Blog

Habilidades da BNCC: O que são e para que servem?

  • Fernanda Andreazzi
  • 6 mêss atrás
  • Atualizada em 31/01/2019
  • 6 min. de leitura
  •  
  • 2.705 visualizações

Você certamente já ouviu falar sobre as 10 competências gerais da Base Nacional Comum Curricular (se ainda não ouviu, não se preocupe, produzimos um post sobre o assunto!). Enquanto as competências funcionam como um “fio condutor” da Educação Infantil ao Ensino Médio, os objetivos e as habilidades da BNCC dizem respeito às particularidades da aprendizagem e desenvolvimento dos estudantes durante cada uma dessas etapas de ensino.

Quer entender melhor o que são as habilidades da BNCC e qual é a sua função? Esta analogia vai deixar muito mais simples. Veja só!

Banner BNCC em série - SAE Digital

“Você é um motorista competente?”

Um motorista competente é capaz de se locomover pelas vias com segurança, respeitar a sinalização de trânsito, estacionar o seu veículo corretamente, lidar com imprevistos ou adversidades (como acidentes e congestionamentos, por exemplo) … entre diversas outras coisas envolvidas na atividade de conduzir um automóvel.

Mas… “O que é preciso para ser um motorista competente?”

Os objetivos e as habilidades da BNCC são as aptidões desenvolvidas ao longo de cada etapa de ensino e que contribuem para o desenvolvimento das competências gerais e específicas da Base.

Para que alguém seja capaz de realizar todas essas coisas, é preciso ter habilidade motora, noção espacial, capacidade de ler e interpretar sinais de trânsito, conhecimento da legislação de trânsito, noções básicas de mecânica, inteligência emocional… essas são habilidades que uma pessoa desenvolve ao longo de toda a vida e que, quando somadas, podem fazer dela um motorista competente!

Portanto, os objetivos e as habilidades da BNCC são as aptidões desenvolvidas ao longo de cada etapa de ensino e que contribuem para o desenvolvimento das competências gerais e específicas da Base.

De que forma aparecem as habilidades da BNCC?

Agora que você já sabe o que são os objetivos e as habilidades da BNCC, vamos ver de que forma eles aparecem em cada segmento?

Confira os esquemas:

Educação Infantil

Desde o ingresso na Educação Infantil, os alunos já começam a desenvolver as dez competências gerais da BNCC. Nesta etapa, sua aprendizagem e seu desenvolvimento são assegurados por seis direitos: conviver, brincar, participar, explorar, expressar e conhecer-se. Esses direitos conversam diretamente com os eixos estruturantes da EI – interagir e brincar.

Na Educação Infantil ainda não se fala em áreas de conhecimento ou componentes curriculares, mas em campos de experiência. A Base estabelece cinco campos de experiências nos quais as crianças podem se desenvolver:

  • Eu, o outro e nós.
  • Corpo, gestos e movimentos.
  • Traços, sons, cores e formas.
  • Escuta, fala, pensamento e imaginação.
  • Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações.

Dentro de cada campo de experiência são definidos diversos objetivos – a nomenclatura adotada para as habilidades na EI foi objetivos de aprendizagem e desenvolvimento. Estes objetivos são organizados dentro dos 3 grupos etários em que a BNCC delimita a Educação Infantil.

Exemplo

Vamos ver como os objetivos aparecem na Base?

BNCC - Objetivos Educação Infantil

De acordo com o exemplo da imagem, o código EI02TS01 diz respeito ao primeiro objetivo proposto no campo de experiências “Traços, sons, cores e formas” para o grupo das crianças bem pequenas. Portanto, as crianças deste grupo etário devem desenvolver a habilidade de “Criar sons com materiais, objetos e instrumentos musicais para acompanhar diversos ritmos de música”, entre diversas outras.

Ficou mais fácil de entender agora? Se quiser saber mais sobre as mudanças da BNCC para a Educação Infantil, confira este post!

Habilidades da BNCC: O que são e para que servem?

Ensino Fundamental

Em todo o curso do Ensino Fundamental (etapa mais longa da Educação Básica), o foco da aprendizagem das crianças e adolescentes continua sendo sobre as dez competências gerais da BNCC. Enquanto na Educação Infantil a Base estabelece campos de experiência para o desenvolvimento dos alunos, para o Ensino Fundamental essa divisão é feita em áreas de conhecimento e componentes curriculares. As áreas e componentes são os seguintes:

  • Linguagens (Língua Portuguesa, Arte, Educação Física e Língua Inglesa – a partir do 6º ano).
  • Matemática (Matemática).
  • Ciências da Natureza (Ciências).
  • Ciências Humanas (Geografia e História).
  • Ensino Religioso (Ensino Religioso).

Logo, a partir do Ensino Fundamental as competências gerais também se desdobram em competências específicas da área ou do componente.

De acordo com a Base Nacional Comum Curricular:

Para garantir o desenvolvimento das competências específicas, cada componente curricular apresenta um conjunto de habilidades. Essas habilidades estão relacionadas a diferentes objetos de conhecimento – aqui entendidos como conteúdos, conceitos e processos –, que, por sua vez, são organizados em unidades temáticas.

Portanto, os objetos de conhecimento são os conteúdos, conceitos e processos organizados em diferentes unidades temáticas que possibilitam o trabalho multidisciplinar, e são aplicados a partir do desenvolvimento de um conjunto de habilidades.

Exemplo

Quer ver como funciona na prática?

BNCC - Habilidades Ensino Fundamental

De acordo com este exemplo da BNCC, o código EF67EF01 é referente à primeira habilidade do componente de Educação Física, proposta para o bloco dos 6º e 7º anos. Então, durante a o estudo e a prática da Educação Física neste período, é esperado que os estudantes desenvolvam a habilidade de “Experimentar e fruir, na escola e fora dela, jogos eletrônicos diversos, valorizando e respeitando os sentidos e significados atribuídos a eles por diferentes grupos sociais e etários”.

Ficou muito mais claro, não é? Clique nos links se quiser saber mais sobre a BNCC no Ensino Fundamental Anos Iniciais e Anos Finais.

Ensino Médio

Enfim chegamos à etapa final da Educação Básica: o Ensino Médio. Ao final desta etapa, os estudantes devem completar o seu desenvolvimento dentro das dez competências gerais da Base Nacional Comum Curricular. Assim como na etapa anterior, o Ensino Médio também é organizado em áreas de conhecimento. Vamos ver quais são elas?

  • Linguagens e suas Tecnologias.
  • Matemática e suas Tecnologias.
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias.
  • Ciências Humanas e Sociais Aplicadas.

Devido à Reforma do Ensino Médio e à reformulação da BNCC para esta etapa, os componentes curriculares obrigatórios para os três anos do EM são os de Língua Portuguesa e Matemática. No entanto, as competências específicas e habilidades das demais áreas de conhecimento podem e devem ser desenvolvidas em diferentes arranjos curriculares a partir dos itinerários formativos.

Exemplo

Vamos ver como fica a identificação das habilidades?

BNCC - Habilidades Ensino Médio

Neste exemplo, o código EM13LGG103 representa a terceira habilidade relacionada à competência nº 1 da área de Linguagens e suas Tecnologias. De acordo com o código, esta habilidade pode ser trabalhada da 1ª à 3ª série do Ensino Médio, dependendo do arranjo curricular proposto pela escola. Portanto, entre a 1ª e a 3ª série, os estudantes devem desenvolver a habilidade de “Analisar o funcionamento das linguagens, para interpretar e produzir criticamente discursos em textos de diversas semioses (visuais, verbais, sonoras, gestuais)“.

Clique nos links para saber mais sobre a Reforma do Ensino Médio e a BNCC para este segmento!

O que achou das explicações? Ficou um pouco mais fácil de entender como funcionam as competências, objetivos e habilidades da BNCC? Deixe o seu comentário aqui!

Habilidades da BNCC: O que são e para que servem?

Tags

Fernanda Andreazzi

Ver todos os artigos

4 respostas para “Habilidades da BNCC: O que são e para que servem?”

  1. Muito bom o conteúdo, simples e fácil de entender.

  2. LAÍS disse:

    Me esclareceu muito!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *