Dicas para montar sua biblioteca infantil em casa


Quando se tem crianças em casa, é comum ter muitos brinquedos, certo? Eles são essenciais para o desenvolvimento infantil, além de proporcionarem momentos de lazer e entretenimento. Que tal conferir algumas dicas para montar sua biblioteca infantil em casa e encantar suas crianças?

Por outro lado, os livros são pouco utilizados para entreter as crianças, em poucos lares há uma biblioteca infantil, pois o hábito da leitura ainda não está totalmente integrado ao dia a dia como os brinquedos. Os livros costumam ser considerados somente como objeto de estudo na escola.

No post de hoje vamos falar sobre a importância de incluir os livros na rotina infantil, assim como os brinquedos e como montar uma biblioteca em casa. Confira!

Qual a importância de montar uma biblioteca infantil em casa?

A leitura é essencial para desenvolver o aspecto intelectual das crianças, a alfabetização, o letramento, o pensamento crítico, o repertório cultural, o aperfeiçoamento da linguagem escrita/falada e diversas outras competências e habilidades.

Ter o hábito de leitura em casa potencializa o processo de alfabetização. As histórias presentes nos livros ajudam a criança a assimilar as diferentes categorias da linguagem, sobretudo a narrativa.

Desse modo, ler para as crianças ou com elas, estimula o uso da linguagem falada, escrita e simbólica, facilitando sua interpretação e compreensão do mundo mediado pela palavra.

As diferentes histórias permitem, além da leitura e interpretação do mundo, a construção de conceitos, essenciais para desenvolver os processos mentais na Educação Infantil.

O letramento, desenvolvido através da leitura, é a habilidade de saber ler e escrever, de acordo com o contexto das práticas sociais que envolvem a leitura e a escrita, as quais se pautam na linguagem enquanto produto cultural e social.

Sendo assim, o letramento é um processo que permite a inserção do indivíduo na sociedade que, através da linguagem, se constitui e se desenvolve a partir da interação, da comunicação e da atuação sobre o meio.

O repertório cultural adquirido por meio dos livros é primordial para o desenvolvimento humano e para a cidadania, pois a literatura expressa a realidade de cada cultura.

A leitura também ajuda a desenvolver as funções cognitivas (processos mentais responsáveis pela interação com o mundo, com as pessoas e com nós mesmos), pois explora uma das principais: a linguagem.

Todas as funções cognitivas dependem umas das outras, portanto, sem elas não é possível efetivar a aprendizagem:

  • Percepção: processo pelo qual a pessoa é capaz de reconhecer, organizar e dar significado a um estímulo vindo do ambiente, por meio dos órgãos sensoriais.
  • Linguagem: sistema utilizado para se comunicar e interagir com o meio por intermédio das palavras, da escrita, de sons, de símbolos ou de gestos, utilizados para transmitir ideias, informações e sentimentos.
  • Atenção: refere-se à seleção e à manutenção de um foco, seja de uma informação ou de um estímulo recebidos por meio dos sentidos, ao qual dirigimos a atenção por considerá-lo importante no momento.
  • Memória: capacidade de armazenar informações, lembrar-se delas e utilizá-las quando necessário. Essa função é determinada pelo nível de atenção empregada inicialmente, o que define também o nível de armazenamento alcançado.
  • Funções executivas: atividades cognitivas responsáveis pelo planejamento e pela execução de tarefas. Incluem o raciocínio, a lógica, as estratégias, a tomada de decisões e a resolução de problemas.

Os livros ajudam no desenvolvimento de todas essas funções e viabilizam o processo de formação leitora, que irão servir como base para o desenvolvimento de competências e habilidades essenciais para uma formação integral.

A competência leitora, por exemplo, refere-se à capacidade de ler um texto, interpretá-lo e conferir-lhe sentido, de modo a compreender o discurso e a mensagem proposta pelo autor. Ela permite ampliar a realidade, ter uma percepção mais assertiva e identificar códigos.

Ler vai muito além do ato de decodificar letras, palavras e frases, torna o indivíduo mais completo para viver na sociedade, pois ele é capaz de ler o mundo à sua volta.

A leitura é uma atividade interativa que amplia os horizontes dos leitores e influencia suas relações com a linguagem escrita e oral.

Ter livros em casa é fundamental para promover o hábito da leitura desde a infância, pois as crianças compreendem sua importância ao verem que não somente na escola os livros estão presentes, mas a família os considera importantes e incentiva a leitura.

biblioteca infantil em casa

Dicas para montar sua biblioteca infantil em casa

Escolha do espaço da biblioteca infantil em casa

O ambiente doméstico é bastante apropriado para montar uma biblioteca. Assim, a criança fica mais à vontade para escolher o que deseja ler. Além disso, fica familiarizada com os livros.

Não precisa ter um cômodo exclusivo para montar a biblioteca, uma estante pequena já atende à necessidade de incentivar a relação com os livros. O ideal é que seja acessível, com prateleiras baixas para a criança  alcançá-las.

Torná-la atrativa

Escolha um espaço estratégico para colocar a(s) estante(s), não adianta montar a biblioteca e deixá-la escondida, em um lugar pouco frequentado da casa e de difícil acesso.

Você pode colocar em um canto da sala ou no quarto da criança, pode enfeitar a estante com luzes e plaquinhas personalizadas com o nome “Biblioteca da Laura”, por exemplo.

Outro exemplo para estimular a leitura é colocar um painel com metas de leitura e anotar todos os livros lidos, reforçando a atitude da criança ao ler e manter sua biblioteca organizada.

Esses detalhes podem fazer a diferença no incentivo à leitura! Demonstra apreço aos livros e ao hábito de ler.

Montar um acervo

Para montar uma biblioteca infantil em casa não é necessário ter muitos livros, o importante é que eles sejam lidos. Para isso, identifique os interesses da criança para tornar as leituras prazerosas. O acervo pode ser montado aos poucos.

Para estimular a leitura, é interessante optar por coleções, assim, quando a criança terminar de ler o primeiro volume, estará mais interessada em continuar a história. Lembrando que presentear com livros desperta a curiosidade e o interesse.

Outra ideia é montar a biblioteca com a ajuda da criança, ir com ela às livrarias ou sebos para escolher o que tem interesse em ler, seja por gostar da capa ou por indicação do vendedor.

Mantenha atualizada sua biblioteca infantil em casa

A ideia é que a criança sempre tenha o que ler, por isso, é interessante ter livros novos com frequência, sejam emprestados, trocados ou comprados usados, o que importa é sempre ter opções de novas leituras.

Peça sugestões para a criança do que ela gostaria de ler no momento e providencie, desse modo ela entende que sua opinião e gostos são respeitados,  criando um vínculo afetivo com os livros.

Biblioteca digital

Uma ótima alternativa para quem não dispõe de muito espaço ou até mesmo não é adepto do livro físico é montar uma biblioteca infantil digital, com e-books ou audiolivros acessados por tablets, smartphones, computadores ou dispositivos de livros digitais.

Leia também:

A importância da Literatura na Educação Infantil

Histórias em Quadrinhos e o incentivo à leitura

Como desenvolver o hábito da leitura na escola

Dica de livros para montar sua biblioteca infantil em casa

Se você está sem ideias para iniciar sua biblioteca em casa, o ideal é começar por alguns livros clássicos da literatura infantil:

O menino maluquinho — Ziraldo

Publicada em 1980, a obra relata a infância de um menino de 10 anos bastante alegre e sapeca, por isso chamado de maluquinho. Ele adora fazer invenções, participa de aventuras com os amigos e acaba causando muitas confusões. Além disso, ele chama a atenção por usar uma panela como chapéu. A narrativa utiliza o humor para descrever as aventuras do personagem, com linguagem infantil. Além do livro, a história também é contada em formato de quadrinhos. É uma das obras mais famosas da literatura brasileira!

A maior flor do mundo — José Saramago

É um conto infantil que relata a luta de um menino para cumprir sua missão de salvar uma flor e transformá-la na maior flor do mundo. Para isso, ele precisa enfrentar muitos desafios, como subir e descer uma montanha diversas vezes. Escrita em 2001, a narrativa remete aos contos de fadas tradicionais e à tradição oral.

Dicas para montar sua biblioteca infantil em casa

As aventuras de Tom Sawyer — Mark Twain

A obra conta a história de Tom Sawyer, um menino órfão que vive com sua tia Polly, em uma casa às margens do rio Mississipi. Ele adora se aventurar com seus amigos: brincar de pirata e caça ao tesouro, nadar, pescar e fazer descobertas. A narrativa é repleta de humor e realismo. O personagem mostra toda a curiosidade típica da infância e a alegria em brincar com os amigos, fazendo com que as crianças se identifiquem e se conectem com ele. O livro foi publicado em 1876 e se tornou um clássico da literatura mundial.

O mundo de Sofia — Jostein Gaarder

O romance publicado em 1991 conta a história de Sofia, uma menina de 14 anos que começa a receber cartas anônimas com questionamentos sobre quem ela é e de onde vem o mundo. Isso desperta a curiosidade da garota, que acaba respondendo às mensagens e começa a trocar cartas com o remetente, que passa a ensinar-lhe Filosofia, para buscar respostas a essas perguntas que a intrigam. O enredo mistura conceitos filosóficos com diálogos e interações cotidianas de uma adolescente. A obra é um estímulo aos alunos a se interessarem pela Filosofia, pois essa é abordada de forma mais simples e compreensível, vinculada à realidade dos jovens.

O Hobbit — J. R. R. Tolkien

É um livro de fantasia, em que os personagens são criaturas fictícias, como dragões, magos, elfos, anões, monstros e hobbits. Conta as aventuras de Bilbo, um hobbit que recebe a missão de ajudar os anões a recuperarem sua casa, uma enorme montanha, das garras de um temido dragão. A jornada do personagem é repleta de perigos e desafios,  levando Bilbo a usar toda a sua inteligência e habilidade comunicativa. . Publicada em 1937, a obra já se tornou um clássico da literatura mundial e até hoje conquista muitos admiradores.

___________________________________________________________________

Conheça as soluções do SAE Digital para a sua escola!

Fale com um de nossos assessores e faça parte do nosso time!

Continue acompanhando nosso blog para ter acesso a mais conteúdos como este. Visite também nossas redes sociais para se manter atualizado.

Dicas para montar sua biblioteca infantil em casa

Foto: Freepik


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos