Black Lives Matter – Redação Enem Nota 1.000

Um assunto bastante atual e relevante para a sociedade mundial e que pode ser tema da redação do próximo Enem é o movimento Black Lives Matter, que, traduzido para o português, significa Vidas Negras Importam.

Este é um movimento ativista internacional cujo objetivo é combater a violência contra as pessoas negras, promovendo protestos contra discriminação racial, abuso policial e desigualdade judicial, que muitas vezes levam à morte as vítimas.

Tornou-se um tema bastante comentado em 2020 após a morte do norte-americano George Floyd, um homem negro que foi morto por um policial branco, que o mobilizou com o joelho em seu pescoço por cerca de 8 minutos, mesmo a vítima estando algemada e no chão. O crime ocorreu na cidade de Minneapolis, no estado do Minnesota. Esse acontecimento desencadeou uma onda de protestos por todos os Estados Unidos e ganhou apoio mundial, representado por cartazes com a frase Black Lives Matter ou apenas a abreviação BLM.

De acordo com um levantamento feito pela Universidade de Princeton e pelo Armed Conflict Location and Event Data Project (Acled), aconteceram cerca de 7.750 manifestações relacionadas ao BLM em 2 mil lugares diferentes dos EUA. Uma pesquisa realizada pela empresa Civis Analytics revelou que 1 a cada 10 norte-americanos aproximadamente participou das manifestações – pacíficas em sua grande maioria.

A internet e as redes sociais também foram bastante utilizadas para divulgar o movimento e os protestos, através de imagens com a frase ou a hashtag #BlackLivesMatter, aderida por muitos famosos e pessoas anônimas.

Em nota oficial emitida pelo próprio BLM, seu objetivo social é:

“Black Lives Matter luta por um mundo em que as vidas dos negros e as negras deixem de ser atacadas de forma sistêmica e intencional. Defendemos as nossas contribuições a esta sociedade, a nossa humanidade e a nossa resistência à opressão mortífera. Pomos o nosso esforço e o nosso amor pela gente negra ao serviço da criação de um projeto político, tirando o hashtag fora das redes sociais e levando-o à rua”.

Questões Enem

Como o Movimento Black Lives Matter surgiu?

O ativismo de três mulheres negras norte-americanas está por trás do nascimento desse movimento: a diretora da aliança nacional de trabalhadoras domésticas Alicia Garza, a diretora da coligação contra a violência policial em Los Angeles Patrisse Cullors e a ativista da aliança negra pelo direito dos imigrantes Opal Tometi. Elas iniciaram protestos contra a absolvição de um policial acusado de assassinar um jovem negro, chamado Trayvon Martin, que saiu para comprar doces e levou um tiro no peito. O crime ocorreu na cidade de Sanford, na Flórida, em 2013.

O movimento foi ganhando força a partir da ocorrência de casos semelhantes no ano seguinte, que desencadearam manifestações nas ruas e repercutiram a nível nacional, tornando-o reconhecido em todo o país. Os casos que ficaram famosos em 2014 envolvem dois homens negros que estavam desarmados, mas foram mortos pela polícia norte-americana. Michael Brown foi baleado na cidade de Ferguson (Missouri) e Eric Garner foi estrangulado em Nova York.

Os protestos passaram a dar maior visibilidade para a discriminação racial nos Estados Unidos, fortalecendo o Black Lives Matter, que já é considerado por muitos o maior movimento de protesto da história norte-americana. A ideia inicial era lutar contra o abuso policial nos EUA, mas tornou-se mundialmente conhecido e se transformou em um movimento universal contra o racismo e em prol dos direitos das pessoas negras.

Foi inspirado pelo movimento dos direitos civis, como o Black Power, o feminismo negro dos anos 1980, o pan-africanismo, o antiapartheid, o Hip-Hop, LGBT e Occupy Wall Street. Pode ser considerado um novo movimento dos direitos civis.

“Black Lives Matter estima as vidas dos negros e negras homossexuais e transexuais, pessoas incapacitadas, negros sem documentos ou com antecedentes criminais, das mulheres e as vidas de todos os negros de todo o espectro de gêneros. Convoca a quem foi marginalizado nos movimentos de libertação negros. É uma iniciativa para (re)construir o movimento de libertação negro” (BLM).

Desse modo, o BLM passou a ser uma organização política que luta pela igualdade racial, combatendo o racismo estrutural sempre existente na sociedade e que ao longo da história da humanidade motivou o genocídio da população negra.

O Poder da #hashtag Black Lives Matter

Foi com o uso da hashtag #BlackLivesMatter que o movimento começou a ser divulgado pelas redes sociais, formando uma campanha on-line para expressar a indignação com a injustiça racial sofrida por Trayvon Martin em 2013.

Uma das fundadoras, Alicia Garza, postou em sua página do Facebook uma mensagem intitulada “Um bilhete de amor para os negros”, na qual dizia “Nossa vida é importante, a vida é negra”. Patrisse Cullors, cofundadora, respondeu ao post com a hashtag #BlackLivesMatter, apoiada por Opal Tometi, e juntas deram origem ao movimento, que ultrapassou os limites das redes sociais e foi para as ruas, ganhando alcance mundial com a multiplicação da hashtag.

A hashtag utiliza uma palavra-chave para representar uma ideia e conectar pessoas que pensam da mesma maneira, para compartilhar e divulgar pautas sociais importantes. As fundadoras ressaltam que a hashtag deve servir como motivação para agir de forma concreta, cobrar das autoridades justiça e igualdade para todos, convidando toda a sociedade a participar da luta.

De acordo com o “The New York Times”, o movimento Black Lives Matter pode ser considerado o primeiro movimento de direitos civis do século XXI, pois conseguiu consolidar a causa através da internet e a levou para o mundo concreto.

O Twitter divulgou uma lista em 2016 com as hashtags mais utilizadas para se referir o movimento: #BlackLivesMatter foi usada cerca de 12 milhões de vezes, ficando em terceiro lugar. A hashtag chegou ao Brasil e foi bastante compartilhada nas redes sociais, mas, apesar de haver casos semelhantes no país, as manifestações não se concretizaram no mundo “real”.

amostra pv

Como o Movimento Black Lives Matter pode aparecer na Redação do Enem?

A redação do Enem costuma abordar temas atuais e de grande impacto social, e o movimento Black Lives Matter teve um alcance mundial com o engajamento de diversas pessoas famosas e anônimas.

O racismo ainda é uma questão importante na sociedade e que precisa ser resolvida, considerando as diversas mortes que ainda ocorrem por discriminação racial. Refletir e discutir sobre o racismo é fundamental para lutar contra ele, e ser abordado na redação do Enem é uma forma de alcançar muitas pessoas, considerando a importância social que o exame representa. É um tema bastante relevante, sobretudo para jovens que irão construir o futuro e precisam agir para tornar a sociedade um lugar mais justo, seguro e que respeite a diversidade e todos os seres humanos.

___________________________________________________________________

Confira tudo para realizar uma Redação Nota 1.000:

O SAE Digital acredita que para escrever uma redação nota 1.000 é preciso estar atento aos temas atuais da sociedade, como o movimento Black Lives Matter, por isso trouxemos um pouco sobre o tema para ajudar.

Continue acompanhando nosso blog para conferir dicas sobre outros temas que podem aparecer na redação do Enem, na nossa série de posts sobre redação Enem nota 1.000.

Confira outros temas trabalhados:

Lockdown é eleita a palavra de 2020 – Redação Enem Nota 1.000

Para saber como o SAE pode ajudar a sua escola, fale com um dos nossos assessores e vem evoluir com a gente!

Refugiados da Síria – Redação Nota 1.000

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos