Instituto Educacional Sementes: Simulados on-line para diagnosticar o desempenho dos alunos

Em 1996, é fundado, em Mossoró, no Rio Grande do Norte, o Instituto Educacional Sementes, devido à vontade que a professora Maria Elizete de Medeiros de Oliveira, atual mantenedora da escola, tinha de continuar dando aulas para a Educação Infantil.

Essa é mais uma história de sucesso na educação e que é marcada pelo crescimento. Há 24 anos, a escola começou com 30 alunos de Educação Infantil, e hoje possui mais de 1.500 alunos, da Educação Infantil ao Ensino Médio. A mantenedora conta que o crescimento foi inevitável, visto que a cada ano que passava, a pedido das famílias dos alunos, era aberto mais um segmento, formando assim uma grande família.

E em 2019, o SAE Digital chega a Mossoró para somar a essa grande família, ao firmar uma parceria com o Instituto Educacional Sementes para utilização do Sistema de Ensino a partir de 2020. “Nós conhecemos [o SAE Digital] pelo trabalho dos assessores, pela visita fizeram à escola, e tivemos conhecimento do material e de como era trabalhado. Achamos que podíamos conhecer tudo melhor. E nós percebemos [em visita à Curitiba] que o trabalho é feito com responsabilidade, que as pessoas são muito engajadas, que há muita segurança quanto ao material que circula. Acreditamos mesmo na proposta”, conta a mantenedora da escola.

O filho de Elizete, Giordano Bruno, que entrou na escola como aluno aos 4 anos de idade, é hoje coordenador pedagógico da instituição. Ele conta que, após 24 anos usando Livro Didático, o Instituto Educacional Sementes se sentiu confiante para fazer a transição para um Sistema de Ensino.

“No início, até confessamos que existia um receio de trocar de Livro Didático para Sistema de Ensino, porque trabalhamos com Livro desde quando foi fundada a escola, há 24 anos. E quando o SAE nos fez essa proposta, as expectativas foram tão boas que nós decidimos encarar essa mudança e consideramos que veio em excelente momento”, afirma Giordano.

Para Maria Elizete, a decisão de mudar foi muito importante para a história da escola, e o SAE sempre esteve presente, dando todo o suporte desde a implantação do material ainda no ano passado. “Nós sabíamos que precisaríamos [de apoio], porque era algo novo que os pais e toda a escola não estavam acostumados nem conheciam. Foi uma decisão muito importante que tivemos que tomar, e desde então o SAE esteve presente. Quando contamos sobre isso, já disponibilizaram as assessoras, e elas foram muito capacitadas, tiveram muita paciência, interagiram com todos os grupos: famílias, alunos, direção, coordenação, professores”, afirma.

Para a escola, a presença do SAE desde a implantação fez a diferença no momento da transição, pois deu mais segurança para a comunidade escolar.

 

Simulados on-line para diagnosticar o desempenho

Atualmente, o Instituto Educacional Sementes utiliza todas as tecnologias ofertadas pelo SAE Digital: Realidade Aumentada, Livro Digital, Portal SAE, Arrase no Enem, Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), SAE Notifica, SAE Questões e Simulados. Entre as preferidas dos alunos e professores estão o SAE RA e o Portal SAE, respectivamente. Segundo o coordenador pedagógico da escola, as tecnologias do SAE Digital se destacam por realmente serem relevantes e contribuírem efetivamente para o aprendizado dos alunos.

Nesse período de isolamento, Giordano ressalta que os grandes destaques da tecnologia são as avaliações e os simulados, que agora passaram a ser ofertados de forma on-line pelo SAE Digital.

“Nós já tínhamos gostado da ideia de fazer o simulado presencial desde o Ensino Fundamental. E com essa paralisação acho que todos aqui na escola se perguntavam: ‘como vai ficar o simulado?’ E aí veio o SAE com a ideia de implantar o simulado on-line”, conta Giordano.

Para ele, a mudança do presencial para o modelo on-line foi tranquila, pois na escola todos – professores e alunos – já estavam preparados para fazer essa prova. “Os alunos gostaram bastante de fazer on-line, porque também foi uma nova experiência. Então para eles foi muito bom e para a escola, principalmente, porque nós podemos ter uma avaliação diagnóstica do que está acontecendo nesse período, visto que o simulado nos permite acompanhar o desempenho dos alunos, vendo os pontos fracos que têm que ser melhorados e os pontos fortes, vendo o que deu certo”, afirma Giordano.

A expectativa do Sementes, segundo Giordano, é continuar utilizando as avaliações e os simulados do SAE Digital mesmo depois desse período. “Esperamos continuar sempre trabalhando cm ele, porque é um modelo de prova que os alunos não conheciam, pelo menos aqui na nossa realidade. Só quem fazia o Simulado era a 3ª série do Ensino Médio, então o aluno do 6º ano não conhecia esse modelo de prova. E ter esse acesso foi muito importante para eles, porque vão ser treinados com esse tipo de avaliação para quando forem realizar um exame, como o ENEM, tirarem de letra”.

Outra solução que chamou a atenção do Instituto Educacional Sementes e dos alunos da 3ª série foi o Simulado Enem, principalmente pela plataforma oferecida pelo SAE Digital, que possui a ferramenta do Simulador SISU, na qual eles podem simular em quais cursos seriam aprovados com a nota da prova.

Conheça mais sobre as avaliações do SAE Digital!

E o futuro?

O coordenador pedagógico da escola, Giordano Bruno, acredita que o Instituto Educacional Sementes está hoje muito mais preparado do que estava em março, quando houve a suspensão das aulas, para a tomada de qualquer decisão, seja ela de retomada presencial, adoção do ensino híbrido ou continuidade das aulas remotas.

“Se em um período inusitado como esse já contamos com essa parceria com o SAE Digital, pense no futuro. Como o futuro vai ser cada vez mais digital, mais tecnológico, e o SAE já tem essa marca, eu acredito que essa parceria vai dar muito certo para os próximos anos”, ressalta Giordano.

Instituto Educacional Sementes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos