Como melhorar a comunicação entre família e escola

A comunicação entre a família e escola é, por vezes, um assunto esquecido pelas instituições de ensino, mas não deveria. Este é um tema importante em vários aspectos. Quando os pais acompanham de perto a vida escolar dos filhos, todos saem ganhando.

É de responsabilidade da escola incentivar a participação dos familiares no dia a dia de seus filhos na instituição, tanto com relação aos estudos, quanto outros assuntos. Entre esses estão as relações sociais das crianças e jovens — vividos em sua maior parte com colegas da escola — e o desenvolvimento deles, em geral, no ensino e como cidadão.

Para ajudar os gestores e instituições de ensino a exercer essa função, vamos abordar, nesse post, porque é tão importante investir na relação entre a família e escola. Também daremos dicas do que ajuda a melhorar essa comunicação para beneficiar ambas as partes.

Comunicação na escola: 8 dicas para melhorá-la

Por que melhorar a relação entre família e escola?

A boa relação entre família e escola é importante por diversos motivos. Todos saem beneficiados desse vínculo favorável: tanto os alunos quanto a escola. 

Os alunos ganham maior acompanhamento de sua vida escolar, o que interfere positivamente no seu desenvolvimento. Já para as instituições de ensino, é uma ótima forma de ajudar na retenção de alunos.

Veja abaixo os benefícios de cultivar a comunicação e relacionamento entre família e escola.

Família na escola: 7 formas de engajar os familiares de seus alunos na educação

  • Benefícios para o aluno

Família e escola juntas, nutrindo uma boa relação, possibilita o desenvolvimento de um cenário muito vantajoso para os alunos. A consequência direta é a maior participação dos pais na vida escolar dos filhos. E essa traz diversos benefícios aos estudantes.

Primeiramente, há um acompanhamento de perto nas atividades e estudos realizados em casa. Com maior apoio e até ajuda dos pais nos estudos, o desempenho dos alunos aumenta. 

A participação dos pais na vida escolar dos filhos incentiva-os a se dedicar mais a estudar e realizar tarefas de casa. Saber que os pais tomarão conhecimento e se importarão quando uma tarefa não for realizada, ou o desempenho em alguma prova for ruim, por exemplo, pode ser um motivador.

A melhora aparece não só nas notas e avaliações, mas em todo o desenvolvimento do aluno. Inclusive com relação à disciplina e comportamento em sala de aula: as crianças que recebem mais atenção dos pais, em sua maioria, são mais disciplinadas.

Disciplina no ensino remoto – Como desenvolver nos alunos

E isso não vale apenas para as crianças, os jovens também ganham esses benefícios ao notar uma boa relação entre família e escola.

  • Benefícios para a escola

Para a escola, os ganhos em cultivar uma boa relação com os familiares de seus alunos e incentivar a participação dos pais no dia a dia são notáveis.

Ao manter um caminho aberto e relacionamento próximo entre família e escola, é possível obter sugestões e críticas para melhorar o trabalho. Como se fosse uma pesquisa de satisfação informal, de baixo custo e constante. Escutando não só os alunos, mas também seus familiares, é possível tornar a escola cada vez mais atrativa para eles e outros interessados.

Outro motivo pelo qual se deve investir na comunicação entre família e escola é a  maior retenção de alunos. O relacionamento com a escola é um dos aspectos levados em consideração na hora de rematricular os filhos para o próximo ano letivo. Quando esse vínculo é positivo, o índice de rematrículas e, portanto, o de retenção de alunos é maior, diminuindo a evasão escolar.

Mais uma consequência da satisfação com a relação entre família e escola é refletida na captação de alunos. Pais satisfeitos indicam mais a instituição para os colegas que têm filhos em idade escolar. E sabe-se que a divulgação boca a boca é uma das formas mais efetivas de marketing educacional. 

Clique no vídeo abaixo para acessar o webinar do SAE Digital sobre família e escola como pilares protagonistas na vida das crianças.

 

Como melhorar a comunicação entre família e escola?

Para que essa relação seja boa e proporcione bons frutos em todos os pontos mencionados acima, é preciso que a comunicação entre família e escola seja fluida e positiva.

Algumas estratégias podem ajudar a escola a manter e incentivar a comunicação com os pais. Veja algumas delas:

  • Ter canais abertos de comunicação entre família e escola

O primeiro passo para incentivar a participação dos pais na vida escolar dos filhos e a comunicação com a escola é ter canais abertos de comunicação. Isso não significa apenas falar com os pais todos os dias ou ter reuniões mensais, por exemplo. Nesse caso, o segredo não é a frequência, mas sim deixar claro que eles podem contatar a escola quando quiserem ou sentirem necessidade.

Telefones para contatos devem estar disponíveis e sempre serem atendidos por funcionários proativos que possam solucionar possíveis problemas. Também vale explorar os meios digitais de comunicação para isso. Disponibilize e divulgue um e-mail ou número para enviar mensagens. Mais uma vez, eles devem ser acompanhados e respondidos diariamente. Apenas ao serem atendidos nas primeiras tentativas é que os pais se sentirão encorajados para continuar se comunicando com a escola.

As redes sociais da escola também devem ser acompanhadas, pois a comunicação com os pais pode nascer ali, da interação por meio de comentários ou mensagens diretas.

  • Manter o diálogo constante

Além de manter os canais abertos e constantemente atualizados, muitas vezes é preciso que a escola tenha atitudes mais ativas para manter a comunicação com os pais. Para isso, a escola precisa incentivar a comunicação constante com os familiares.

Para incentivar a participação da família na escola, uma dica é mostrar o quão importante é essa presença deles na vida escolar dos filhos. Além disso, mantenha-os informados sobre os acontecimentos da escola e dos estudantes. 

Atualmente é possível ir além da tradicional agenda escolar, expandindo as ações para os meios digitais. Além de serem mais práticos e funcionais, facilitam a participação dos pais dos alunos maiores também no dia a dia da escola.

  • Diversificar a comunicação usando tecnologia

Como mencionado anteriormente, as ferramentas tecnológicas são ótimas alternativas para diversificar e facilitar a comunicação entre família e escola. A vantagem delas se mostra na praticidade e instantaneidade da comunicação, fora as possibilidades diversas que tais meios oferecem.

Além do e-mail e número de celular próprio da escola para o envio mensagens há outras formas de incentivar e diversificar as formas de comunicação.

Uma ideia, a partir do e-mail, é criar uma newsletter. Defina uma frequência específica e mande constantemente informações sobre a escola por meio dela

Um grupo entre a escola e os pais é também um meio de comunicação e interação direta, e pode ser realizado através de diversos aplicativos ou até mesmo redes sociais.

Como organizar a primeira reunião pedagógica do ano letivo

  • Realizar reunião de pais e incentivar a participação

Por mais que os meios digitais sejam de grande ajuda para manter a comunicação constante entre família e escola, as reuniões de pais também têm um papel importante. Trata-se de um momento em que os pais podem ter a comunicação direta com os gestores e, principalmente, professores dos filhos.

As reuniões tornam-se verdadeiras oportunidades para os pais conhecerem e tirarem dúvidas sobre as práticas pedagógicas e também sobre o desempenho dos filhos, em particular. Além disso, pais podem conversar com outros colegas durante tais ocasiões.

Mas apenas a realização das reuniões de pais não são suficientes. É preciso incentivar a presença deles por meio de outros canais de comunicação.

Para isso vale promover a participação efetiva dos familiares nos eventos escolares e estimular a interação entre família e escola, também, em um contexto mais informal

Reunião de pais: roteiro completo para você planejar a sua!

  • Realizar eventos

A realização de eventos durante o ano letivo é outra estratégia interessante para engajar a família na escola. Trata-se de uma oportunidade de fazer os pais participarem da vivência escolar como um todo, fazendo parte também da parte social dessa experiência.

Além de ter contato com a escola, e conhecê-la fisicamente de forma mais profunda, é mais uma oportunidade de conversar com outros pais, de maneira descontraída. 

É interessante para a escola promover um momento prazeroso de lazer e bem-estar, que una a família.

Esses eventos podem ser de Dia dos Pais/Dia das Mães e até mesmo feiras culturais e científicas promovidas pela escola.

Ao incentivar a participação da família na escola, não só no âmbito educacional, a instituição ainda demonstra se preocupar com o desenvolvimento dos alunos, unidos com os seus pais, provando seus valores.

O SAE Digital apresenta mais materiais para auxiliar não só na otimização da comunicação escolar, mas também nas diversas áreas de gestão de instituições de ensino. Confira!

Quer saber como o SAE Digital pode te ajudar a manter uma relação próxima entre escola e família? Então fale com um de nossos consultores clicando na imagem abaixo.

Como organizar a primeira reunião pedagógica do ano letivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos