Dia da Família na Escola – Dicas para organizar as atividades


Dia da Família na Escola

No dia 24 de abril, comemora-se o Dia da Família na Escola. É muito importante que a instituição celebre esse dia criado para homenageá-la e que conte com a participação de todos que fazem parte desse trabalho essencial na formação dos indivíduos.

Vale ressaltar que pode existir alguma confusão a respeito de qual a data a ser comemorada, visto que existem outras com o mesmo princípio de celebrar a instituição familiar. É o caso do dia 25 de maio, instituído como o Dia Internacional da Família, e do dia 8 de dezembro, considerado o Dia da Família. O dia 24 de abril, contudo, refere-se especificamente ao Dia da Família na Escola.

A família é o primeiro grupo de pessoas de que os indivíduos fazem parte e no qual socializam, tornando-se a base para elas aprenderem a maioria dos seus hábitos, bem como a sua maneira de pensar e a sua forma de ver o mundo.

Essa experiência deixa marcas permanentes na sua percepção de mundo, mesmo depois da maturidade, quando as pessoas começam a ter mais autonomia e a criar as suas próprias formas de interpretar a vida.

Por isso, é necessário entender a relevância dessa data comemorativa e por que as instituições educacionais devem valorizá-la, bem como a importância do envolvimento dos pais no processo educacional dos filhos também na escola.

No entanto, na hora de organizar as comemorações para o Dia da Família, o docente e as instituições podem ter dúvidas sobre como celebrar a data e como aproveitar a oportunidade para propor atividades que contribuam para uma maior interação entre escola e comunidade, assim como para a formação dos alunos.

Esse desafio se amplifica considerando o momento de pandemia que ainda vivemos. Por mais que já estejamos passando pelo processo de retomada das aulas presenciais, as instituições ainda devem ter os devidos cuidados com a proliferação do vírus e com as suas consequências para a população.

Nesse artigo, você vai receber dicas para elaborar atividades para o Dia da Família que valorizem a data e a importância da participação efetiva dos familiares na educação dos alunos, mesmo em tempos de pandemia. Confira!

Dia da Família na Escola

Qual a importância da participação dos familiares no Dia da Família?

A participação dos familiares nas comemorações do Dia da Família é uma excelente oportunidade de conscientizar os pais a respeito da importância de ter uma colaboração ativa no processo educacional dos filhos, além de aproximar (mesmo que, no momento, não fisicamente) a comunidade do espaço escolar.

Assumir um papel ativo e compartilhar as responsabilidades do processo de ensino-aprendizagem dos filhos é também um dever dos pais e demais familiares, o que pode potencializar bastante a efetividade do ensino, contribuindo também para os seguintes aspectos:

Diminuição da evasão escolar

A evasão escolar é um grande problema e um desafio a ser enfrentado em várias escolas, principalmente nas públicas, que acolhem a maioria dos estudantes mais suscetíveis a abandonar a escola por situações de vulnerabilidade socioeconômica.

As causas para os alunos deixarem de frequentar a escola são diversas: distância da instituição, falta de transporte escolar, baixa qualidade do ensino ofertado, necessidade de trabalhar para ajudar na renda dos pais, dificuldades emocionais/psicológicas, mas também a falta de acompanhamento dos familiares no processo de ensino.

Leia também: Evasão escolar: Como prevenir e reduzir a saída dos alunos?

Criação de identificação dos alunos e pais com a escola

A falta de identificação dos alunos com a escola pode ser a motivação de diversos problemas que acontecem no espaço escolar, como a evasão, a depredação da escola, o desinteresse pelas propostas dos docentes e muitos outros, até mesmo as situações de risco de violência contra os professores.

Sendo assim, a intervenção e o envolvimento dos familiares são de grande relevância, pois aumentam as possibilidades de inclusão efetiva do aluno, valorizando-o e dando credibilidade ao processo educacional, além de mostrar que a família se preocupa com seu desempenho escolar.

O aluno deve se reconhecer como parte da escola e da comunidade, sabendo que aquele espaço foi idealizado para sua formação como ser humano, o que pode contribuir com a melhora das suas condições de vida e da sua comunidade.

Quanto aos pais, é imprescindível que busquem exercer a coparticipação na educação dos filhos, quebrando o estigma de que os familiares só devem aparecer na escola para questões burocráticas e para receber advertências de mau comportamento.

Muito pelo contrário, pois os pais podem também aprender e desenvolver habilidades se apropriando do espaço escolar, assim como podem colaborar com os seus conhecimentos e vivências para a formação dos alunos.

Dessa forma, os familiares assumem um papel político ativo no processo escolar e exercem a cidadania, tomando-se exemplos de prática de ação política para as gerações em formação.

Dia da Família na Escola – Dicas para organizar as atividades

Integração entre a comunidade e a escola

A integração entre a comunidade e a escola pode mudar a realidade das escolas, aproximando a instituição de ensino e suas propostas educativas do contexto dos alunos e de seus familiares.

Assim, os docentes podem elaborar formas de atuar que vão ao encontro das necessidades da comunidade e de suas famílias. Com isso, a escola fortalece os vínculos e os compromissos com a comunidade, atuando como instituição que busca intervir no seu contexto.

O fortalecimento do vínculo com a comunidade possibilita também engajar os seus membros na colaboração com a escola, cobrando medidas e recursos das autoridades e favorecendo o desenvolvimento de projetos que ajudem a instituição, os alunos e a comunidade.

Existem exemplos de iniciativas organizadas por escolas com grande adesão da comunidade, como os eventos organizados por familiares para arrecadação de recursos para reformas e melhorias nas escolas, hortas comunitárias, atividades extracurriculares oferecidas por parentes de alunos e muitas outras.

Considerando todos esses pontos a respeito da importância da instituição de ensino, multiplicam-se as possibilidades de celebrar o Dia da Família com festas, brincadeiras, dinâmicas, rodas de conversa e interações entre os familiares. Deve-se ressaltar sempre a influência positiva de uma relação mais estreita entre familiares, escola e comunidade.

No entanto, são ainda necessárias algumas dicas práticas de como desenvolver propostas de celebrações e atividades para o Dia da Família em tempos de pandemia.

Leia também: O valor da escola e a importância para alunos e família

Dicas para organizar as atividades para o Dia da Família em tempos de pandemia

Confira a seguir algumas dicas que podem ser de grande ajuda para programar o Dia da Família na sua escola durante o período da pandemia:

Dê preferência para as atividades online

Organize atividades ou eventos que não fomentem a aglomeração de pessoas para comemorar o Dia da Família. Uma boa opção são os eventos em formato online, pois a segurança deve sempre vir em primeiro lugar.

Nunca perca de vista que é responsabilidade das instituições escolares prezar pela saúde e pelo bem-estar dos alunos, das famílias e da comunidade. Além disso, é importante lembrar que ainda não superamos totalmente a pandemia do coronavírus.

Faça um planejamento para o Dia da Família na Escola

Prepara-se para a atividade, buscando conhecer mais informações sobre os contextos das famílias de sua comunidade. Isso é importante para conseguir uma aproximação efetiva da comunidade e para criar atividades e eventos assertivos e viáveis a todos.

A partir dessa preparação, é possível conhecer a realidade socioeconômica das famílias, a formação dos pais e membros do grupo, além de se descobrir se essas pessoas têm computador, acesso à internet, familiaridade com tecnologia, entre muitas outras coisas.

Uma possibilidade para esse planejamento é criar questionários com as demandas de informações necessárias, ou mesmo outra atividade anterior que permita sondar tais referências.

Crie perguntas que o auxiliem posteriormente na atividade e que busquem mostrar a realidade de cada família: como elas estão vivendo na pandemia? Quais são os meios que essas famílias têm para desenvolver as atividades? Quais são os espaços de que dispõem? Quais adultos podem participar e conduzir a atividade?

Caso opte por um questionário, é importante ter cuidado com as perguntas padronizadas, pois a ideia é conhecer e valorizar as características de cada família.

Conhecendo a realidade dos pais e alunos, pode-se criar uma proposta que seja viável, evitando também que as famílias passem por algum constrangimento que possa inibir a sua participação.

Crie um ambiente e atividades que acolham a diversidade de modelos de famílias

Nem todas as famílias são iguais, por mais que existam modelos cristalizados socialmente. Nesse sentido, a escola deve estar aberta para acolher e respeitar todos os modelos de família.

Inclusive, é essencial ressaltar esse ponto nas celebrações do Dia da Família e até mesmo desenvolver atividades que conscientizem sobre a importância de valorizar todos os tipos de grupos familiares.

Alguns cuidados especiais devem ser dados nesse sentido para que famílias diferentes das tradicionais possam se sentir acolhidas, como é o caso das famílias LGBTQIA+, dos alunos que perderam seus pais, de crianças adotadas, residentes em orfanatos, refugiadas e imigrantes.

A parte prática da atividade (se for o caso) tem grande importância, pois todas as famílias devem conseguir participar e dispor dos recursos para realizá-la, privilegiando-se a inclusão de todos os membros da família.

Tome os devidos cuidados também para que as atividades criadas sejam acessíveis ou adaptáveis às pessoas com algum tipo de deficiência ou necessidade diferente das habituais. Afinal, criar uma tarefa excludente irá expor essas pessoas a uma situação degradante e gerar desinteresse pela escola.

Leia também: Educação inclusiva nas escolas — O que é?

Desenvolva atividades que envolvam todos os membros das famílias no Dia da Família na Escola

Evite elaborar propostas que deixem algum membro da família de fora, pois é importante que a atividade apresentada permita a participação de todos os membros do grupo familiar. Dinâmicas são excelentes nesse sentido.

Para que isso se efetive, é necessário ofertar uma atividade que seja educativa e enriquecedora não só para o aluno, mas também para os demais familiares. Uma proposta que agregue conhecimento irá manter os participantes interessados, envolvendo-os e possibilitando que eles se engajem e participem efetivamente.

Desse modo, torna-se possível estabelecer uma parceria com as famílias e promover uma melhor integração entre elas e a escola.

Esse momento também é uma oportunidade para reforçar outro aspecto fundamental da educação, ou seja, o papel de protagonista dos alunos. Portanto, articule a atividade com alguma que já venha sendo aprendida pelos alunos, pois isso pode trazer uma série de benefícios:

  • Facilitar a assimilação da proposta pelos alunos;
  • Criar a possibilidade de maior interação entre pais e alunos, possibilitando até mesmo que os alunos expliquem a atividade aos seus familiares;
  • Auxiliar a organização da atividade, pois o aluno já tem um conhecimento prévio da temática;
  • Mostrar para os familiares o que está sendo aprendido pelos alunos no espaço escolar.

Outro ponto crucial é criar atividades e interações que sejam lúdicas, divertidas, descontraídas e prazerosas para os membros da família. A proposta deve motivar a família a participar e se envolver. Sendo assim, evite atividades muito sérias ou que não pareçam interessantes.

Vale ressaltar também que o docente deve evitar a criação de propostas muito fechadas, deixando aberta a possibilidade de a família imprimir suas próprias formas de realizar a atividade.

Gestor escolar

Dia da Família na Escola – Informe as famílias sobre as atividades comemorativas

Informe as famílias sobre a importância da data comemorativa e da participação dos pais e da comunidade na educação dos estudantes. Deve-se ressaltar sempre que o conhecimento de vida e das vivências das famílias pode contribuir no ambiente escolar para uma formação integral e mais efetiva dos estudantes.

Lembre as famílias que no período pós-pandemia será essencial continuar com essa participação ativa nas escolas, mostrando a elas as ferramentas disponíveis para isso, como as Associações de Pais e Mestres (APMs) e outras.

Também informe os familiares sobre a atividade que vai ser desenvolvida, quais os seus objetivos e a metodologia adotada. Caso seja uma brincadeira, por exemplo, explique a importância das propostas lúdicas e descontraídas.

Informar as famílias traz mais segurança a respeito do processo de ensino e o significado da atividade de que estão participando. Isso demonstra também a seriedade do trabalho desenvolvido e a sua base em estudos sérios e nas experiências do docente.

Essa atitude valoriza o seu trabalho como docente e o trabalho da instituição como um todo, pois muitos pais não acreditam na seriedade das atividades desenvolvidas pela escola e esse é um momento ótimo para sanar esse ruído na comunicação.

Dia da Família na Escola – Dicas para organizar as atividades

Dia da Família na Escola – Convide todos

Convide as famílias para a comemoração da data, pois isso valoriza esse momento e mostra que a sua participação é necessária. Uma possibilidade é criar um convite ou mesmo entrar em contato direto para evidenciar a importância do evento. Se a atividade for remota, o convite pode ser feito na forma de um banner digital ou até mesmo por meio de um vídeo.

Você também pode colocar nesse material as orientações para a realização da atividade, pois assim os familiares podem se programar e pontuar se há algo que pode impossibilitá-los ou ser um empecilho para a sua participação. Essas informações podem ser essenciais para possíveis ajustes posteriores na proposta.

O material deve ser claro a respeito da proposta e buscar sanar eventuais confusões a respeito da atividade, informando também a data e o horário da sua realização, o espaço em que acontecerá e os materiais necessários, assim como um “passo a passo” das etapas da proposta.

No entanto, sempre é importante deixar um canal de comunicação disponível para os pais entrarem em contato, caso tenham outras dúvidas ou mesmo queiram pontuar alguma situação.

Dia da Família na Escola – Peça um feedback da atividade

Um dos momentos essenciais para a melhoria contínua de qualquer processo educacional é a avaliação da experiência que a atividade proporcionou e da sua efetividade.

Para isso, após o evento, pergunte o que as famílias acharam da atividade, se elas têm alguma sugestão de melhoria, como se sentiram participando e do que mais gostaram (se gostaram). Esse momento é importante para o docente mensurar os pontos fortes e as contribuições da atividade, assim como as possibilidades de melhoria.

 

Nós do SAE Digital queremos parabenizar e celebrar todos os modelos de família, pois entendemos que estreitar os laços entre as famílias e a escola é o melhor caminho para construir uma educação de qualidade para todos.

Continue acompanhando nosso blog para ter dicas de como desenvolver uma parceria efetiva com a comunidade escolar. Conheça também as soluções que oferecemos para a sua escola entrando em contato com um dos nossos assessores.

Acompanhe tudo o que acontece no SAE Digital também pelas nossas redes sociais: Facebook | Instagram

Dia da Família na Escola


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos