string(0) ""

Crianças em casa: Confira 10 ideias de atividades divertidas


Com o ensino remoto, as crianças têm passado muito tempo dentro de casa, o que pode impactar seu desenvolvimento e provocar danos à saúde mental, devido ao isolamento social.

A mudança da rotina desencadeou estresse e ansiedade em muitas crianças, problemas de comportamento, saudade dos amigos e das atividades escolares, entre outros.

As famílias precisaram dar mais atenção aos filhos e ajudá-los a estudar em casa, além de precisarem dedicar mais tempo para entretê-los, pois não estavam habituados a essa realidade.

Por isso, é preciso criar uma rotina que alterne os momentos de estudo e brincadeira com as crianças, estabelecendo, também, horários para que você possa realizar suas atividades domésticas e trabalhar, no caso de pais que estão fazendo home office.

É importante incentivar e apoiar as crianças a realizarem as atividades remotas da escola, para depois terem momentos de lazer e interação com a família, de modo que entendam que os adultos também precisam se dedicar ao trabalho.

Instagram SAE Digital

Como incentivar as crianças a estudar em casa?

Para realizar atividades de lazer, é preciso garantir que antes as crianças realizem as atividades escolares, pois é uma responsabilidade delas estudar e isso precisa ser compreendido – não é porque estão em casa que não precisam se dedicar aos estudos.

Ter um local destinado para os estudos pode fazer muita diferença no processo de ensino e aprendizagem remoto, por isso, prepare uma mesa e uma cadeira confortável, deixe os materiais acessíveis e evite estímulos que distraiam a criança.

Estabeleça uma rotina de estudos semelhante a que o aluno tinha na escola, para ele entenda que o estudo é o mesmo – precisa se dedicar e fazer todas as atividades.

Acompanhe de perto o estudo remoto, verifique quais atividades estão planejadas para cada dia, ofereça ajuda e pergunte diariamente como foi e o que aprendeu.

Promova a autonomia e o protagonismo da criança, oriente-a e dê as instruções do que ela precisa fazer. Em seguida, deixe-a realizar a atividade sozinha, mas fique sempre atento, caso ela precise de ajuda.

Outras atitudes que podem contribuir para o engajamento das crianças com o ensino remoto são:

  • perguntar frequentemente à criança como foi o dia na escola;
  • ajudá-la a fazer o dever de casa;
  • perguntar sempre o que ela está estudando;
  • se colocar à disposição caso ela tenha alguma dificuldade;
  • dar importância à vida escolar;
  • reforçar positivamente as atividades que a criança realiza;
  • corrigi-la no que for necessário.

Como o brincar pode ajudar no desenvolvimento das crianças?

Além de estudar, as crianças precisam brincar! Na escola, elas sempre têm esses momentos de brincadeira e interação, mas, com o ensino remoto, é importante manter esse hábito também com as crianças em casa.

A brincadeira é um direito de aprendizagem e desenvolvimento das crianças, segundo as diretrizes da BNCC para a Educação Infantil, e deve ser proporcionada dentro e fora da escola:

“Brincar cotidianamente de diversas formas, em diferentes espaços e tempos, com diferentes parceiros (crianças e adultos), ampliando e diversificando seu acesso a produções culturais, seus conhecimentos, sua imaginação, sua criatividade, suas experiências emocionais, corporais, sensoriais, expressivas, cognitivas, sociais e relacionais”.

As brincadeiras são importantes para que a criança consolide sua aprendizagem, pois é a partir da brincadeira e da interação que ela desenvolve as estruturas, as habilidades e as competências que serão importantes ao longo de toda a vida.

Os outros direitos de aprendizagem e desenvolvimento enfatizam a necessidade do brincar e do interagir com os adultos, que podem ser da própria família, e considera a importância da participação de pais e professores na educação das crianças:

Conviver com outras crianças e adultos, em pequenos e grandes grupos, é importante para que elas vivenciem diferentes linguagens, ampliem o conhecimento de si e do outro, e exercitem o respeito à cultura e às diferenças entre as pessoas.

Participar ativamente, com adultos e outras crianças, tanto do planejamento da gestão da escola e das atividades propostas pelo educador quanto da realização das atividades da vida cotidiana, tais como a escolha das brincadeiras, dos materiais e dos ambientes, faz com que a criança desenvolva diferentes linguagens e elabore conhecimentos ao decidir e se posicionar diante das situações.

Crianças em casa: Confira 10 ideias de atividades divertidas

Crianças em casa: 10 atividades para você se divertir com o seu filho

Para entreter as crianças em casa e proporcionar momentos divertidos, a fim de que elas possam enfrentar o isolamento social de forma saudável com a família, sugerimos algumas atividades.

Porém, antes, é importante ter em mente algumas atitudes que farão toda a diferença!

Priorize atividades que mantenham as crianças longe das telas, pois elas já passam bastante tempo em frente ao computador para estudar e fazer as atividades escolares, além dos jogos digitais – hábito muito comum entre os pequenos.

Proponha atividades desafiadoras que permitam às crianças que dediquem foco e tempo para realizá-las. Estimule a criatividade, o pensamento crítico e a autonomia, mas sempre com elementos lúdicos.

Dê mais liberdade para a criança “bagunçar”, pois elas precisam gastar energia e se expressar por meio do brincar. Para isso, ofereça momentos livres para fazerem o que desejam, supervisionando de longe.

Descubra o que seu filho realmente gosta de fazer, do que ele gosta de brincar e adapte atividades para encaixar os elementos que o agradem mais, facilitando seu engajamento na prática.

 

Crianças em casa

 

Sabendo essas dicas, confira algumas atividades para realizar hoje mesmo com as crianças em casa:

 

Crianças em casa Dica 1:   Construir brinquedos

Compre alguns materiais ou utilize o que você já tem em casa, para construir brinquedos ou artesanatos. Aposte em objetos de argila ou madeira, que envolvam pintura, recortes, colagens e todo o tipo de atividade manual.

Use a criatividade! Você também pode comprar miçangas e fazer pulseiras e colares com a criança, costurar ursos e bonecas de pano, montar uma casinha com caixas de papelão, entre muitas outras possibilidades.

Essa brincadeira se enquadra no movimento maker, um método inovador de educação que estimula a criança ao “faça você mesmo” e desenvolve a autonomia a partir da criação.

Crianças em casa Dica 2: Caça ao tesouro

Pode ser dentro de casa ou no quintal. Você esconde um objeto e dá instruções para a criança procurar. É uma atividade dinâmica e divertida, que estimula habilidades importantes, como a criatividade, o pensamento lógico e a resolução de problemas.

3.   Teatro

Proponha um tema e desenvolva com a criança uma história ou um roteiro para ser encenado em casa para o pai e os irmãos. Utilize fantasias, monte um figurino, faça uma maquiagem e utilize máscaras e chapéus.

Essa atividade estimula a criatividade e permite à criança que se expresse por meio de movimentos corporais e da fala, além de exercitar a memória para se lembrar dos diálogos da peça.

Crianças em casa Dica 4:  Dança

Coloque músicas para dançar, crie coreografias e proponha uma apresentação. Você também pode colocar um vídeo para acompanhar a dança de um professor ensinando os passos.

Além de ser uma atividade física, é um momento divertido com a família, para aliviar a rotina do dia a dia em frente ao computador, sentados, somente estudando.

5.   Brincar de restaurante

Cozinhe com a criança, ensine-a a cozinhar o prato preferido dela ou de algum membro da família, crie um momento lúdico envolvendo a refeição – os pais ou os irmãos são os clientes do restaurante e fazem o pedido a ela.

É um momento de interação com a família e que possibilita desenvolver habilidades culinárias desde cedo, promovendo a autonomia e reforçando a ideia de que a criança pode realizar diferentes atividades.

Crianças em casa Dica 6: Festa do pijama

Separe um dia da semana, que pode ser no sábado, por exemplo, e faça uma festa do pijama! Coloque os colchões na sala para que todos durmam juntos, assistam a filmes e comam coisas gostosas juntos.

Outra possibilidade é montar uma barraca e simular um acampamento, dentro ou fora de casa, contar histórias de terror, assar marshmallows, observar as estrelas, ouvir músicas, entre outros.

7.   Mágica

Você pode apresentar alguns truques de mágica para a criança e, assim, estimular a imaginação e a curiosidade dela. Além disso, outra possibilidade é ensiná-la a fazer algumas mágicas para que ela se apresente a um público, que podem ser os irmãos e o pai. Existem diversas brincadeiras com cartas de baralho ou jogos específicos que ensinam os truques.

Crianças em casa Dica 8:  Jardinagem

Crie um jardim, plante árvores e flores com a criança, ensine-a técnicas de jardinagem e a cuidar das plantas, assim, diariamente, ela terá o compromisso de colocar água e acompanhar o crescimento.

Mesmo que vocês morem em apartamento, é possível fazer um espaço com vasos menores de plantas em uma prateleira, por exemplo. Isso estimula a criança a ter responsabilidade e a perceber que pode construir coisas sozinhas.

9.   Leitura

A leitura é fundamental para o desenvolvimento da criança, portanto, incentivá-la a ler em casa é muito importante. Você pode ler para ela ou com ela, de forma que cada um leia um parágrafo, por exemplo.

Após a leitura, vocês podem fazer um desenho da história ou do personagem preferido, fazer uma peça de teatro sobre o tema, entre outros. Opte por livros interativos, com figuras 3D ou que peçam para que o leitor crie um final para a história.

Crianças em casa Dica 10: Atividade física

Praticar atividades físicas é essencial para uma vida saudável, mas, muitas vezes, essa preocupação não ocorre com as crianças. Assim, esse pode ser um bom momento para incentivá-las a criar o hábito de fazer exercícios.

Vocês podem realizar diversos exercícios juntos: pular corda, jogar bola, alongamentos, movimentos de ioga ou pilates, corrida de saco, fazer obstáculos, andar de bicicleta, entre outros.

 

___________________________________________________________________

Gostou das dicas? Conte para nós aqui nos comentários!

Saiba como o SAE Digital pode ajudar a sua escola: fale com um de nossos assessores!

Continue acompanhando nosso blog, pois estamos sempre trabalhando para informar à comunidade escolar sobre a realidade e oferecer soluções para a sua escola.

Acompanhe também nossas redes sociais, no Facebook e Instagram, e fique por dentro das novidades!

Crianças em casa

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos