Plano de retorno das aulas presenciais para as escolas

Após cerca de 130 dias do fechamento das escolas para prevenção ao Coronavírus, que teve início em 20 de março, as autoridades têm se reunido para a organização do plano de retorno das aulas presenciais nas escolas.

Para que isso ocorra de maneira efetiva, é preciso estabelecer um plano bem definido, organizado e seguro, com base nas determinações das Secretarias de Saúde e Vigilância Sanitária.

Cada estado tem autonomia para definir seus planos, respeitando as recomendações básicas de segurança pelos órgãos responsáveis e os princípios da educação.

Veja alguns exemplos de planos de retomada das aulas elaborados por alguns estados para poder ter uma ideia e se planejar:

O que é Ensino Híbrido? Saiba como aplicar na sua escola

Plano de retorno das aulas para São Paulo

A reabertura das escolas e a retomada das aulas presenciais foram anunciadas pelo governo do estado de São Paulo, no dia 24 de julho, para todos os níveis de ensino das escolas públicas e particulares a partir de 8 de setembro.

O retorno será de forma gradual, com o rodízio de alunos e a combinação de aulas presenciais e virtuais.

O Plano de Retorno da Educação ocorrerá em três etapas: a primeira será com 35% da capacidade física da escola, a segunda será com 70% e a terceira com 100%. Esse plano é válido da Educação Infantil ao Ensino Superior.

Alguns fatores devem ser considerados para que isso seja possível:

  • Permanência de todos os Departamentos Regionais de Saúde por dois ciclos (28 dias) consecutivos na Fase 3 (amarela) ou superior.
  • Estabilização das áreas na Fase 3 (amarela) ou superior até o dia 04/09.
  • Planejamento de retorno às aulas por parte das escolas públicas e privadas.

O foco principal do retorno às aulas será não deixar nenhum aluno para trás e recuperar a aprendizagem de todos, priorizando as habilidades essenciais, tanto cognitivas quanto socioemocionais.

Condições para o retorno das aulas:

As condições para a retomada da educação e o avanço das etapas propostas estão condicionadas aos indicadores de saúde do Plano de São Paulo de combate a COVID-19, e todas as regiões devem permanecer na fase amarela.

  • Etapa 1: 100% dos Departamentos Regionais de Saúde por 2 ciclos (28 dias) na fase 3.
  • Etapa 2: 60% dos Departamentos Regionais de Saúde por 1 ciclo (14 dias) na fase 4.
  • Etapa 3: 80% dos Departamentos Regionais de Saúde por 1 ciclo (14 dias) na fase 4.

Caso alguma região regrida para a fase 1 ou 2, a reabertura das escolas será suspensa.

Protocolo geral

As aulas presenciais só poderão retornar se forem seguidos os protocolos de segurança por parte de toda a comunidade escolar, professores, coordenadores, funcionários, alunos e familiares:

  • Distanciamento social: reduzir a aproximação e o contato entre as pessoas, mantendo uma distância de no mínimo 1,5 metros.
  • Higiene pessoal: promover a cultura de atenção aos procedimentos de limpeza pessoal.
  • Sanitização de ambientes: realizar a ventilação e a limpeza do ambiente.
  • Comunicação: garantir que funcionários e estudantes conheçam os riscos e os procedimentos adotados.
  • Monitoramento: assegurar que as ações sejam efetivas ao longo do tempo e que haja a rastreabilidade de casos.

Ações para a continuidade do ensino

Após a pandemia, a educação será ainda mais importante e precisará de uma atenção especial por parte de todos. Para isso, serão necessárias algumas estratégias:

  • Busca ativa dos estudantes: identificar os grupos de risco, promover o engajamento da comunidade escolar e realizar monitoramento.
  • Fornecimento de EPIs: disponibilizar máscaras, termômetros e demais materiais necessários para cada atividade.
  • Formação dos profissionais: preparar toda a equipe da escola para garantir a segurança do retorno.
  • Avaliação diagnóstica: realizar um diagnóstico da aprendizagem dos estudantes para construção de planos de recuperação individualizados. Quer saber como? Clique aqui! 
  • Programa de recuperação da aprendizagem: produção de material didático, apoiado pelo ensino híbrido e com foco em habilidades essenciais.
  • 4º ano do Ensino Médio: optativo para os estudantes concluintes de 2020 que queiram se preparar mais um ano para o ingresso no ensino superior.

O que é Ensino Híbrido? Saiba como aplicar na sua escola

Plano de retorno das aulas para o Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, as escolas privadas irão reabrir a partir de 3 de agosto de forma voluntária, mas gradual, inicialmente para os professores, funcionários e pais de alunos.

Serão adotadas regras rígidas de acordo com a Vigilância Sanitária para garantir a segurança, mas ainda assim para a rede pública não há data definida até o momento, apenas a ideia a ser debatida.

A Secretaria de Educação do Rio de Janeiro também divulgou um protocolo de retomada das aulas e declarou que só voltarão ao regime presencial quando for confirmada bandeira verde pela Secretaria de Saúde.

O protocolo estabelece condições de segurança a serem adotadas e propõe um período de 15 dias para que as escolas se preparem quanto à organização e higienização do ambiente, testagem e treinamento da equipe.

Inicialmente, o retorno será para os estudantes que estão nos anos finais, na 3ª série do Ensino Médio, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e o último módulo da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Para que ocorra de forma efetiva a reabertura das escolas, foram propostas algumas determinações gerais, como o uso obrigatório de máscaras para todos dentro da escola, o distanciamento e o apoio socioemocional aos alunos.

As escolas terão autonomia para elaborar um planejamento próprio para o retorno das aulas, definido em parceria com a comunidade escolar e que deve ser validado pelas Diretorias Regionais da SEEDUC instaladas pelo estado.

Sabendo da importância das competências socioemocionais para os nossos alunos, estabelecemos uma parceria com o Programa Pleno. Quer conhecer as parcerias do SAE Digital? Clique aqui! 

 

Plano de retorno das aulas para Pernambuco

O estado de Pernambuco divulgou um plano bem definido para o retorno das aulas, semelhante ao de São Paulo, seguindo todas as medidas de segurança orientadas pela consultoria da Infecto Associados do Recife (IAR), que atua de acordo com a OMS.

De acordo com o protocolo, a queda constante do número de casos na região e o aumento da realização de testes torna oportuna a retomada das aulas, de forma gradual e respeitando as medidas de segurança para flexibilizar aos poucos o retorno das atividades.

Entretanto, não há data definida pela Secretaria de Educação e ainda serão divulgados mais detalhes. Contudo, o protocolo de retomada estabelece orientações gerais a serem seguidas pelas escolas, e dentre elas estão:

Distanciamento social

  • Manter distância de no mínimo 1,5 metros entre os estudantes e funcionários em todo o ambiente escolar.
  • Reduzir o número de alunos por sala, conforme a necessidade.
  • Realizar diferentes horários de intervalo, entrada e saída, para evitar aglomerações.
  • Evitar eventos.
  • Suspender atividades esportivas e coletivas.
  • Organizar pequenos grupos de trabalho, para evitar interações.
  • Evitar contatos físicos, como abraços e apertos de mão.

Proteção e prevenção

  • Utilizar máscaras obrigatoriamente e de forma contínua por todos.
  • Cuidar do manuseio e descarte das máscaras.
  • Disponibilizar álcool em gel para higienizar as mãos.
  • Auxiliar o cuidado ao tossir ou espirrar, usando um lenço ou a parte interna do braço, na altura do cotovelo.
  • Evitar tocar a boca, o nariz e o rosto com as mãos, e lavar sempre as mãos quando tocá-los.
  • Reforçar a limpeza de todos os ambientes e a higienização dos materiais.
  • Prezar pela ventilação natural dos espaços fechados.
  • Cuidados com o transporte escolar, evitando aglomerações e higienização.
  • Medir a temperatura, quando possível, de todas as pessoas que compareçam ao estabelecimento de ensino, no momento do ingresso às dependências.
  • Evitar o compartilhamento de utensílios de uso pessoal.

Monitoramento e comunicação

  • Orientar sobre as atitudes a serem tomadas quanto à proteção.
  • Disponibilizar uma cartilha com os cuidados básicos e cartazes com informações espalhados pela escola.
  • Verificar se alguém apresenta sintomas, orientar seu afastamento caso ocorra e encaminhá-la para os cuidados de saúde necessários.

Com base nesses três exemplos, podemos ter uma ideia do que vem pela frente e os desafios a serem superados para dar continuidade às atividades escolares.

Plano de retorno das aulas

Plano de retorno das aulas para o Paraná

Na quinta-feira, dia 30 de julho, o Comitê de Volta às Aulas do estado do Paraná apresentou o protocolo de retorno das aulas presenciais. O protocolo trouxe detalhes sobre como vai funcionar o retorno das atividades presenciais quando for autorizado pelas autoridades da Secretaria da Saúde.

Além das medidas de segurança sanitária e pedagógicas previstas, o protocolo ainda estabelece a participação dos pais em uma consulta sobre o modelo, uso de insumos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), distanciamento de 1,5m em todos os espaços, incluindo na sala de aula. Será feita também a aferição de temperatura de todos que adentrarem a escola, tendo como limite 37º.

Volta gradual:

O protocolo prevê um retorno gradual, por faixa etária, na seguinte ordem:

Estudantes da 3ª série do Ensino Médio e 9º ano do Ensino Fundamental
Estudantes do Ensino Médio
Estudantes do Ensino Fundamental anos iniciais e anos finais
Estudantes da Educação Infantil

Os horários também devem ser alternados e redefinidos para evitar a aglomeração de pessoas e a circulação simultânea de grande número de alunos, nas áreas comuns e nos arredores do estabelecimento.

Adoção do Ensino Híbrido:

De acordo com o protocolo do Paraná, as aulas remotas devem permanecer diariamente e as aulas presenciais ocorrerão de forma escalonada. Para isso, os estudantes serão divididos em grupos, que farão revezamento, permanecendo por uma semana em aulas presenciais e na outra semana em aulas remotas.

A retomada de conteúdos também é uma das preocupações do protocolo, com atividades, recuperação e atendimento de estudantes com maior dificuldade.

 

Como o SAE Digital pode ajudar você com o plano de retorno das aulas?

Para conseguir superar os desafios com a reabertura das escolas, será necessário, além dos protocolos de segurança, um planejamento pedagógico voltado ao aspecto acadêmico.

Considerando que será um cenário novo, após os impactos causados pelo isolamento, todos terão que se adaptar à nova realidade e recuperar o tempo perdido para dar continuidade ao processo de aprendizagem.

Ter um Sistema de Ensino e uma Assessoria Pedagógica pode ajudar você a planejar e executar as ações necessárias para a reabertura das escolas. Algumas sugestões de planejamento que propomos são:

  • Elaborar um cronograma de reposição.
  • Implementar uma gestão do ensino remoto.
  • Realizar avaliação diagnóstica.
  • Desenvolver um plano de recuperação.
  • Rever o planejamento anual para o retorno das aulas.
  • Estruturar o plano de reposição.
  • Preparar atividades complementares.
  • Definir estratégias de reposição.
  • Preparar medidas de saneamento.
  • Criar um plano de comunicação.

SAE Planeja: a solução para organizar seu planejamento escolar – Clique e saiba mais!

Plano de retorno das aulas

Plano de ação escolar para o retorno das aulas

Para tanto, o ideal é desenvolver um Plano de Ação Escolar a fim de administrar as atividades institucionais e alcançar os objetivos propostos, para a volta às aulas acontecer de maneira adequada.

Esse plano propõe definir os objetivos e as metas, bem como as ações necessárias para alcançá-los, o estabelecimento de prazos e a divulgação do plano para que todos os envolvidos possam colocar em prática e o acompanhamento dos resultados.

 

Avaliação diagnóstica:

A avaliação diagnóstica é uma das primeiras atitudes a serem tomadas para estabelecer um plano, pois ela indicará o nível de aprendizagem dos alunos durante as aulas remotas e norteará as estratégias para dar continuidade ao processo presencial. O ideal é avaliar todo o ciclo de aprendizagem, utilizando instrumentos variados e de forma qualitativa.

O SAE Digital pode auxiliar a avaliar a aprendizagem durante o ensino remoto. Para saber como, clique aqui.

 

Plano de comunicação:

Outro ponto a ser considerado para possibilitar o retorno das aulas é que todos estejam bem informados quanto aos procedimentos de proteção para a prevenção.

Pensando nisso, o SAE Digital elaborou um quiz sobre a prevenção ao Coronavírus, para informar e orientar a comunidade escolar, estimulando o engajamento no combate à doença. Sua escola pode disponibilizar aos seus alunos o modelo que elaboramos, para ajudá-los a se conscientizarem sobre as atitudes que devem tomar ao retornar às aulas presenciais. Para saber mais sobre o quiz, clique aqui.

 

Ensino Híbrido:

Uma ótima opção para estabelecer a transição entre as aulas a distância e presenciais é o ensino híbrido, visto que uma das propostas para a reabertura das escolas é realizar um rodízio para evitar aglomerações e fazê-la de forma gradual.

Trata-se de uma metodologia de ensino que mescla o ensino remoto e presencial, possibilitando a aprendizagem em qualquer ambiente, não somente na escola, através das modalidades de rotação, sala de aula invertida, laboratório on-line e flexibilidade.

Quer saber como implementar o Ensino Híbrido na sua escola? Leia o nosso super post! 

Acolhimento socioemocional:

O acolhimento socioemocional também é primordial nesse processo de volta às aulas, e as escolas precisam estar preparadas para oferecer esse suporte. Para realizar essa tarefa de forma adequada, é preciso incluí-la no Plano Político Pedagógico.

Para entender melhor a importância dos aspectos socioemocionais, leia esse artigo e baixe o e-book com o modelo de plano de aula desenvolvido pelo SAE, que vai auxiliar você a incluir o tema nas aulas.

______________________________________________________________________________

Para ficar por dentro das novidades na área da educação, continue acompanhando nosso blog e nossas redes sociais (Facebook | Instagram).  E conte aqui nos comentários qual é a maior dificuldade para a sua escola com o retorno das aulas?

Novo Ensino Médio

 

Imagem: Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos