Blog

O que é Realidade Aumentada e como ela pode ser aplicada na Educação

  • Fernanda Andreazzi
  • 1 ano atrás
  • Atualizada em 27/08/2018
  • 4 min. de leitura
  •  
  • 1.580 visualizações

A utilização de elementos lúdicos para engajar os estudantes no processo de ensino e aprendizagem, ou gamificação, não é nenhuma novidade para os profissionais da educação. Mas, a cada dia, as novas tecnologias têm possibilitado novas formas de interação em sala de aula. Um dos assuntos mais comentados quando se fala em tecnologia educacional é, junto aos livros digitais e aos ambientes virtuais de aprendizagem, a realidade aumentada, ou RA. Você sabe o que é realidade aumentada e como ela se diferencia da realidade virtual? Já viu como este recurso vem sendo utilizado nas escolas mais modernas do país?

Vem ler este post com a gente!

O que é realidade aumentada?

A realidade aumentada consiste na sobreposição de objetos digitais ao mundo real. Para que a RA seja possível, são necessários apenas um software e um equipamento capazes de fazer a leitura das imagens (marcadores) no ambiente real e a exibição dos objetos digitais correspondentes. Geralmente, esta interação pode ser feita a partir de aplicativos instalados em um tablet ou smartphone com câmera.

Vamos dar um exemplo que todo professor deve reconhecer por conta da febre que tomou conta das crianças e dos adolescentes no segundo semestre de 2016: o jogo Pokémon GO. A realidade aumentada, enquanto tecnologia, já existia há um bom tempo, mas se popularizou e virou assunto no Brasil a partir do lançamento do jogo. Desde então, tem-se debatido o seu uso nas mais diversas áreas – especialmente na educação.

Mas antes de falarmos sobre a RA na educação, vamos fazer um breve parêntese para explicar a diferença entre o que é realidade aumentada e virtual.

Realidade aumentada X realidade virtual

A realidade virtual é uma tecnologia que permite ao usuário mergulhar completamente em uma experiência no mundo digital. Ela vem sendo utilizada especialmente no desenvolvimento de jogos e simulações. Como na educação a proposta não é retirar o aluno do ambiente de ensino, mas tornar a sua experiência mais interessante e interativa dentro deste espaço, a realidade aumentada oferece maiores benefícios para a área.

Isso acontece porque, na RA, o usuário (neste caso, o aluno) não está visualizando uma realidade totalmente virtual, mas sim uma versão da sua própria realidade de forma melhorada – ou aumentada. Percebe a diferença? Isso não significa que a realidade virtual não possa ser utilizada na sala de aula como recurso para despertar o interesse dos jovens alunos. Significa apenas que, nos modelos atuais de educação, a realidade aumentada é mais viável (inclusive financeiramente) e abre muitas possibilidades na prática pedagógica.

Guia completo das tecnologias educacionais

A realidade aumentada na educação

Por ser um recurso que desperta a curiosidade e o interesse de crianças e adolescentes, além de ser relativamente acessível (qualquer tablet ou smartphone com uma câmera é capaz de fazer a leitura dos marcadores da RA), a realidade aumentada vem se tornando uma ferramenta poderosa dentro da sala de aula. Com ela, o professor pode trabalhar propostas que visam tornar o conteúdo do livro impresso mais próximo da realidade dos alunos.

Imagine ter ilustrações que criam vida e “saltam” do livro impresso para trazer as informações até os seus alunos; permitindo acessar a partir do material didático vídeos, animações e atividades contextualizadas para cada momento do aprendizado. Ou até mesmo interagir com os elementos da tabela periódica para além do plano abstrato. Com a realidade aumentada, essas situações já são realidade dentro das escolas mais modernas do país.

Para que seja eficaz, essa interação precisa, é claro, da orientação do professor. Como buscamos sempre ressaltar nas publicações do blog, a tecnologia por si só não é capaz de engajar o estudante e revolucionar o aprendizado. Nesta dinâmica, é fundamental o papel do professor enquanto mediador, desde o planejamento das atividades até a sua transposição para a prática em sala de aula.

Os benefícios de utilizar a realidade aumentada na educação

Quando bem planejada pelo professor e utilizada de forma relevante e contextualizada, a realidade aumentada pode trazer diversos benefícios para a prática pedagógica. Listamos alguns deles a seguir. Confira!

  • Atrai a atenção e encanta os alunos.
  • Gera mais interesse e motivação nos estudos.
  • Utiliza uma linguagem própria dos alunos das novas gerações.
  • Possibilita a interação entre o material impresso e o meio digital.
  • Estimula a comunicação e a troca de experiências em sala de aula.

Como posso levar a realidade aumentada para a minha escola?

Caso você esteja buscando inserir este recurso no dia a dia de sua escola, é importante definir primeiro quais são os objetivos dessa prática e estruturar a sequência das atividades dentro de um plano de aula. Uma pesquisa rápida na internet revela a existência de diversos aplicativos que utilizam a tecnologia da realidade aumentada.

Uma alternativa que traz agilidade e assertividade para o trabalho das equipes pedagógicas é a parceria com plataformas ou sistemas de ensino que já dispõem dos recursos necessários para a implementação da RA. Esta parceria proporciona, além do aporte tecnológico, um encaminhamento pedagógico para cada atividade a ser desenvolvida dentro dos diferentes componentes curriculares, trazendo uma sequência didática coerente para o trabalho com diferentes turmas e faixas etárias.

Agora que você já sabe o que é realidade aumentada, que tal descobrir como o SAE RA está transformando a educação de milhares de crianças em todo o Brasil? Confira o post!

Banner Catálogo 2020 SAE Digital

Quer saber mais sobre Tecnologia Educacional, por que utilizar e como implementar na sua instituição de ensino? Leia o nosso super post e saiba tudo sobre o assunto!

Tags

Fernanda Andreazzi

Ver todos os artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *