Blog

O que muda com a BNCC? Conheça as mudanças que a Base traz para professores e gestores

  • Fernanda Penteado
  • 10 meses atrás
  • Atualizada em 01/11/2018
  • 5 min. de leitura
  •  
  • 2.271 visualizações

A partir de 2019 com o início da implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) , do Ensino Fundamental – Anos Iniciais e Finais, nas escolas de todo o Brasil, várias mudanças surgirão e muitos professores, coordenadores, diretores e mantenedores ainda tem dúvidas sobre o que muda com a BNCC.

Pensando nisso, fizemos esse post para te ajudar a entender um pouco mais do assunto. Aqui, nós listamos as principais mudanças para os professores e também para os gestores. Quer saber o que muda com a BNCC? Continue lendo esse post!

O que muda com a BNCC para o professor?

A seguir, listamos algumas das principais mudanças que a Base Nacional Comum Curricular trará para a rotina do professor. Dentre elas, citamos a intensificação do novo olhar sobre a educação: o maior protagonismo do aluno, a maior inserção da tecnologia e as novas metodologias de avaliação.

Vamos conferir detalhadamente o que muda com a BNCC para o professor?

·         A BNCC intensifica um novo olhar sobre a educação e o protagonismo do aluno

Há alguns anos, a ideia do professor como principal transmissor de conhecimento ou como detentor único do saber já vinha perdendo força. E com a BNCC isso é intensificado, a quebra desse paradigma acontece de fato.

A ruptura dessa visão mais antiga acontece em grande parte porque os alunos das gerações atuais mudaram e são mais independentes. Se antes era somente na escola que o conhecimento era adquirido, hoje o conhecimento é mais acessível e está, na maioria das vezes, na palma da mão.

Portanto, a partir do fácil acesso à notícias e à internet, de modo geral, as crianças já chegam nas escolas sabendo muito. Então, cabe agora ao professor transformar sua forma de atuação. Ele deixa de ser o único transmissor do conhecimento e passa a ser o mentor, o mediador, o tutor.

De forma resumida, com a intensificação dessa ideia, o professor passa a orientar e a auxiliar o aluno no processo de ensino e aprendizagem – o transformando em protagonista da construção do conhecimento e da sociedade em que vive.

·         A Base propõe a maior inserção da tecnologia

Além do protagonismo do aluno, a Base também propõe a maior inserção da tecnologia no processo de ensino e aprendizagem, de forma a se aproximar dos alunos das novas gerações. Isso está presente na Competência 5 da BNCC, que consiste em

“Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.”

(BNCC)

Dessa forma, com a implementação da BNCC, tanto escola quanto professores deverão inserir de forma mais efetiva e recorrente a tecnologia em sala de aula. Portanto, professor, comece a refletir sobre os benefícios que as diversas tecnologias podem trazer para sua sala de aula. Já imaginou ter alunos mais engajados? Então, ela pode ser uma solução!

O que muda com a BNCC?  Conheça as mudanças que a Base traz para professores e gestores

E o que muda para o gestor escolar?

Além das mudanças para o professor, a implementação da BNCC também traz mudanças para as figuras envolvidas na gestão escolar, como os mantenedores, diretores e coordenadores.  Vamos ver o que muda com a BNCC para este grupo?

·         O planejamento escolar e o Projeto Político Pedagógico serão atualizados e terão uma nova perspectiva

A partir da mudança do olhar sobre a educação que conversamos acima, o planejamento escolar e o Projeto Político Pedagógico (PPP) das escolas também terão uma nova perspectiva. Se olhar para o papel do professor muda, o olhar sobre o planejamento também deve sofrer alterações.

Um exemplo disso é a atualização constante do PPP das instituições. Construído de forma coletiva, ele deverá trazer um planejamento levando em consideração as necessidades e a realidade dos alunos das novas gerações, além da figura do professor como tutor e não mais como detentor único do saber.

Se considerarmos que a BNCC traz de forma mais intensa a inserção da tecnologia no processo de ensino e aprendizagem, essa utilização deve estar planejada e colocada no PPP de sua instituição. Além de garantir que ela estará, de fato, em sala de aula, você estará adequando seu projeto político às necessidades de aprendizagem e se aproximando da realidade de seus alunos. 

·         As orientações para o novo formato de avaliação serão reforçadas

Já falamos nesse post de várias mudanças que ocorrerão com a implementação da BNCC e, de uma forma ou outra, todas essas mudanças se complementam. A mudança deste tópico tem a ver com a mudança do olhar sobre a educação, como já falamos em outros tópicos desse post.

Com a BNCC e essa mudança de perspectiva sobre a educação, a forma de avaliação do aluno passa a ser realizada de forma mais global e integral. Dessa maneira, como abordado pelo próprio documento da Base, um de seus objetivos como currículo é

“construir e aplicar procedimentos de avaliação formativa de processo ou de resultado que levem em conta os contextos e as condições de aprendizagem, tomando tais registros como referência para melhorar o desempenho da escola, dos professores e dos alunos.”

(BNCC)

Além disso, conforme as 10 competências gerais da Base, o olhar integral sobre o aluno deve ser intensificado com a

“construção intencional de processos educativos que promovam aprendizagens sintonizadas com as necessidades, as possibilidades e os interesses dos estudantes e, também, com os desafios da sociedade contemporânea. Isso supõe considerar as diferentes infâncias e juventudes, as diversas culturas juvenis e seu potencial de criar novas formas de existir.”

(BNCC)

Por isso, gestor, reforce com seus professores a importância dessa avaliação global para o processo de ensino e aprendizagem e também para o desenvolvimento da criança.

·         O material didático utilizado pela escola deverá estar em consonância com a BNCC

A última mudança, mas não menos importante, que trazemos para você é a necessidade de utilizar materiais atualizados e de acordo com a BNCC em sua escola. Além disso, procure por materiais que estejam também em consonância com a realidade das novas gerações, ou seja, que tragam tecnologia relevante e que sejam hiperatualizados.

Agora que você já entendeu o que muda com a BNCC para professores e gestores, nos conte como está a implementação da Base em sua escola. É só deixar um comentário!

Quer saber mais sobre a BNCC e sua implementação nas escolas? Leia o nosso super post  e saiba tudo sobre o assunto! 

O que muda com a BNCC?  Conheça as mudanças que a Base traz para professores e gestores

 

 

Tags

Fernanda Penteado

Ver todos os artigos

2 respostas para “O que muda com a BNCC? Conheça as mudanças que a Base traz para professores e gestores”

  1. Vandimar oliveira dias disse:

    parabens, os posts sao muito legais. muito bons.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *