O que é Gestão de Resultados Educacionais?

A gestão de resultados educacionais refere-se ao desdobramento do monitoramento e da avaliação de desempenho da escola relacionado à aprendizagem dos alunos.

De acordo com o Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar (Consed, 2007), ela “abrange processos e práticas de gestão para a melhoria dos resultados de desempenho da escola – rendimento, frequência e proficiência dos alunos”.

Os indicadores de qualidade que norteiam essa gestão incluem:

  • a avaliação e a busca contínua de melhoria do projeto pedagógico da escola;
  • a análise, a divulgação e a utilização dos resultados obtidos;
  • os níveis de satisfação da comunidade escolar;
  • a transparência de resultados.

Esse tipo de gestão é fundamental no processo educativo, pois o foco principal de uma instituição de ensino é promover a aprendizagem e garantir uma formação completa e de qualidade, que são os compromissos da instituição com a comunidade escolar.

Para tanto, é preciso realizar avaliações frequentemente a fim de verificar se o ensino da escola está sendo eficaz ou se precisa melhorar. Assim, com os resultados, é possível avaliar o trabalho da escola e buscar a otimização de suas práticas.

Entretanto, não adianta obter os resultados de desempenho se eles não forem aplicados de maneira assertiva para que ocorram mudanças positivas.

Nesse sentido, a gestão dos resultados educacionais tem o objetivo de utilizar os indicadores de desempenho como base para traçar estratégias pedagógicas que otimizem o processo de ensino e aprendizagem.

Você já ouviu falar da Síndrome da Impostora?

Como realizar uma gestão de resultados educacionais na escola?

A gestão de resultados educacionais se baseia na ideia de que há sempre o que ser melhorado no processo de ensino e aprendizagem para buscar a excelência na educação com questionamentos como:

  • A metodologia de ensino adotada pela escola está sendo eficaz?
  • Será que os alunos estão realmente adquirindo os conhecimentos transmitidos pelos professores?
  • Quais habilidades precisam ser desenvolvidas?
  • Há diferença no desempenho entre uma turma e outra?
  • Quais são os aspectos que divergem no desempenho?
  • Será que os resultados estão sendo bem utilizados para melhorar?

Para obter os resultados educacionais, é preciso fazer avaliações internas ou externas e formais ou informais, a fim de verificar o desempenho dos alunos, da turma e da escola de um modo geral.

As avaliações internas são as que a própria escola realiza, já as externas são promovidas pelos órgãos do governo responsáveis pela educação, como o MEC, que realiza provas como o Saeb, para avaliar a educação a nível nacional.

As avaliações formais podem ser diagnósticas, somativas ou cumulativas, comparativas, formativas, simulados, trabalhos, entre outros. As informais podem ser feitas fundamentadas na observação e no diálogo com a comunidade escolar.

Os indicadores educacionais obtidos pelas avaliações formais externas, como o Saeb e Ideb, são fundamentais para realizar a gestão de resultados, pois revelam a condição geral da educação brasileira.

Eles são baseados em exames padronizados e análises estatísticas e oferecem informações significativas e consistentes, pois utilizam elementos observáveis e mensuráveis.

Esses indicadores constituem uma síntese combinatória de elementos interligados que permitem a compreensão e o registro dos fatos e dos processos observados.

Eles também podem ser obtidos nas avaliações internas da escola com o mesmo objetivo, mas serão mais específicos e direcionados à própria escola e a seus alunos.

Em suma, para realizar a gestão de resultados educacionais da sua escola é preciso inicialmente aplicar avaliações, a fim de obter os indicadores. Por isso, conheça melhor cada uma das avaliações a seguir:

Você já ouviu falar da Síndrome da Impostora?

Gestão de Resultados Educacionais: Saeb

O Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) é um conjunto de avaliações externas em larga escala que oferece um diagnóstico da educação básica brasileira e de fatores que podem interferir no desempenho dos estudantes.

Como dissemos anteriormente, os indicadores educacionais oficiais devem ser considerados, e o Saeb, promovido pelo Inep e pelo MEC, é uma das principais provas que geram esses resultados.

A cada dois anos, o Saeb é aplicado em escolas públicas e em uma amostra de escolas privadas. Por meio de testes e questionários, ele permite a avaliação dos níveis de aprendizagem dos estudantes, considerando o contexto em que estão inseridos.

O Saeb permite às escolas que avaliem a qualidade da educação oferecida, e os resultados geram indicadores de qualidade do ensino brasileiro que auxiliam na elaboração, no monitoramento e no aprimoramento de políticas educacionais com base em evidências.

As médias de desempenho dos estudantes identificadas na avaliação, incluindo as taxas de aprovação, reprovação e abandono, apuradas no Censo Escolar, compõem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Avaliação somativa ou cumulativa

É o tipo de avaliação mais comum nas escolas brasileiras, pois atribui notas para avaliar o nível de aprendizagem do aluno como forma de promovê-lo para as próximas etapas.

Esse sistema de avaliação costuma acontecer ao fim de cada bimestre, trimestre, semestre ou ano. O professor trabalha com o aluno e o acompanha ao longo do processo, oferecendo orientações contínuas para melhorar o seu desempenho.

Gestão de Resultados Educacionais: Avaliação Formativa

A avaliação formativa tem o objetivo de identificar os erros e os acertos de forma sistemática, a fim de contribuir com a evolução dos alunos, avaliar o método de ensino e analisar o trabalho do professor no processo de aprendizagem.

Os erros e os acertos são repassados aos alunos como um feedback, com a finalidade de estimulá-los a continuar os estudos de forma sistemática, buscando sua evolução.

Avaliação Comparativa

Essa avaliação é aplicada após uma aula sobre um tema específico para checar se os estudantes apreenderam as informações e dominam o conteúdo apresentado pelo professor.

Os alunos e os familiares recebem feedbacks sobre o desempenho escolar, de modo a estimular atividades complementares em casa para melhorar os conteúdos que ainda não dominam.

Avaliação Diagnóstica

É realizada, geralmente, no início do ano letivo para identificar as causas de dificuldades específicas dos estudantes na assimilação do conteúdo e aperfeiçoar o processo de ensino e aprendizagem, com estratégias baseadas no diagnóstico obtido na avaliação.

Com base nesse diagnóstico, é possível que coordenadores, pedagogos e professores elaborem estratégias e planos de ações para atingir os objetivos esperados ao longo do ano.

Gestão de Resultados Educacionais: Simulados

O simulado escolar é uma forma de avaliação da aprendizagem que possibilita uma análise do desempenho dos alunos. Ele é uma espécie de diagnóstico, pois permite verificar periodicamente as necessidades e as lacunas pedagógicas de cada aluno e da turma.

Os resultados podem gerar dados estatísticos a serem utilizados na elaboração e na alteração do plano pedagógico, identificando os conteúdos que precisam ser priorizados e as intervenções necessárias para garantir a aprendizagem.

 

Leia também:

Pisa para Escolas: O que é e como as escolas particulares poderão participar

Como fazer um sistema de avaliação eficiente?

Você já ouviu falar da Síndrome da Impostora?

Gestão de Resultados Educacionais: O que fazer com os resultados?

Todas essas avaliações geram resultados e precisam de uma gestão para utilizá-los de modo adequado, visando à melhoria do processo de ensino e aprendizagem.

Com esses resultados, é possível estabelecer planos de ação para promover correções no que precisa ser melhorado, pensando em estratégias para otimizar as práticas pedagógicas.

O plano de ação escolar é uma prática essencial para a organização da escola, pois facilita a administração de seus processos de maneira eficiente e direciona suas atividades para o alcance de metas e objetivos projetados para o ano letivo.

Para utilizar a gestão dos resultados educacionais na melhoria do processo de ensino e aprendizagem é preciso estabelecer um plano de ação a ser aplicado nas práticas do dia a dia em sala de aula.

Com base nos resultados obtidos nas avaliações, o plano de ação escolar consiste em:

  • Definir objetivos: pode ser melhorar o desempenho dos alunos em determinado conteúdo;
  • Traçar metas: alterar a metodologia de ensino por não estar sendo eficaz e utilizar um material didático mais apropriado, por exemplo;
  • Propor ações: oferecer aulas de reforço, atividades complementares, implementar ferramentas tecnológicas e realizar orientação psicopedagógica com cada aluno pelo menos uma vez ao mês;
  • Estabelecer prazos: não adianta propor ações e deixá-las no papel, é preciso pôr em prática. Para isso, estabelecer prazos é fundamental para organizar o trabalho e mobilizar a equipe a cumpri-los;
  • Colocar em prática: aplicar as ações estabelecidas nas aulas e nas atividades escolares;
  • Acompanhar: com objetivo de avaliar se as ações propostas estão tendo o resultado esperado e, caso necessário, alterar o plano.

Gestão de Resultados Educacionais

Planejamento estratégico para a sua escola — Como fazer?

Avaliação diagnóstica na retomada das aulas

Como o SAE Digital pode ajudar sua escola com a Gestão de Resultados Educacionais?

O SAE Digital oferece às escolas parceiras as avaliações necessárias para gerar os resultados educacionais, nas versões impressa e digital, para que as instituições realizem a gestão de resultados.

Ele também oferece um banco de provas, disponibilizado bimestralmente, com provas produzidas de acordo com a disciplina e as características de cada série. Além disso, estão inclusas a avaliação diagnóstica e os simulados.

O SAE também oferece soluções para melhorar os resultados e a aprendizagem dos seus alunos, por meio dos nossos materiais didáticos de qualidade e das nossas ferramentas digitais interativas.

A Plataforma SAE Digital, por exemplo, é um espaço dentro do Ambiente Virtual de Aprendizagem que alia os materiais didáticos à tecnologia educacional de forma interativa, fazendo com que o aluno busque o conhecimento de modo mais autônomo.

Saiba mais sobre as Avaliações on-line do SAE Digital

Como o SAE Digital pode ajudar sua escola?

___________________________________________________________________

O SAE Digital é o sistema de ensino que se preocupa em disponibilizar os melhores produtos e serviços para ajudar sua escola a oferecer o melhor ensino aos seus alunos.

Para ter os benefícios oferecidos pelo SAE, seja uma das nossas escolas parceiras! Continua acompanhando o nosso blog para não perder os próximos temas! Visite também as nossas redes sociais para conferir conteúdos exclusivos!

Gestão de Resultados Educacionais

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos