Como avaliar no Novo Ensino Médio?


A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) trouxe diversas mudanças para o Ensino Médio, inclusive alterou a maneira de avaliar os alunos, pois o sistema anteriormente utilizado já não atende as necessidades atuais. Confira no post de hoje como avaliar no Novo Ensino Médio!

Novo Ensino Médio e BNCC

A avaliação no Novo Ensino Médio precisa considerar as mudanças propostas pela BNCC, que altera a organização curricular, a carga horária, os componentes curriculares, os itinerários formativos e o Projeto de Vida.

Os componentes curriculares são divididos por áreas do conhecimento, mas trabalhados de maneira mais ampla e integrada com base na interdisciplinaridade, abordada nas competências específicas e habilidades da BNCC.

A nova organização curricular permite uma parte flexível e diversificada com itinerários formativos, que oferecem um conjunto de disciplinas entre as quais os alunos podem escolher aquelas em que se aprofundarão em conteúdos específicos da área do conhecimento de mais interesse.

O objetivo é oferecer aos estudantes experiências do mundo do trabalho, incluindo a Formação Técnica Profissional, a fim de prepará-los para o futuro no mercado de trabalho com base em uma escolha assertiva conforme os próprios interesses.

Desse modo, os estudantes conseguem construir o próprio Projeto de Vida – outra proposta do Novo Ensino Médio na BNCC – e, com protagonismo, decidir seu futuro profissional e pessoal.

Nessa proposta, desenvolvem habilidades e competências para uma formação integral, alinhada à profissão que escolheram e pautada nas experiências oferecidas pela escola.

Com todas essas mudanças, a avaliação no Novo Ensino Médio também precisa ser alterada para atender esses arranjos curriculares e garantir a eficácia do processo de ensino e aprendizagem conforme a proposta da BNCC.

Como avaliar no Novo Ensino Médio?

O que é avaliar?

Avaliar consiste em acompanhar a aprendizagem dos alunos, para verificar se estão conseguindo assimilar os conhecimentos e se as práticas de ensino estão sendo eficazes e identificar as dificuldades para ajudá-los a melhorar o desempenho.

É um recurso pedagógico importante para garantir o cumprimento dos direitos de aprendizagem previstos nas legislações da educação, sobretudo na Constituição Federal.

Historicamente, o sistema de avaliação tinha como base exames de caráter punitivo, ou seja, definiam a aprovação ou a reprovação dos alunos com base na pontuação de desempenho alcançada.

Os principais sistemas de avaliação utilizados nas escolas atualmente estão descritos na sequência.

  • Somativa ou cumulativa: atribui notas e conceitos para promover o aluno para as próximas etapas.
  • Formativa: possibilita ao aluno que tenha conhecimento de seus erros e acertos e, assim, possa buscar evoluir.
  • Diagnóstica: identifica as causas de dificuldades específicas do estudante na assimilação do conteúdo para buscar soluções.
  • Comparativa: verifica se os estudantes dominam um tópico do conteúdo durante ou logo após sua apresentação em aula.

Utilizar somente esse sistema não atende as necessidades do mundo atual, pois, embora as avaliações formais continuem sendo utilizadas e importantes para o processo de ensino e aprendizagem, não podem ser uma sentença, e outros aspectos devem ser considerados.

Nesse cenário, a BNCC surgiu para transformar o processo de ensino e aprendizagem e otimizar a maneira de avaliar os alunos, com base em diferentes competências e habilidades.

A avaliação no Novo Ensino Médio propõe considerar toda a trajetória escolar dos alunos, com uma abordagem qualitativa, inclusiva, construtiva e dinâmica, que vai além da atribuição de notas.

Nesse sentido, avaliar é muito mais que medir os acertos nas provas, é considerar o que os alunos produzem no dia a dia e a própria evolução, o que, em vez de punir, ensina como melhorar.

Avaliar no novo ensino médio

Como avaliar no Novo Ensino Médio?

Além da formação geral básica, a avaliação no Novo Ensino Médio precisa contemplar os itinerários formativos, articulando os objetos de conhecimento de uma área ou entre as áreas, em situações de aplicação na realidade próxima à do aluno.

Desse modo, as disciplinas não serão avaliadas individualmente, mas de maneira integrada, para mensurar o desenvolvimento das competências gerais e específicas da BNCC.

As avaliações formativas são instrumentos que podem ajudar a aferir essas competências, pois envolvem um processo transversal, ou seja, consideram o panorama geral do aluno.

Esse tipo de avaliação não tem caráter classificatório, serve para verificar se o aluno realmente assimilou os conteúdos e considera as dificuldades e os meios para ajudá-lo a evoluir.

A proposta é efetivar a aprendizagem ao oferecer dados aos professores para otimizar suas práticas e auxiliar os alunos no pleno desenvolvimento de suas competências e habilidades.

Assim, as avaliações formativas podem nortear o modo de avaliar os alunos com base no processo de aprendizagem, e não somente por meio das notas obtidas nas provas.

O professor avalia de modo contínuo ao longo das aulas, por exemplo: o aluno pode saber o conteúdo, mas não consegue demonstrar na prova, portanto pode ser avaliado pelo que desenvolve em sala de aula e suas condições.

Esse sistema de avaliação possibilita aos alunos que tenham conhecimento de seus erros e acertos, o que os estimula a continuar os estudos de modo sistemático e buscar a própria evolução.

A avaliação formativa pode ser feita de diversas maneiras, com base na seguinte divisão:

  • autoavaliação do aluno;
  • avaliação do processo de ensino-aprendizagem;
  • avaliação do professor.

A BNCC define que, entre as ações a serem tomadas pelas escolas para assegurar as aprendizagens essenciais, estão justamente as avaliações formativas, conforme o documento oficial:

Construir e aplicar procedimentos de avaliação formativa de processo ou de resultado que levem em conta os contextos e as condições de aprendizagem, tomando tais registros como referência para melhorar o desempenho da escola, dos professores e dos alunos” (BNCC, 2018, p. 17).

Os demais modelos de avaliação também podem ser utilizados, desde que respeitem as diretrizes, os direitos de aprendizagem e as competências gerais e específicas.

Como avaliar no Novo Ensino Médio?

Como avaliar nos Itinerários Formativos?

A avaliação no Novo Ensino Médio deve considerar que cada aluno terá uma organização curricular diferente, conforme suas preferências, portanto deve ser adaptada para cada situação, visto que a base não formalizou um sistema avaliativo próprio para os itinerários formativos.

Desse modo, cabe às instituições de ensino elaborar uma maneira autônoma de realizar a avaliação no Novo Ensino Médio para a parte flexível do currículo, assegurando que as diretrizes sejam cumpridas.

Os itinerários formativos envolvem disciplinas, projetos, oficinas, núcleos de estudos, entre outras atividades, e as avaliações podem ser aplicadas nessas atividades, não necessariamente em provas como na formação geral básica.

Eles são organizados por eixos estruturantes, os quais podem servir de base para a avaliação no Novo Ensino Médio:

Investigação científica

Supõe o aprofundamento de conceitos fundantes das ciências para a interpretação de ideias, fenômenos e processos para serem utilizados em procedimentos de investigação voltados ao enfrentamento de situações cotidianas e demandas locais e coletivas, e a proposição de intervenções que considerem o desenvolvimento local e a melhoria da qualidade de vida da comunidade” (BNCC, 2018, p. 478).

É a possibilidade de os alunos percorrerem de maneira autônoma o mundo do conhecimento, levantando hipóteses sobre situações-problema e propondo soluções baseadas e justificadas por sua coleta de dados e informações.

Processos criativos para avaliar no Novo Ensino Médio

Supõem o uso e o aprofundamento do conhecimento científico na construção e criação de experimentos, modelos, protótipos para a criação de processos ou produtos que atendam a demandas para a resolução de problemas identificados na sociedade” (BNCC, 2018, p. 478).

Envolvem as soluções apresentadas pelos alunos que motivam a criação de protótipos, a organização de apresentações e o desafio para o novo.

Empreendedorismo

Supõe a mobilização de conhecimentos de diferentes áreas para a formação de organizações com variadas missões voltadas ao desenvolvimento de produtos ou prestação de serviços inovadores com o uso das tecnologias” (BNCC, 2018, p. 479).

O fator impulsionador desse eixo é o ideal do ser humano em busca da felicidade e do bem-estar comum. Formas de se comunicar, de “vender” suas ideias e seus produtos, de buscar recursos físicos e humanos e de organizar parcerias devem ser o mote dos diversos itinerários criados.

Mediação e intervenção sociocultural para avaliar no Novo Ensino Médio

Supõem a mobilização de conhecimentos de uma ou mais áreas para mediar conflitos, promover entendimento e implementar soluções para questões e problemas identificados na comunidade” (BNCC, 2018, p. 478-479).

Nesse eixo, os alunos devem ser convocados para agir. Não importa o tamanho da ação proposta, eles são instigados a solucionar pequenos ou grandes problemas, atingindo parte da comunidade próxima e alçando voos mais altos.

Esses eixos podem ser avaliados de diferentes formas, como projetos, intervenções diretas na comunidade ou soluções para uma situação-problema. Alguns aspectos importantes devem ser considerados na avaliação do Novo Ensino Médio com os itinerários formativos:

  1. Adequação à realidade escolar – investigar as reais condições de sua turma e de sua escola.
  2. Avaliação contextualizada para os alunos – deve ser adequada ao público-alvo, ou seja, à faixa etária e aos interesses deles.

Os projetos são ideais para avaliar diferentes saberes e tornar a avaliação mais precisa, pois articula a teoria e a prática por meio de atividades de análise, de reflexão crítica e de problematização.

A avaliação processual também é indicada para avaliar os itinerários formativos, visto que a aprendizagem é um processo de progresso constante. Desse modo, cada produção dos alunos deve ser avaliada, mas não só o resultado final, e sim a maneira como foi idealizada e desenvolvida, considerando as dificuldades enfrentadas e as soluções criadas.

O sistema de avaliação formativa também atende os itinerários formativos, por meio do processo de metacognição, em que cada um pode refletir sobre seu modo de trabalho e aprendizagem, aprendendo com seus erros e acertos, assim como com a performance de seus colegas em cada fase do curso.

Como o SAE Digital pode ajudar sua escola?

O SAE Digital elaborou propostas de avaliação no Novo Ensino Médio para auxiliar as escolas nesse desafio.

Para as avaliações da formação geral básica, destacamos as seguintes soluções:

Desafio SAE Young para avaliar no Novo Ensino Médio

Avaliações com uma redação e 95 questões, das quais os alunos devem responder a 90. O conteúdo abordado envolve todos os componentes curriculares trabalhados nos materiais principais do SAE Digital.

Essa solução é oferecida para todas as séries do Ensino Médio quatro vezes ao ano, uma para cada volume da Coleção. Os Desafios SAE Young podem ser usados por você para verificar a aprendizagem, assim como para trabalhar competências de gerenciamento de tempo e de controle emocional.

Banco de Provas

Ambiente digital com blocos de 10 questões por área do conhecimento, que estão relacionadas aos capítulos do material. Você pode usá-las da maneira que quiser. Assim como os Desafios SAE Young, também são disponibilizadas quatro vezes ao ano.

Arena SAE

Plataforma com banco de questões do Enem e dos vestibulares mais consagrados. Nossa equipe selecionou essas questões de domínio público a fim de atender as diferentes áreas e de proporcionar mais uma ferramenta avaliativa que pode ser aplicada em todas as séries do Ensino Médio.

Avaliação Diagnóstica

É destinada aos educandos da 1.ª série, com o objetivo de averiguar as aprendizagens obtidas ao longo do Ensino Fundamental Anos Finais. São 95 questões, das quais 90 precisam ser respondidas, que tratam de Linguagens e Códigos e de Matemática e suas Tecnologias. A solução é disponibilizada para escolas a partir de janeiro por meio da Arena SAE e do Portal do Professor. Após sua aplicação, são gerados relatórios que ajudam você a planejar sua aula de maneira a potencializar a aprendizagem dos alunos.

Para os itinerários formativos, o SAE Digital oferece as seguintes soluções para avaliar no Novo Ensino Médio:

Arena SAE para avaliar no Novo Ensino Médio

Assim como pode ser utilizada para avaliar a formação geral básica, essa ferramenta permite ao professor pesquisar questões relacionadas aos temas escolhidos para os itinerários formativos. Nela, você pode utilizar o buscador para selecionar essas questões.

Projetos “Educação financeira e tomada de decisão” e “Mudanças climáticas e energias do futuro”

Projetos sugeridos ao professor para realizar com os seus alunos e acompanhar o desenvolvimento deles. Normalmente, são bimestrais e passíveis de avaliação, sendo cada projeto organizado em quatro etapas por componente, que acompanham o desenvolvimento dos temas, das habilidades e dos conteúdos abordados.

Trilhas no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)

São trilhas digitais de questões para cada módulo. Elas permitem aos alunos que treinem e pratiquem seus conhecimentos sobre diferentes conteúdos. Além disso, podem ser utilizadas como avaliações diagnósticas e processuais. Elas estão disponíveis apenas para estes componentes impressos:

  • Educação financeira e tomada de decisão;
  • Mudanças climáticas e energias do futuro;
  • Conhecendo o Universo da Língua Espanhola;
  • Voz e vez e a expressão da Arte;
  • História da Filosofia e formação do pensamento crítico;
  • Papel da Sociologia na compreensão do mundo.

___________________________________________________________________

Faça o download do e-book e confira as propostas completas do SAE Digital para a avaliação no Novo Ensino Médio! Basta acessar o link — Novo Ensino Médio: propostas de avaliação.

Torne-se uma escola conveniada e tenha acesso a todas essas soluções! Fale com um de nossos especialistas e venha Saber, Agir e Evoluir com a gente!

Assine nossa newsletter e acompanhe o blog para saber mais sobre o mundo da educação. Visite nossas redes sociais para conferir conteúdos exclusivos.

Catálogo 2023

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos