Como revisar conteúdo das aulas remotas no pós quarentena

A pandemia do novo coronavírus fechou as escolas de todo o Brasil. Muitas delas precisaram se adaptar e passaram a dar aulas on-line. Com a possibilidade da volta às aulas presenciais cada vez mais discutida, um dos assuntos que surge entre os educadores é de como revisar conteúdo das aulas remotas com os alunos.

Sabe-se que a aprendizagem das crianças e jovens pode ter ficado prejudicada com o ensino remoto emergencial, em um cenário atípico como o que vivemos. Quando as aulas voltarem, ao receber os alunos, é preciso aplicar avaliações e relembrar o que já foi ensinado.

Para orientar os educadores na volta às aulas presenciais, abordamos, neste texto, como revisar conteúdo e disciplinas. 

Primeiramente, apresentamos algumas formas de avaliar o conteúdo. Em seguida, formas de revisar conteúdo de forma eficiente, minimizando os prejuízos que o isolamento social pode ter causado nos estudantes.

Saiba mais sobre o plano de retorno das aulas presenciais para as escolas

Como fazer avaliações do conteúdo ensinado na quarentena?

O primeiro passo antes de revisar conteúdo na volta às aulas é avaliar como foi o aprendizado nesse período de ensino remoto.. As avaliações são ferramentas usadas há muito tempo como um meio para verificar como foi a assimilação de conteúdos ministrados anteriormente. De acordo com o desempenho de cada aluno, é atribuída uma nota.

Depois do período de aulas on-line, as avaliações não têm a intenção de dar uma nota ao aprendizado do aluno. O objetivo é verificar o que foi aprendido para mapear os pontos de maior dificuldade e que merecem mais atenção na retomada das aulas presenciais.

O processo avaliativo, para ser útil, deve ajudar o aluno na jornada educacional, estimulando o desenvolvimento e ajudando como instrumento também para o trabalho do professor.

Existem diversos tipos de avaliação que as escolas podem aplicar para mapear o aprendizado e auxiliar na continuidade do processo de ensino e aprendizagem. Conheça duas delas que podem ser úteis nesse momento:

Como fazer um sistema de avaliação eficiente?

  • Avaliação diagnóstica

A avaliação diagnóstica é uma ferramenta para trazer informações do conhecimento dos alunos sobre determinados temas. O resultado mostra quais são os pontos fortes ou fracos na turma e quais assuntos merecem mais atenção para revisar conteúdo.

O diagnóstico oferecido por essa avaliação serve para guiar o planejamento dos professores e ajudar a decidir quais serão as intervenções pedagógicas necessárias para recuperar os pontos fracos ou sensíveis.

Naturalmente, é recomendado que se aplique avaliações diagnósticas no começo de cada ciclo de ensino-aprendizagem. Início de ano letivo ou volta das férias são alguns dos momentos indicados para aplicá-las. Assim, é possível analisar o conhecimento prévio dos alunos em relação a temas que já foram ou serão trabalhados durante o ciclo. Quando ocorrem no meio do ano, por exemplo, e trazem resultados abaixo do esperado, é um bom momento para reformular estratégias para revisar conteúdo e melhorar o aprendizado até o final do ano.

Além de descobrir as necessidades de aprendizado dos alunos e servir como norte para o trabalho do professor, as avaliações diagnósticas também podem ajudar a identificar os motivos das dificuldades em certos assuntos ou disciplinas. Elas também são uma forma de analisar o ensino da escola de modo geral.

No caso do período de isolamento social, sua aplicação tem como principal função analisar o que foi aprendido e o que ficou deficitário durante o ensino remoto. Assim, os educadores sabem quais temas precisam de mais atenção e como revisar conteúdo antes de começar a passar matérias novas. 

É possível também considerar aspectos de cunho emocional e psicológico. No atual cenário, eles interferem no desenvolvimento de habilidades e competências essenciais para a aprendizagem.

O SAE Digital elaborou avaliações diagnósticas para essa fase e disponibilizou um guia de aplicação completo para auxiliar as escolas conveniadas nessa tarefa. As avaliações, divididas por público alvos (Ensino Fundamental — Anos Iniciais, Ensino Fundamental — Anos Finais e Ensino Médio) contam com versões para aplicação presencial e online.

O conteúdo das avaliações contempla as principais habilidades contidas nos livros didáticos que foram trabalhadas de forma remota. As questões contêm um texto-base para auxiliar na compreensão e assimilação do tema, seguido de um enunciado e alternativas de respostas.

Lembre-se: as notas dos alunos não devem ser usadas para desvalorizá-los, mas sim servir para ajudá-los a recuperar o desempenho com a volta às aulas presenciais. 

Avaliação diagnóstica na retomada das aulas

  • Autoavaliação do aluno

Outro meio de avaliar o que foi aprendido pela turma no período de aulas remotas e como revisar conteúdo na retomada é a autoavaliação do aluno.

Nesse processo devem ser feitas perguntas que abordem diversos aspectos sobre como foi para eles o período em casa. O intuito é fazer o aluno refletir sobre o que ele aprendeu e como aprendeu. Além disso, pode-se fazer perguntas sobre como foi, de forma emocional e psicológica, enfrentar esse período de isolamento social.

As perguntas podem versar sobre a adaptação às aulas online. Se eles conseguiam assistir todos os dias, se alguém acompanhava a aula com ele e com qual frequência realizavam as tarefas de casa são alguns exemplos de perguntas. É importante não fazer perguntas muito vagas e genéricas. Em casos de perguntas mais amplas, que tenham alguma graduação na respostas, recomenda-se colocar opções. 

Por exemplo, em uma pergunta do tipo “Como você avalia a sua atenção e concentração nas aulas on-line”, as opções de respostas podem ser: 

  • me concentro muito melhor nas aulas online
  • me concentro um pouco melhor nas aulas online
  • me concentro de forma igual em ambos os formatos
  • me concentro um pouco melhor nas aulas presenciais
  • me concentro muito melhor nas aulas presenciais

No mesmo molde dessa pergunta, pode-se questionar sobre o aprendizado de conteúdo de disciplinas variadas, execução de tarefas, pontualidade entre outros assuntos.

Como revisar conteúdo nas aulas presenciais?

Depois de avaliar o que foi aprendido pelos alunos durante o período de ensino remoto, e entender o que precisa de mais atenção, é o momento de revisar conteúdo. Existem algumas técnicas que podem ajudar na recapitulação dos assuntos e otimizar o ensino no tempo disponível. Confira algumas delas:

  • Fazer mapeamento do conteúdo

Antes mesmo de ter o resultado das avaliações diagnósticas, é recomendado que os professores de cada disciplina façam um mapeamento do conteúdo abordado durante o período de isolamento social. 

Neste mapeamento, a proposta é dividir os assuntos em grandes temas. A partir dessa divisão, e com base nos resultados das avaliações, faz-se uma seleção dos temas que precisam ser recapitulados com mais atenção.

Revisar conteúdo dessa forma é mais objetivo, o que dá mais celeridade ao processo. Isso é necessário pois a recuperação dos assuntos precisa ser realizada ao mesmo tempo que os novos serão ensinados. Quando os grandes temas abordam novos conteúdos e os que já foram ministrados durante a aula online, é possível abordar o todo em um mesmo conjunto de aulas.

  • Oferecer um contexto lúdico e leve

A volta às aulas presenciais pode ser um período difícil para os estudantes e professores. Para tornar esses momentos mais leves, na hora de revisar conteúdo, busque oferecer um contexto lúdico. A dica é interessante para todas as faixas etárias. É preciso apenas saber a forma mais adequada de trazer a diversão ao ambiente em cada idade.

Vale lembrar que o período de isolamento social também afetou psicologicamente as crianças e jovens, que tiveram suas rotinas transformadas. Tornar a volta às aulas presenciais leve é importante não só para um melhor aprendizado e desempenho, mas também para trazer acolhimento emocional aos alunos.

Saiba mais sobre como acolher os alunos no retorno às aulas presenciais

  • Prezar pela organização

A organização é essencial para conseguir revisar conteúdo de forma eficiente, além de ministrar novos assuntos para os alunos no tempo disponível, e em um contexto atípico. Por isso, essa será uma característica muito necessária aos professores durante o processo. 

Um exemplo disso é: sempre saber em que capítulos das apostilas está cada conteúdo, para passar aos alunos. Além disso, é importante fazer cronogramas das disciplinas, que apontem quando cada conteúdo será revisado, e planos de aulas detalhados e otimizados que abordem os temas necessários.

Vale também utilizar recursos extras que ajudem a fixar o conteúdo. Podem ser vídeos, reportagens, artigos e outras atividades diferentes que auxiliem a revisar conteúdo de forma mais rápida e eficiente para o professor e aluno.

A importância do professor na formação dos alunos

  • Promover a colaboração entre os alunos

Os alunos podem ser ótimos aliados ao revisar conteúdo. Durante as aulas remotas, alguns assimilaram conteúdos e disciplinas melhor do que outros. Essa diferença pode ser de grande ajuda para retomar os temas necessários.

Ao revisar um conteúdo específico, o aluno que teve mais facilidade com esse tema no ensino remoto pode ajudar quem apresentou dificuldades e não aprendeu de forma plena. Essa colaboração pode ser trabalhada com atividades conjuntas entre os estudantes, além de perguntas e respostas durante as aulas, por exemplo.

Por que a tecnologia digital na educação melhora o desempenho dos seus alunos?

  • Recomendar conteúdos extras

Além de oferecer recursos extras nas próprias aulas, os educadores podem recomendar conteúdos complementares para serem estudados em casa. Essa orientação pode ser feita para toda a turma, ou para alunos que apresentarem mais dificuldades em temas específicos.

Essa é uma forma de implementar o ensino híbrido em sua instituição. Uma união das aulas presenciais com tecnologias digitais que ajuda a personalizar o ensino. Já era uma tendência em educação e tornou-se ainda mais uma necessidade com as implicações da pandemia do novo coronavírus.

Como organizar a primeira reunião pedagógica do ano letivo

Contar com um bom sistema de ensino é essencial para avaliar a aprendizagem dos alunos, revisar conteúdo e planejar quais serão os próximos passos. Clique no banner abaixo e entre em contato para sabermos como podemos te ajudar!

Acesso gratuito

O SAE Digital traz conteúdos para ajudar não só os professores, mas também os gestores escolares a lidar com o ensino remoto e o retorno às aulas presenciais. Confira alguns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos