Interdisciplinaridade na educação – Confira!


Interdisciplinaridade na educação

Você, provavelmente, já ouviu falar em interdisciplinaridade na educação, pois o assunto é bastante discutido atualmente no meio educacional. No post de hoje, falaremos mais sobre esse conceito e como aplicá-lo na sua escola. Confira!

O que é interdisciplinaridade na educação?

O conceito de interdisciplinaridade estabelece relações entre duas ou mais disciplinas, ou áreas do conhecimento, associando o que é comum entre elas, aplicada no processo de ensino e aprendizagem.

Sendo assim, a interdisciplinaridade na educação é um método de ensino que propõe integrar diferentes disciplinas, abordando os conteúdos de modo a estabelecer uma relação entre eles, passando por todas as áreas do conhecimento.

A interação entre disciplinas distintas permite complementar os saberes e contextualizar o objeto de estudo, utilizando outras áreas do conhecimento para aprender.

Por exemplo, ao trabalhar Ciências da Natureza de maneira interdisciplinar, é possível associar os componentes curriculares de História, Língua Portuguesa e Matemática.

A interdisciplinaridade tem como premissa um novo olhar diante do conhecimento, propõe uma mudança de atitude em busca do contexto do conhecimento, ou seja, estabelece uma aprendizagem integral.

Seu objetivo é construir um conhecimento global, rompendo com os limites das disciplinas, fazendo com que os alunos compreendam a aplicabilidade dos conteúdos em diferentes contextos da sociedade, estabelecendo um vínculo com a realidade, ultrapassando uma abordagem puramente teórica e reducionista.

Interdisciplinaridade na educação

Desse modo, os estudantes constroem um novo olhar sobre os conteúdos trabalhados, conseguem compreender melhor ao associar com outras áreas, pois não são mais vistos como conhecimentos isolados.

Essa abordagem rompe com o modelo tradicional de educação, em que os alunos recebiam as informações, decoravam, utilizavam para realizar atividades e avaliações e logo as esqueciam, pois não conseguiam utilizá-lo na prática, diferente da proposta interdisciplinar, que tem como foco a aplicabilidade do conhecimento na vida real.

Desse modo, o princípio da interdisciplinaridade nos convida a considerar o caráter integrado e complexo do conhecimento, superando a fragmentação e a   especialização dos saberes nas disciplinas tradicionais da escola.

Ao reconhecer que a realidade é integrada e complexa, a interdisciplinaridade permite considerar a especialização de cada área do conhecimento buscando conexões, interações e implicações entre os diferentes campos do saber.

A perspectiva interdisciplinar na educação amplia e consolida a aprendizagem ao favorecer a construção de conexões entre os saberes, criando sentido e significado ao que se aprende.

Qual a importância da interdisciplinaridade na educação?

Ensinar de maneira interdisciplinar proporciona uma aprendizagem significativa, pois todos os conteúdos interagem entre si e constroem um sentido lógico, crítico e reflexivo, vinculados à realidade dos alunos.

A interdisciplinaridade na educação surgiu justamente como uma forma de superar a fragmentação entre as disciplinas, proporcionando um diálogo entre elas, relacionando-as entre si para a compreensão da realidade.

Para ser significativa, a aprendizagem de um novo conteúdo precisa se relacionar com o que o aluno já sabe, dessa forma, ele consegue organizar as informações e integrá-las, desenvolvendo um sentido mais concreto ao novo conteúdo adquirido.

Além disso, eles desenvolvem habilidades, como o senso crítico, a argumentação, a análise e a associação de informações, principalmente a compreensão da importância do que aprendem.

Ela também favorece o protagonismo dos alunos e o desenvolvimento da cidadania, visto que o objetivo é formar jovens aptos a intervir na realidade social e construírem seu projeto de vida com consciência e responsabilidade ao compreenderem que todos os conhecimentos se relacionam entre si e são aplicáveis ao seu cotidiano.

Esses princípios também estão explícitos no parágrafo 2.º do artigo 7.º das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio, que afirmam:

“[…] o currículo deve contemplar tratamento metodológico que evidencie a contextualização, a diversificação e a transdisciplinaridade ou formas de interação e articulação entre diferentes campos de saberes específicos, contemplando vivências práticas e vinculando a educação escolar ao mundo do trabalho e à prática social”.

Interdisciplinaridade na educação

A interdisciplinaridade na educação e as diretrizes

A interdisciplinaridade na educação brasileira, foi influenciada pela Lei n.º 5.692/1971 e pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), n.º 9.394/1996, dando origem aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs).

Conforme os PCNs, as propostas curriculares oficiais devem ser organizadas em disciplinas e/ou áreas. As instituições de ensino também podem optar por princípios norteadores, eixos ou temas, desde que abordem os conteúdos de modo interdisciplinar, buscando integrar o cotidiano social com o saber escolar.

Na interdisciplinaridade, os objetivos específicos de cada disciplina devem ser preservados, mas superar o limite da disciplina através do diálogo, tratando e contextualizando um tema/objetivo comum entre diversas disciplinas.

As questões sociais que devem ser relacionadas a todas as disciplinas com foco na problematização e na análise são:

Os conteúdos são considerados como um meio para o desenvolvimento amplo do aluno e para a sua formação como cidadão. Portanto, cabe à escola o propósito de possibilitar aos alunos o domínio de instrumentos que os capacitem a relacionar conhecimentos de modo significativo, bem como a utilizar esses conhecimentos na transformação e construção de novas relações sociais” (PCNs).

Esses temas foram escolhidos por envolverem problemáticas sociais atuais que precisam de intervenções, estabelecendo um conhecimento escolar não fragmentado, mas sim contextualizado com a sociedade.

A interdisciplinaridade também é abordada na BNCC, a base tem como um de seus objetivos assegurar essa prática no ensino, conforme aparece no documento oficial:

“Decidir sobre formas de organização interdisciplinar dos componentes curriculares e fortalecer a competência pedagógica das equipes escolares para adotar estratégias mais dinâmicas, interativas e colaborativas em relação à gestão do ensino e da aprendizagem”.

Como exemplo, a abordagem interdisciplinar aparece nos objetivos da unidade temática da Matemática:

Essa unidade temática favorece um estudo interdisciplinar envolvendo as dimensões culturais, sociais, políticas e psicológicas, além da econômica, sobre as questões do consumo, trabalho e dinheiro. É possível, por exemplo, desenvolver um projeto com a História, visando ao estudo do dinheiro e sua função na sociedade, da relação entre dinheiro e tempo, dos impostos em sociedades diversas, do consumo em diferentes momentos históricos, incluindo estratégias atuais de marketing”. (BNCC, Matemática).

Interdisciplinaridade na educação – Confira!

Como aplicar a interdisciplinaridade na sua escola?

As instituições de ensino devem elaborar projetos pedagógicos interdisciplinares, promovendo o desenvolvimento de habilidades para intervir na realidade e transformar a sociedade.

Para isso, o MEC orienta que um projeto pedagógico interdisciplinar seja orientado por 3 principais diretrizes:

  1. Posicionar-se em relação às questões sociais e interpretar a tarefa educativa como uma intervenção na realidade no momento presente;
  2. Não tratar os valores apenas como conceitos ideais;
  3. Incluir essa perspectiva no ensino dos conteúdos das áreas de conhecimento escola.

É aplicada a partir dos temas transversais propostos pelos PCNs, acima mencionados, relacionando-os a todas as disciplinas trabalhadas, ou seja, uma questão social relevante pode ser abordada em diferentes áreas do conhecimento.

São temas relevantes para a compreensão e construção da realidade social, bem como dos direitos e responsabilidades relacionados à vida pessoal e coletiva, estimulando a participação política. Para tanto, devem ser trabalhados de forma transversal nas áreas e/ou disciplinas já existentes.

Em outras palavras, esses temas têm o objetivo de abordar em sala de aula os conceitos e valores básicos à democracia e à cidadania e formar pessoas preparadas para propor intervenções para os problemas sociais, considerados temas de abrangência nacional e até mesmo de caráter universal.

O Enem já aborda a interdisciplinaridade, principalmente na prova de redação, visto que solicita aos estudantes analisar e organizar informações, bem como propor intervenções para problemas.

Como elaborar um projeto interdisciplinar?

Para elaborar um projeto interdisciplinar na escola, o coordenador pedagógico precisa mediar o trabalho em equipe entre os professores das diferentes disciplinas. O ideal é realizar reuniões em que o coordenador selecione o conteúdo do tema de estudo, considerando o currículo da série, os objetivos gerais e específicos de cada disciplina.

Depois, ele propõe que cada professor apresente sugestões de como integrar e articular as disciplinas, estabelecendo uma relação do tema com os objetivos de cada disciplina, os pontos em comum e então discutam entre si para estabelecer quais serão as atividades que serão conduzidas de forma integrada.

Para organizar melhor o projeto, é possível seguir o passo a passo:

  1. Reunião Pedagógica de Planejamento com professores de diferentes disciplinas, para estabelecer os temas que tenham uma relação prática com o dia a dia dos alunos.
  2. Estabelecer quais são as necessidades de aprendizagem dos alunos, estabelecendo competências e conhecimentos que irão desenvolver e os objetivos comuns entre as disciplinas.
  3. Definir as atividades e os conteúdos e como cada professor irá abordar o tema interdisciplinar na prática, bem como as formas de avaliação.
  4. Discutir os recursos e o cronograma para executar o projeto interdisciplinar;
  5. Aplicar o projeto interdisciplinar, introduzindo os temas nas disciplinas e realizando as atividades.
  6. Realizar uma análise ao final do projeto para avaliar a aprendizagem dos alunos, identificando os pontos positivos e negativos do projeto, buscando mudanças necessárias na metodologia de aplicação da interdisciplinaridade.

___________________________________________________________________

Conheça as soluções do SAE Digital para a sua escola! Oferecemos produtos e serviços voltados para a melhoria do ensino e aprendizagem dos seus alunos, totalmente de acordo com as diretrizes da educação. Fale com um de nossos assessores e saiba mais!

Acompanhe nosso blog para acessar mais conteúdos como esse. Visite também nossas redes sociais para conferir posts exclusivos!

Interdisciplinaridade na educação


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos