Formação continuada na escola: o processo de ensino e aprendizagem docente


Para poder ensinar, é preciso aprender primeiro! Essa é a premissa da formação continuada na escola, oferecer novos conhecimentos aos professores para otimizar o ensino-aprendizagem. Confira no post de hoje como ocorre esse processo!

O que é formação continuada na escola?

A formação continuada na escola consiste em um processo de aprendizagem para adquirir novos conhecimentos sobre a prática docente e aperfeiçoar o que já se sabe.

É caracterizada pela continuidade da formação educativa, que possibilita o crescimento profissional por meio do desenvolvimento de habilidades e competências.

Essa formação se dá com a realização de cursos, a participação em palestras, oficinas, treinamentos, workshops, congressos, seminários e grupos de estudos, na troca de experiências e por qualquer meio que possibilite a atualização dos conhecimentos, tanto na modalidade presencial quanto a distância.

O objetivo é acompanhar as transformações na educação, aprender novas metodologias, adaptar-se às tendências, atender as exigências do mercado de trabalho atual e se desenvolver profissionalmente.

A formação dos professores não se encerra na graduação ou licenciatura, nem na pós-graduação ou nos cursos de especialização, é um processo permanente, pois constantemente surgem novas teorias, práticas, diretrizes, novos recursos pedagógicos e tecnologia educacional relevante.

Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), a formação continuada na escola é um processo legal e um compromisso do Estado e das instituições de ensino, conforme artigo 62 e parágrafo 1:

A formação de docentes para atuar na educação básica far-se-á em nível superior, em curso de licenciatura plena, admitida, como formação mínima para o exercício do magistério na educação infantil e nos cinco primeiros anos do ensino fundamental, a oferecida em nível médio, na modalidade normal” (Redação dada pela lei n.º 13.415, de 2017).

A União, o Distrito Federal, os Estados e os Municípios, em regime de colaboração, deverão promover a formação inicial, a continuada e a capacitação dos profissionais de magistério” (Incluído pela Lei n.º 12.056, de 2009).

As Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica (DCNEB) também reforçam a necessidade da formação continuada na escola para a qualidade do ensino e aprendizagem:

Valorização dos profissionais da educação, com programa de formação continuada, critérios de acesso, permanência, remuneração compatível com a jornada de trabalho definida no projeto político-pedagógico” (Art. 9 VIII).

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) também assume a responsabilidade de promover a formação continuada na escola, visando à qualidade da educação e à redução da desigualdade:

A BNCC por si só não alterará o quadro de desigualdade ainda presente na Educação Básica do Brasil, mas é essencial para que a mudança tenha início porque, além dos currículos, influenciará a formação inicial e continuada dos educadores, a produção de materiais didáticos, as matrizes de avaliações e os exames nacionais que serão revistos à luz do texto homologado da Base” (BNCC, 2018, p. 5).

Tudo sobre o Ensino Religioso e a BNCC

Como se dá o processo de formação continuada na escola para os professores?

A formação continuada na escola otimiza o ensino oferecido pela instituição, com professores mais qualificados e metodologias inovadoras, que contribuem para o desenvolvimento integral dos alunos na sociedade contemporânea.

Como mencionado anteriormente, a formação continuada está prevista na legislação e deve ser promovida pela escola, como ação fundamental para a melhoria do processo de ensino e aprendizagem e a qualificação do corpo docente.

A educação continuada também pode ser entendida como uma abordagem ampla dentro de uma instituição, em que treinamento e prática são promovidos a fim de interligar os setores e melhorar os processos da escola.

Promover a formação continuada na escola permite otimizar o trabalho de toda a instituição:

  • Alinhamento dos professores aos objetivos da escola – permite que as práticas pedagógicas correspondam à proposta da instituição e traz melhores resultados para o processo de ensino e aprendizagem oferecido.
  • Melhoria da qualidade do ensino – quando os professores são capacitados, eles conseguem atender às demandas da escola e utilizar novas metodologias que otimizam o processo de ensino e aprendizagem.
  • Captação e fidelização de alunos – um corpo docente qualificado gera confiança e satisfação em pais e responsáveis.
  • Diferencial de mercado – investir na formação continuada dos professores é investir em um ensino de maior qualidade, o que torna a escola mais competitiva no mercado e a permite se destacar perante a concorrência.
  • Atualização docente – garantia de oferecer informações atualizadas e relevantes aos alunos, bem como promover a inovação e a evolução.
  • Engajamento do corpo docente – os professores se sentem valorizados e mais motivados a ensinar, além de melhorar o clima institucional.

Além disso, promover a formação continuada na escola é uma forma de valorizar os professores, mostrando a importância deles para a instituição e para a educação, oferecendo investimento no seu desenvolvimento profissional.

Desse modo, a formação continuada na escola se dá ao perceber a necessidade de atualização das práticas docentes, de implementação de novas tecnologias e recursos, do alinhamento à proposta da instituição, da utilização de metodologias mais atuais e das tendências para a educação.

A escola pode se basear, por exemplo, nas competências essenciais para o século XXI, definidas pela UNESCO, promovendo uma formação que contemple o desenvolvimento dessas habilidades:

  1. Organizar e animar as situações de aprendizagem – planejar o projeto pedagógico e organizar o plano de aula, buscando ministrar aulas mais atrativas e engajar os alunos.
  2. Gerir o progresso da aprendizagem – conhecer os alunos e suas possibilidades de desenvolvimento e de evolução diante dos objetivos de aprendizagem definidos.
  3. Conceber e fazer evoluir os dispositivos de diferenciação – personalizar o ensino para atender as necessidades dos alunos.
  4. Envolver os alunos nas suas aprendizagens e em seu trabalho – promover a participação ativa nas aulas e em todas as atividades, a fim de estimular o protagonismo e a autonomia.
  5. Trabalhar em equipe – o trabalho colaborativo é uma tendência na educação e no mercado de trabalho, portanto, trabalhar de maneira interdisciplinar com outros professores é fundamental.
  6. Participar da gestão da escola – elaborar e divulgar projetos da instituição de ensino e incentivar os alunos e a comunidade escolar a participarem e se engajarem nessas atividades.
  7. Informar e envolver os pais – dedicar-se à comunicação com a família para informar e engajar a participação.
  8. Utilizar novas tecnologias – inserir recursos tecnológicos na educação a favor do processo de ensino e aprendizagem.
  9. Enfrentar os deveres e dilemas éticos da profissão – habilidade de prevenir a violência, de lutar contra preconceitos e de desenvolver o senso de responsabilidade, para formar cidadãos protagonistas da sociedade em que vivem.
  10. Gerir sua própria formação continuada – buscar se dedicar ao aprimoramento pessoal e à atualização profissional, contribuindo com a escola.

Gestor escolar

Como o processo de formação continuada de professores se concretiza na prática escolar?

Após identificar o que precisa ser aprimorado na prática docente, a instituição de ensino elabora e promove a formação continuada na escola, para que os professores adquiram os novos conhecimentos e os apliquem em sala de aula.

Treinamento para as equipes da escola

Planejar e organizar momentos de treinamento, capacitação técnica, workshops, oficinas e diversos outros momentos de formação para o corpo docente da sua escola, com todos os conhecimentos necessários para suprir as carências identificadas.

Cursos de formação online

Ofertar cursos de formação online com certificação para os professores, em ambiente virtual de aprendizagem, com os temas que os capacitem a aplicar novas metodologias e novos recursos.

Encaminhamento para a utilização das soluções didáticas

Oferecer orientação e encaminhamento metodológico, de forma que as equipes da escola estejam capacitadas e preparadas para a utilização das soluções didáticas disponíveis na escola.

Material de estudo

Disponibilizar materiais de apoio à prática docente em um banco de artigos ou e-books, que contribuam para o estudo dos professores que desejam se desenvolver de forma autônoma, como parte da sua atualização profissional.

Troca de experiências

Proporcionar momentos de discussão, troca de ideias e experiências entre professores permite ampliar o olhar sobre as práticas educativas, promove a interdisciplinaridade e o trabalho em equipe, além de buscar resolução de problemas, visando à melhoria do processo de ensino e aprendizagem.

A formação continuada na escola pode ser elaborada pela própria instituição de ensino ou em parceria com um sistema de ensino, que oferece soluções educacionais conforme a necessidade.

Qual a importância da formação inicial e continuada para a prática docente?

A formação de professores habilita os profissionais a ensinar na Educação Básica, por meio de três modalidades:

  • Formação inicial – curso de licenciatura em nível superior, que habilita os professores a atuarem na Educação Básica.
  • Capacitação dos profissionais de magistério – curso de nível médio, que habilita o profissional a lecionar na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental.
  • Formação continuada – formação complementar para atualizar os conhecimentos, ressignificar metas e padrões, destinada a todos os profissionais de educação dos diversos níveis, inclusive de nível superior.

A formação inicial e o magistério oferecem conhecimentos básicos para lecionar, e a formação continuada permite suprir as possíveis defasagens da formação inicial, levando ao desenvolvimento da prática pedagógica e da evolução profissional.

É uma prática de desenvolvimento pessoal e profissional dos docentes, fundamental para o aperfeiçoamento de suas habilidades, bem como para a adaptação à realidade em que estão inseridos, com o apoio dos novos conhecimentos.

___________________________________________________________________

Quer saber como o SAE Digital pode ajudar com a formação continuada na sua escola? Então fale com um de nossos assessores e saiba mais!

Acompanhe nosso blog e confira conteúdos relevantes sobre educação e a sociedade. Assine nossa newsletter para não perder nenhum post.

Catálogo 2023


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos