O que é aprendizagem significativa? Saiba como aplicar!

Aprendizagem é o processo pelo qual se adquire, assimila e transforma conhecimentos, habilidades, competências, comportamentos e valores. Ocorre a partir do estudo ou da experiência própria ou transmitida por alguém, como acontece nas instituições de ensino. E a aprendizagem significativa? Como podemos identificar?

A principal função da escola é ensinar, e o papel do aluno é aprender, o que configura o processo de ensino e aprendizagem. Para que isso ocorra de maneira eficaz, existem diversas teorias e estratégias envolvidas.

As principais teorias da aprendizagem abordam três aspectos centrais:

  • Cognitivo: trata-se do conjunto de habilidades mentais necessárias para a construção de conhecimento, como pensamento, raciocínio, memória, linguagem e abstração.
  • Afetivo: a assimilação do conhecimento ocorre a partir de experiências internas, como sensações de prazer, satisfação e bem-estar, relacionadas ao vínculo existente entre o objeto de estudo e seu mediador.
  • Psicomotor: envolve respostas musculares adquiridas através de treino e prática, utilizando a linguagem corporal como mediadora desse processo.

Historicamente, os modelos tradicionais de educação geravam uma aprendizagem memorística, pela qual os alunos recebiam as informações, decoravam, utilizavam para realizar atividades e avaliações, e logo as esqueciam.

Sendo assim, tornou-se necessário repensar as formas de ensinar e aprender, de modo que fossem de fato assimilados os conhecimentos, a fim de serem utilizados posteriormente, garantindo a aprendizagem e o desenvolvimento dos estudantes.

A estrutura cognitiva é um fator primordial para concretizar a aprendizagem, principalmente a memória, considerando seu repertório já existente para facilitar esse processo.

Preocupado em compreender como os alunos assimilam as informações que recebem em sala de aula, David Paul Ausubel (1918–2008) considerou a existência de uma estrutura mental que processa a organização e integração da aprendizagem. A partir do aspecto cognitivo, o pesquisador norte-americano desenvolveu o conceito de aprendizagem significativa, apresentado em seu livro “The psychology of meaningful verbal learning”, em 1963.

O valor da escola e a importância para alunos e famílias

Conceito de aprendizagem significativa

Segundo Ausubel, para ter um significado, a aprendizagem de um novo conteúdo precisa se relacionar com o que o aluno já sabe, ou seja, é preciso considerar seus conhecimentos prévios. Dessa forma, é possível organizar as informações e integrá-las às estruturas mentais cognitivas já existentes, desenvolvendo um sentido mais concreto ao novo conteúdo adquirido, pois atua como uma ancoragem. Sem esse processo, o novo conhecimento é armazenado isoladamente, sem relação com a estrutura do aluno e sem atribuição de sentido, tornando a aprendizagem mecanicista e repetitiva, dificultando a assimilação.

A ancoragem permite uma associação entre as informações adquiridas e as já existentes, conferindo sentido ao se relacionarem com elementos semelhantes e já conhecidos, facilitando a incorporação ao repertório do estudante.

Segundo Marco Antônio Moreira, especialista na área, a aprendizagem significativa se caracteriza da seguinte maneira: “Pela interação entre conhecimentos prévios e conhecimentos novos, e essa interação é não literal e não arbitrária. Nesse processo, os novos conhecimentos adquirem significado para o sujeito e os conhecimentos prévios adquirem novos significados ou maior estabilidade cognitiva.”

A não arbitrariedade e a substantividade (não literal) são as características básicas da aprendizagem significativa, e é a junção de ambas que concretiza o processo. A primeira refere-se à relação não arbitrária entre os conhecimentos novos aos já existentes, é o próprio aluno que irá estabelecer uma conexão entre eles da maneira que fizer mais sentido a ele.

O conhecimento prévio é a matriz que organiza, incorpora, compreende e fixa o novo, à medida que ele se ancora no que já existe na estrutura cognitiva, por encontrarem uma associação com conhecimentos especificamente relevantes, chamados de “subsunçores”.

A substantividade diz respeito à maneira não literal de considerar um conteúdo, mas sim à sua substância de forma subjetiva, que o próprio indivíduo atribui significado ao relacioná-lo a algo que faça sentido para si dentro daquilo que já sabe.

Quando o objeto de aprendizagem relaciona-se à estrutura cognitiva somente de maneira arbitrária e literal, ela não gera significados para o sujeito, tornando a aprendizagem mecânica ou automática.

Resumindo, ao atribuir significado a um conhecimento com base na interação com seus conhecimentos prévios, o aluno adquiriu uma aprendizagem significativa, através de um processo mental subjetivo.

Tipos de aprendizagem significativa

O processo de aprendizagem significativa envolve uma série de condições, divididas da seguinte forma:

  • Aprendizagem representacional: é considerado o tipo mais básico, que ocorre a partir do conhecimento do significado de símbolos individuais e do que eles representam.
  • Aprendizagem conceitual: com base nos símbolos individuais, compreender com quais conceitos se relacionam, o que representam e o que significam.
  • Aprendizagem proposicional: refere-se aos significados de ideias expressas por grupos de palavras que representam conceitos, combinadas em proposições ou sentenças.
  • Aprendizagem subordinada: organização hierárquica dos conteúdos realizada pela estrutura cognitiva a partir da associação com o material prévio.
  • Aprendizagem subordinada derivativa: ocorre quando um conceito novo é derivado de um já existente na estrutura cognitiva.
  • Aprendizagem subordinada correlativa: ocorre quando um conceito novo é semelhante ao já existente, podendo ser entendido como extensão, elaboração, modificação ou quantificação.
  • Aprendizagem superordenada: ocorre quando um novo conceito é mais abrangente do que um já existente, de modo a substituir o anterior pelo mais completo.
  • Aprendizagem combinatória: refere-se aos conceitos aprendidos que não são subordinados nem superordenados, pois são generalizações inclusivas e esclarecedoras.

Aprendizagem significativa

Como promover na sala de aula/escola?

Uma excelente ferramenta para proporcionar uma aprendizagem significativa são os mapas conceituais, ou mapas mentais, que consistem em uma representação visual de relações significativas de conceitos em forma de proposições, unindo dois ou mais termos conceituais para estabelecerem um significado.

Os alunos podem fazer uma associação própria entre os conceitos, de forma subjetiva, o que facilita o entendimento e a assimilação, e promove o protagonismo na própria aprendizagem.

Outra ferramenta que pode colaborar com essa prática é a sala de aula invertida, que tem por objetivo estimular os alunos a buscarem por si mesmos um conhecimento prévio acerca de determinado assunto, relacionarem-no ao que é abordado em sala de aula  e compartilharem-no com a turma.

As metodologias ativas de aprendizagem também permitem que os alunos desenvolvam habilidades e competências de forma prática, aproximando-os dos conteúdos de aprendizagem, estabelecendo um sentido e facilitando a assimilação.

Esse método de ensino prepara os alunos para atuarem na sociedade, pois envolve o conhecimento teórico aliado à prática e, devido ao seu modo dinâmico e à utilização da tecnologia, estimula os engajamentos acadêmico e social, facilitando a atribuição de significado.

A afetividade também contribui para uma aprendizagem significativa, pois ela motiva os alunos a buscarem conhecimento, potencializando sua predisposição para aprender. A Base Nacional Comum Curricular reconhece a importância da aprendizagem significativa, pois acredita que com ela é possível formar o aluno enquanto sujeito ético, reflexivo e humanizado, e orienta, também, os professores a considerarem e valorizarem os conhecimentos prévios de seus alunos, mesmo que sejam insatisfatórios, pois é por meio deles que se atribui significados aos temas trabalhados.

“É por essa negociação de significados que a aprendizagem significativa se diferencia da aprendizagem mecânica. O conhecimento prévio interage com o novo conhecimento, modificando e enriquecendo a estrutura cognitiva prévia, que permite a atribuição de significados ao conhecimento”.

Um organizador prévio pode ajudar o aluno na predisposição, já que se trata de um recurso institucional que aborda o material de aprendizagem de forma a considerar um nível mais alto de abstração, generalidade e inclusividade. A ideia é que ele preceda a apresentação do objeto de aprendizagem, de modo mais abrangente, generalista e inclusivo, para oferecer um conjunto de aulas que se complementem entre si.

Qual é o principal desafio da aprendizagem significativa?

As condições necessárias para ocorrer uma aprendizagem significativa envolvem um material didático adequado e significativo, e a predisposição do aluno para aprender.

Sendo assim, a escola deve oferecer materiais de qualidade, elaborados a partir das premissas de uma aprendizagem significativa, bem como proporcionar a mediação da aprendizagem de forma a estimular o processo de significação do aluno.

O material didático oferece o conhecimento prévio e auxilia na construção do repertório cognitivo e a predisposição para aprender, por isso é tão importante.

A predisposição também pode ser desenvolvida a partir de uma comunicação assertiva, que conduza o aprendiz a compreender que o conhecimento que é transmitido pelo professor se relaciona com sua realidade, ou seja, não são meras informações sem sentido.

Culturalmente, os alunos acreditam que o que é aprendido na escola não tem aplicação prática em suas vidas, por isso não dão a devida atenção e consideração, o que dificulta muito a aprendizagem, sobretudo a significativa.

Visto isso, sem materiais significativos e predisposição dos alunos não há como estabelecer uma aprendizagem significativa.

O papel da escola é conseguir superar esses desafios para construir com os alunos uma educação melhor, que forme cidadãos aptos atuarem e transformarem a sociedade através de uma aprendizagem significativa e construtiva.

___________________________________________________________________

O SAE Digital é um sistema de ensino comprometido com uma aprendizagem significativa, cujos produtos e serviços contribuem para que sua escola realize essa tarefa de forma adequada.

Seja uma escola parceira e ofereça um ensino de qualidade para seus alunos! Faça parte da transformação da educação com a gente!

Aprendizagem significativa

Continue acompanhando nosso blog para ter acesso a mais conteúdos como este!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos