Sala de aula invertida: o que é, como funciona e seus principais benefícios


Com o passar dos anos, o avanço tecnológico trouxe uma série de recursos e possiblidades no nosso dia a dia. No âmbito escolar, o processo de ensino e aprendizagem também teve grandes mudanças; e o uso de uma tecnologia educacional relevante combinado com métodos alternativos, como a sala de aula invertida, pode ser uma boa solução para atender demandas, hábitos, comportamento e realidade das novas gerações.

Hoje em dia, para conseguir um bom engajamento dos alunos é preciso inovar, inserir tecnologia no plano de aula e transformar os meios tecnológicos mais usados pelos estudantes a favor do conteúdo proposto. É justamente neste ponto que a sala de aula invertida se torna uma alternativa relevante. Se você quer saber o que é, como funciona e quais benefícios este modelo pode trazer na prática é só continuar lendo esse post!

guia-gestor-escolar

O que é a sala de aula invertida?

Se no modelo tradicional o professor em uma aula expositiva explica a matéria no quadro para que depois os alunos façam, sozinhos, a lição de casa, a sala de aula invertida (do inglês, flipped classroom) significa a inversão desta lógica: primeiro o aluno faz a internalização dos conceitos essenciais antes de aula e depois, junto à turma, discute os conhecimentos adquiridos e tira possíveis dúvidas de conteúdo com a ajuda e orientação do professor.

Como funciona a sala de aula invertida?

Na sala de aula invertida o foco principal é no aluno. Sendo assim, é possível considerar inclusive as preferências da nova geração e propor que o primeiro contato com o conteúdo, estudado previamente à distância, seja feito por meio do uso de de materiais digitais, como: videoaulas, games, podcasts, pesquisas, textos, fóruns etc.

Em sala de aula o conteúdo introdutório é aprofundado e discutido entre os colegas, e mais adiante, com o conhecimento pleno do tema, o professor traz assuntos complementares, desenvolve projetos específicos, atividades em grupo e claro, age como um aliado, um curador e um guia fundamental no processo de aprendizagem.

Quer saber mais sobre o uso da tecnologia em sala de aula? Leia o nosso super post , entenda o que muda no papel do professor e saiba tudo sobre o assunto!

Benefícios da sala de aula invertida

Desenvolver habilidades

O modelo de sala de aula invertida é capaz de propor abordagens inovadoras, que tornam a aprendizagem muito mais envolvente, prática e significativa. Além disso, as características deste método alternativo também possibilitam maior tempo e espaço para desenvolver habilidades diversas: a autonomia, a capacidade na resolução de problemas, o senso crítico, a colaboração e a criatividade.

Protagonismo do aluno

Sob o ponto de vista do aluno, uma das vantagens mais atrativas na sala de aula invertida é a de que ele se torna um agente muito mais ativo e responsável pelo próprio aprendizado. Ao estudar previamente o tema proposto, o aluno se organiza melhor, controla seu tempo e tem autonomia para seguir seu ritmo e escolher o formato que julga ter mais facilidade para assimilar o conteúdo proposto.

Otimização de tempo

Outra vantagem de adotar esse modelo é a otimização do tempo. No método tradicional, ao expor um conteúdo novo o professor gasta boa parte do tempo tirando dúvidas e sofrendo interrupções que, muitas vezes, fazem com que a aula não renda tanto quanto poderia. Já no modelo de sala de aula invertida, como os alunos já tiveram um contato prévio com o conteúdo antes da aula, surgem menos dúvidas e há a possibilidade de se trabalhar o conteúdo com mais rapidez e profundidade.

Conteúdo prático e debates avançados

Como na sala de aula invertida o aluno estuda previamente o conteúdo e chega muito mais preparado, um dos benefícios mais importantes desse método é, sem dúvidas, a possibilidade de promover debates mais ricos e produtivos em sala de aula e, ao invés de gastar mais tempo com conceitos teóricos, conseguir discutir a aplicabilidade desses conceitos em situações reais e práticas.

E você? Já testou essa metodologia na sua escola? Conte para nós a sua experiência. Deixe seu comentário!

Sala de aula invertida: o que é, como funciona e seus principais benefícios


24 respostas para “Sala de aula invertida: o que é, como funciona e seus principais benefícios”

  1. Clara Giovanni disse:

    Parabéns! Esclareceu algumas dúvidas que tinha.

  2. Antonio Bezerra disse:

    Eu gostei bastante deste blog, estou escrevendo meu tcc baseado neste modelo de ensino, tem sido uma luta ardua pois ainda não encontrei um orientador que compre esta briga, continuarei tentando sei que o orientador aparecerá, obrigado pela atenção e parabéns o trabalho esta maravilhoso.

  3. ROZÂNGELA PEREIRA DARY disse:

    Pelo que entendi a aula invertida o aluno tem um contato prévio com o conteúdo antes da aula,e no momento da aula, o aluno tira apenas as possíveis dúvidas com orientação do professor, a partir dessa dinamicidade, o aprendizado torna-se eficaz porque o aluno passa ser protagonista do aprendizado.

  4. Marco Reis disse:

    Ideal para o ensino público, mas requer um esforço para explicar o método para engrenar. Quando engrena, acelera o aprendizado e resolve lacunas.

  5. Jandira Lazzari disse:

    Também estou fazendo meu TCC sobre esse tema, porém quero mostrar o método aplicado com a utilização de ferramentas tecnológicas e novas mídias para pesquisa e interatividades levando o docente a pesquisar e produzir trabalhos.

  6. Jandira Lazzari disse:

    O método aplicado com a utilização de ferramentas tecnológicas e novas mídias para pesquisa e interatividades, levando o docente a pesquisar e produzir trabalhos, pode ser uma solução para as novas gerações de docentes.

  7. Amei esse modelo de aula, acho um difícil para aqueles alunos tímidos pois o aluno precisa interagir com a equipe e comentar o que aprendeu com este modelo de ensino.

    • Olá Antonio! Que bom que gostou! Continue acompanhando o Blog. Temos novidades toda semana!
      O importante nesse modelo é justamente desenvolver o protagonismo e a autonomia nos alunos.
      Que tal testar essa metodologia na sua escola?

  8. Maria Vieira disse:

    Minha filha estuda numa escola que utiliza o sistema SAE.É bem prático, não cansativo.

  9. Katia disse:

    A proposta é excelente, já tinha feito com minhas turmas, mas infelizmente, boa parte dos alunos de escola pública costuma estudar somente no período em está em sala de aula. Por motivos às vezes de ter uma jornada de trabalho ou por não ter o hábito e não gosta de estudar em casa. Mas contudo ainda é uma proposta que pouparia muito tempo em sala de aula, e daria para explorar bastante o assunto estudado.

  10. Maria Ivanide Pereira Lima disse:

    Já fiz com algumas turmas, mas não sabia da nomeclatura. Os alunos apresentaram um envolvimento bstante significativo no debate.

  11. Durval do Espírito Santo Júnior disse:

    Penso que alguns alunos se sentem inseguros em fazerem as atividades sozinhos, mas o rendimento para o aprendizado é mais eficiente pois o aluno já obteve o contado com as atividades e fica mais fácil o aprendizado na retomada com o professor.

  12. Romoaldo Romani disse:

    Excelente! O grande desafio é despertar no estudante o interesse pelo conhecimento, e ajudá-los a superar o a insegurança e o medo. Em síntese filosófica, é provocar no aluno o desejo pelo seu próprio êxito na vida.
    Abraço.

  13. socorro disse:

    É uma inversão no processo de ensino, leva o aluno a buscar conhecimento prévio do conteúdo que será abordado em sala.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos