string(0) ""

Tudo sobre o processo de aprendizagem


O processo de aprendizagem é um fenômeno complexo, visto que existem diversas teorias que definem seu conceito e seu funcionamento. De modo geral, as principais teorias da aprendizagem abordam três aspectos centrais:

  • Cognitivo: trata-se do conjunto de habilidades mentais necessárias para a construção de conhecimento, como pensamento, raciocínio, memória, linguagem e abstração;
  • Afetivo: a assimilação do conhecimento ocorre com base em experiências internas, como sensações de prazer, satisfação e bem-estar, relacionadas ao vínculo existente entre o objeto de estudo e o seu mediador;
  • Psicomotor: envolve respostas musculares adquiridas através de treino e prática, utilizando a linguagem corporal como mediadora desse processo.

Youtube SAE Digital

Conheça a seguir alguns conceitos e entenda como eles ocorrem:

Qual é o conceito de Aprendizagem?

Um conceito generalista de aprendizagem a define como um processo de aquisição ou modificação de conhecimentos, competências, habilidades e comportamentos.

É um fenômeno (ou um método) relacionado ao ato ou efeito de aprender, que ocorre por meio de experiências, observação, estudo e raciocínio, com o objetivo de adaptação do indivíduo ao ambiente em que está inserido.

Existem diversas teorias que conceituam a aprendizagem, as quais buscam defini-la com base em diferentes contextos e fatores, mas todas consideram o indivíduo como um agente ativo na construção do saber a partir de um contexto significativo.

As principais teorias da aprendizagem são:

Teoria Epistemológica Genética

Essa teoria foi desenvolvida por Jean Piaget (1896-1980), biólogo, psicólogo, epistemólogo suíço e um dos mais influentes pensadores do século XX. Seus estudos definiram a aprendizagem com base no estudo da gênese psicológica do pensamento humano.

Para ele, a aprendizagem é a aquisição de conhecimento através das estruturas cognitivas do indivíduo, principalmente o pensamento e a linguagem, e da sua interação com o meio.

A aprendizagem depende de quatro fatores fundamentais: maturação do sistema nervoso central, experiências, transmissão social e equilíbrio das estruturas cognitivas.

Tudo sobre o processo de aprendizagem

Esses fatores permitem a aquisição de conhecimento com base na adaptação, na acomodação e na assimilação.

👉 A adaptação refere-se à transformação do indivíduo decorrente da interação com o meio em que está inserido, ou seja, ele internaliza os aspectos que observou em outras pessoas e os utiliza para atuar naquele contexto.

👉 Para se adaptar ao meio, é preciso organizar as informações obtidas e arquivá-las para que sejam utilizadas quando necessário. Elas servem como um referencial e modificam as concepções anteriores – esse processo é chamado de acomodação.

👉 Com isso, o indivíduo consegue utilizar esse conhecimento e associá-lo a outras situações que se apresentam, o que permite a ele que atue sobre o meio com a base que adquiriu – essa é a assimilação.

Para adquirir essas habilidades, o indivíduo passa por quatro fases de desenvolvimento, em que cada uma depende da superação da anterior e as aquisições de um período são integradas nos períodos posteriores. São elas:

  • Sensório-motor: ocorre entre 0 e 2 anos. A criança começa a perceber as sensações e os objetos externos, bem como os efeitos que suas ações motoras causam sobre o meio;
  • Pré-operatório: ocorre a partir dos 2 anos e vai até os 7. O pensamento e a fala se desenvolvem e permitem criar representações da realidade externa, o que consolida as funções cognitivas;
  • Operatório-concreto: acontece entre 7 e 12 anos. O pensamento lógico se estabelece e permite a manipulação de informações e experiências, a resolução de problemas e a noção de certo e errado;
  • Operatório-formal: surge a partir dos 12 anos. É caracterizado pela capacidade de compreender conceitos abstratos e as outras pessoas, bem como avaliar as experiências.

Teoria Construtivista

A teoria construtivista da aprendizagem foi criada por Jerome Bruner (1915-2016), um psicólogo norte-americano que desenvolveu diversas pesquisas na área da educação.

Para ele, a aprendizagem é um processo ativo baseado nos conhecimentos prévios, a partir dos quais o aprendiz constrói novas ideias a respeito de um conceito, transformando-o em algo novo, através de sua estrutura cognitiva.

A estrutura cognitiva é composta de esquemas e modelos mentais, que fornecem significado e organizam as novas experiências e as informações relacionando-as ao que já se sabe.

Nesse processo, o papel do instrutor é incentivar os alunos a descobrirem por si mesmos os princípios do conteúdo a ser aprendido, por meio do diálogo ativo entre ambos, em que o professor traduz a informação de modo que o aluno compreenda.

Assim, os objetos de estudo devem ser organizados em espiral, para que o aluno construa continuamente sua aprendizagem e descubra aquilo que já existe em sua estrutura cognitiva.

Teoria Sociocultural

A teoria sociocultural da aprendizagem foi criada por Lev Vygotsky (1896-1934), um psicólogo russo que estudou o desenvolvimento humano com base nas relações sociais.

Segundo seus estudos, a aprendizagem é um fenômeno que ocorre a partir da mediação do ambiente e da influência que este exerce sobre o indivíduo, que aprende o que vê e experiencia na sua troca com o meio, o qual lhe serve de modelo.

Isso ocorre a partir de funções cognitivas, como a linguagem e o pensamento, os quais permitem formar conceitos, lógica, dialética e síntese, que formarão um produto final gerado pela interação entre elementos anteriores.

O processo de aprendizagem se dá na mediação, ou seja, é preciso um intermediário entre o sujeito e o objeto de conhecimento, caracterizado como elementos mediadores: instrumentos e signos.

Os instrumentos são fornecidos pela natureza e utilizados pelo homem para transformar o ambiente a seu favor, por exemplo, com a madeira da árvore se constrói uma casa.

Já os signos são produções humanas e referem-se a quaisquer objetos, formas ou fenômenos que representam algo diferente de si mesmo, como a linguagem – a palavra madeira remete ao objeto concreto madeira.

De modo geral, essa teoria ressalta que a aprendizagem ocorre no relacionamento do aluno com o professor e com outros alunos, ou seja, o indivíduo deve estar inserido em um grupo social para aprender o que seu grupo produz, visto que o conhecimento surge primeiro no grupo, para depois ser internalizado.

processo de aprendizagem

O que é processo de aprendizagem e como ele funciona?

A aprendizagem é um processo contínuo, pois estamos sempre recebendo novas informações e vivenciando situações que precisam ser assimiladas. Por isso, não é possível aprender tudo de uma só vez, já que trata-se de uma construção de saberes ao longo da vida.

As funções cognitivas são responsáveis por permitir a aprendizagem, pois é a partir da relação entre elas que entendemos os processos mentais e os comportamentos humanos.

As principais funções cognitivas são:

  • Atenção: refere-se à seleção e à manutenção de um foco mediante um estímulo ou uma informação;
  • Memória: é a capacidade de armazenar informações e lembrar-se delas para utilizá-las no presente;
  • Linguagem: habilidade de uso de palavras, símbolos, gestos e sons para se comunicar;
  • Percepção: refere-se à habilidade de reconhecer, organizar e dar significado a um estímulo vindo do ambiente através dos órgãos sensoriais;
  • Funções executivas: são atividades neuropsicológicas responsáveis pelo planejamento e pela execução de tarefas, que envolvem habilidades como raciocínio lógico, estratégias, tomada de decisões e resolução de problemas.

🎥 Confira a palestra realizada sobre: Alfabetização no ensino híbrido com Lucélia Secco

Quais são as etapas do processo de aprendizagem?

O processo de aprendizagem, assim como o seu conceito, possui diferentes teorias, que definem as etapas necessárias para a aquisição de conhecimento. Entre elas estão:

  • Sensação: é a primeira reação do cérebro ao receber uma nova informação através dos sentidos, que depois são captados pela consciência;
  • Percepção: formação de imagens mentais associadas à sensação inicial;
  • Simbolização: associação da sensação à imagem mental formando um conceito;
  • Memória: o conceito que for considerado útil é arquivado para ser lembrado e utilizado novamente;
  • Receptiva: uma informação é recebida, compreendida e reproduzida, mas sem desvendar algo novo;
  • Descoberta: ocorre a partir da reordenação das informações, que se adaptam na mente e transformam-se em algo novo;
  • Repetitiva: é produzida quando os conteúdos são memorizados e repetidos, mas sem conexão com conhecimentos prévios, ou seja, não são totalmente compreendidos, somente reproduzidos;
  • Significativa: é a relação entre os conhecimentos prévios com os novos, o que forma um significado coerente à estrutura cognitiva.

Como o SAE Digital pode ajudar no processo de aprendizagem?

Para garantir que o processo de aprendizagem seja efetivo, é preciso verificar continuamente seus conhecimentos prévios, as habilidades que possui e as que precisa desenvolver. Essas informações podem ser obtidas através da avaliação diagnóstica do SAE Digital!

O resultado da avaliação diagnóstica serve para explorar, identificar, adaptar e predizer a aprendizagem, de forma a auxiliar as escolas no planejamento de intervenções que contribuam com a evolução dos alunos na aquisição de novos conhecimentos.

Ao identificar o nível e a aprendizagem em que o aluno se encontra, é possível saber seus pontos fortes e as causas de suas dificuldades na assimilação de conteúdos, a fim de aperfeiçoar o ensino e ajudá-lo a aprender.

O Ambiente Virtual de Aprendizagem do SAE também é uma ferramenta que facilita a aprendizagem, pois é um espaço interativo com diversas atividades que promovem o conhecimento.

Ele estimula o protagonismo do aluno, proporciona novas possibilidades de aprendizagem e o desenvolvimento de habilidades através da tecnologia, adaptando-se à realidade das novas gerações.

processo de aprendizagem___________________________________________________________________

Quer saber mais como o SAE Digital pode ajudar sua escola a promover a melhoria da aprendizagem? Então fale com um de nossos assessores!

Acompanhe o nosso blog para ter acesso a mais informações! Visite também nossas redes sociais para conferir conteúdos exclusivos, com dicas e atualidades!

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos