá o conceito de competências e como ela se relaciona com a Base.

Nesse momento, é importante ter em mente que a Base não é um currículo, mas sim um conjunto de orientações para nortear as equipes pedagógicas no processo de elaboração dos currículos locais.

Qual é o objetivo da BNCC?

A BNCC tem como objetivo central garantir que todos os estudantes – de norte a sul do país, de escolas públicas e privadas – aprendam um conjunto essencial de conhecimentos e habilidades comuns. Assim, o que se espera é que as desigualdades educacionais brasileiras sejam reduzidas e que a qualidade do ensino seja elevada.

Além disso, um de seus objetivos é também formar estudantes com habilidades e conhecimentos essenciais para o século XXI, de forma a incentivar a modernização dos recursos utilizados em sala de aula e das práticas pedagógicas, de forma a promover a atualização do corpo docente das escolas.

Nesse sentido, a Base determina que tanto as competências como as habilidades, previstas na BNCC, devem ser as mesmas para todos os estudantes, independentemente do estado ou cidade em que vivem. Ou seja, o conteúdo trabalhado nas escolas do Sul do país, deve ser o mesmo trabalhado no Norte e Nordeste. Não se esqueça, a Base é comum!

Aí você deve estar se perguntando como trabalhar questões regionais e locais? Fique tranquilo, ainda nesse texto vamos te explicar sobre a parte diversificada da Base que trabalha com tais questões.

Quer entender mais sobre a BNCC? Continue lendo esse texto e saiba tudo sobre competências, habilidades, prazo para implementação, entre muitas outras coisas.

O que são Competências e Habilidades?

Para começar, vamos responder a seguinte questão: o que são competências e habilidades? O primeiro conceito que vamos trabalhar é o de competências. Vamos lá?

Competências

A Base entende uma competência como mobilização de conhecimentos, habilidades, atitudes e valores para que o estudante esteja apto para resolver as demandas do cotidiano, do exercício da cidadania e do mundo do trabalho.

Ou seja, é por meio da competência que os estudantes desenvolvem plenamente as habilidades e aprendizagens essenciais estipuladas pela BNCC. Dessa forma, as competências indicam à escola e ao estudante O QUE deve ser aprendido e COM QUE FINALIDADE a competência deve ser desenvolvida.

Ficou mais claro o que é uma competência? Se quiser saber mais, clique aqui e confira um texto que preparamos sobre ela.

Habilidades

Agora que você já sabe o essencial sobre as competências, vamos falar sobre as habilidades. Você já sabe o que são elas? De acordo com a BNCC, as habilidades são as aptidões desenvolvidas pelo estudante ao longo da vida escolar e que são essenciais para que ele desenvolva tanto as competências gerais, como as específicas previstas pela Base.

Quer saber mais sobre as habilidades? Clique aqui!

Se a Base é comum, porque temos uma parte diversificada?

Você alguma vez já se fez a pergunta acima? Já pensou qual é a função da parte diversificada da BNCC? É exatamente isso que vamos te explicar agora.

Se a Base Nacional Comum Curricular traz um conjunto de definições pertinentes a todos os estudantes, de diferentes regiões do país, a parte diversificada permite as instituições e sistemas de ensino levarem para o currículo conteúdos complementares.

Mas quais seriam esses conteúdos? Bem, essa escolha fica a caráter das instituições, mas é certo que ela deve levar em conta as características regionais e locais da sociedade. Portanto, essa parte da BNCC leva em consideração a inserção de novos conteúdos que estejam de acordo com as competências estabelecidas pela Base.

E esses conteúdos, segundo a BNCC, podem corresponder a até 40% dos currículos locais. Enquanto a Base Comum deve ser contemplada em sua totalidade nos currículos estaduais, municipais e das instituições de ensino.

Se você quiser mais sobre essa temática, clique aqui e acesse um texto que produzimos!

Qual é o prazo para implementação?

Outra questão essencial para colocarmos em prática a BNCC em nossa escola é compreender quanto tempo ainda temos para implementá-la. Como já te explicamos no início deste texto, a BNCC da Educação Básica foi homologada em duas etapas – Educação Infantil e Ensino Fundamental em 2017, e o Ensino Médio no final de 2018.

Por isso, o prazo de implementação também é diferente para cada uma dessas etapas. Para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental – Anos Iniciais e Anos Finais, a Base deve ser implementada em sua totalidade nas escolas até o início de 2020.

Já para o Ensino Médio, a previsão, segundo o Ministério da Educação, é que as mudanças comecem a ser aplicadas já no início de 2020. Dessa forma:

“Os currículos deverão estar estruturados até junho de 2019. Entre julho e setembro, haverá consultas públicas regionais nos estados. Os novos documentos deverão ser analisados e aprovados pelos conselhos estaduais de educação entre outubro e dezembro, para serem aplicados a partir do início do ano letivo de 2020. As primeiras turmas irão se formar em 2022.” (MEC)

E aí, como sua escola está se preparando para essa implementação? Acesse esse post e veja nossas dicas para se preparar para a Base Nacional Comum Curricular.

Nessa primeira parte do post, nós te demos uma visão geral sobre a BNCC, seu objetivo principal, seus conceitos e o prazo para implementação nas escolas. Para você se aprofundar mais na Base, separamos outros três conteúdos para você ler.

Vamos ver agora como a BNCC aparece em cada segmento da Educação Básica?

Como a BNCC é aplicada

A Base Nacional Comum Curricular traz para a Educação Infantil, Ensino Fundamental – Anos Iniciais e Anos Finais e Ensino Médio especificidades para que o aluno atinja ao final do percurso competências e habilidades essenciais para o século XXI. Confira abaixo quais são os principais destaques para cada segmento!

Educação Infantil

A Educação Infantil é a primeira etapa de toda a Educação Básica, ou seja, é nela que o processo educacional começa. Além disso, ela é marcada também como a primeira separação das crianças e seus familiares. A entrada na creche ou pré-escola é, portanto, uma nova situação de socialização estruturada.

E é nesse contexto que a BNCC é desenhada para a Educação Infantil. Veja abaixo os principais destaques da Base para esse segmento!

  • Os eixos estruturais da Educação Infantil continuam sendo interagir e brincar, conforme proposto nas Diretrizes Curriculares Nacionais (2009);
  • A Base, nesse segmento, é estruturada em Direitos de Aprendizagem, Campos de Experiências, Grupos Etários e Objetivos de aprendizagem e desenvolvimento.

Clique aqui e saiba tudo sobre a BNCC na Educação Infantil!

Ensino Fundamental - Anos iniciais

No Ensino Fundamental – Anos Iniciais (1º ao 5º Ano) um dos principais objetivos do processo educacional é a progressão das múltiplas aprendizagens, de forma a articular o trabalho com as experiências adquiridas anteriormente e de valorizar as situações lúdicas de aprendizagem.

Separamos abaixo, os principais destaques dessa etapa. Vamos ver?

  • A BNCC está estruturada nesse segmento em Áreas do Conhecimento, Componentes Curriculares; Unidades Temáticas, Objetos de Conhecimento e Habilidades;
  • A Base determinou que o aluno deve estar plenamente alfabetizado até o final do 2º ano do Ensino Fundamental.

Quer saber mais sobre as mudanças propostas pela BNCC no Ensino Fundamental – Anos Iniciais? Clique aqui e fique por dentro!

Ensino Fundamental - Anos finais

Dando continuidade ao percurso do Ensino Fundamental, os Anos finais (6º ao 9º Ano) possuem uma abordagem pedagógica direcionada para o trabalho da autonomia e do protagonismo dos alunos, de modo a preparar o estudante para ingressar no Ensino Médio.

Confira abaixo os principais destaques dessa etapa!

  • Assim como nos Anos Iniciais, a BNCC no Ensino Fundamental – Anos Finais está estruturada em Áreas do Conhecimento, Componentes Curriculares; Unidades Temáticas, Objetos de Conhecimento e Habilidades;
  • Nessa etapa, a tecnologia e a cultura digital ganham mais espaço no processo de ensino e aprendizagem;
  • Protagonismo juvenil e projeto de vida (preparação para o Ensino Médio)

Saiba tudo sobre a BNCC no Ensino Fundamental – Anos Finais clicando aqui!

Ensino Médio

Atualmente, o Ensino Médio representa um gargalo na garantia do direito à educação. Nesse contexto, a partir da universalização do ensino, a BNCC do Ensino Médio está configurada para dar continuidade ao que já foi proposto e que está em vigor nas etapas anteriores da Educação Básica.

Veja abaixo alguns dos principais destaques da BNCC do Ensino Médio!

  • A BNCC está estruturada nesse segmento em Áreas do Conhecimento, Competências, Habilidades e Itinerários formativos (propostos pela Reforma do Ensino Médio);
  • A Base prevê como obrigatória, durante os 3 anos de Ensino Médio, os componentes curriculares de Língua Portuguesa e Matemática;
  • Durante todo o Ensino Médio o foco está na juventude, no protagonismo do aluno e no mundo do trabalho, preparando um jovem crítico e autônomo para viver e tomar decisões em sociedade.

Clique aqui e saiba tudo sobre a BNCC no Ensino Médio!

Veja a adequação do material do SAE Digital à BNCC

Desde o início de 2018, a partir da homologação da BNCC no final de 2017, as escolas e sistemas de ensino tem trabalhado na adequação dos materiais e recursos didáticos à BNCC.

Em 2019, esse desafio continua, visto que é necessário finalizar as adequações para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, e estruturar como será essa atualização ao que a BNCC do Ensino Médio – homologada no final de 2018 – propõe.

Nesse contexto, as escolas conveniadas ao SAE Digital já saíram na frente! Continue lendo esse texto e veja a adequação da Coleção 2019 à BNCC!

Educação Infantil

Para a Educação Infantil, o material do SAE Digital já está TOTALMENTE adequado à BNCC já em 2019! 😉

1 ano

100%

2 anos

100%

3 anos

100%

4 anos

100%

5 anos

100%

Ensino Fundamental – Anos Iniciais

Neste segmento, a adequação da coleção à BNCC está sendo realizada de forma gradual. Os materiais dos três primeiros anos do Ensino Fundamental já estão 100% adequados.

Já o 4º e o 5º ano estão parcialmente adequados à BNCC. Isso porque, como eles são anos de transição para os anos finais do Ensino Fundamental, o SAE Digital optou por uma transição gradual para que esses estudantes não fiquem sem adquirir quaisquer habilidades ou deixem de ter contato com conteúdos que foram redistribuídos ao longo deste segmento.

Em 2020, toda a coleção do Ensino Fundamental estará adequada à BNCC. Confira como está a aderência em 2019!

1° ano

100%

2° ano

100%

3° ano

100%

4° ano

50%

5° ano

50%

Ensino Fundamental – Anos Finais

Assim como nos Anos iniciais do Ensino Fundamental, a adequação do material para os Anos Finais está sendo realizada de forma gradual. No 6º e 7º anos, a adequação já foi realizada totalmente.

Já no 8º e 9º anos, ela está ocorrendo de forma gradual, seguindo os mesmos critérios utilizados para os anos de transição dos Anos Iniciais: garantir o acesso as habilidades e conteúdos que foram redistribuídos nessa etapa, antes de ingressar no Ensino Médio. Em 2020, essa adequação será de 100%.

Confira abaixo a aderência do material SAE Digital à BNCC para o Ensino Fundamental – Anos finais!

6° ano

100%

7° ano

100%

8° ano

30%

9° ano

30%

Ensino Médio

Pensando na qualidade dos materiais, a equipe editorial do SAE Digital já começou a discutir a BNCC e as diretrizes curriculares do Ensino Médio para estabelecer – junto as escolas conveniadas – o projeto dos materiais deste segmento para 2020.

Quer saber mais sobre o material do SAE Digital e sua adequação à BNCC?

Materiais gratuitos

[Painel] Tecnologia e Inovação na Educação

BAIXAR

[E-book] Como escolher o melhor sistema de ensino para a minha escola?

BAIXAR