Relações dos alunos nas aulas on-line

Convidamos a psicóloga Adriane Leardini Picolo (CRP 08/27590) para falar a respeito das relações dos alunos nas aulas on-line. Ela atua como psicóloga clínica em Curitiba, realizando psicoterapia com crianças, adolescentes e adultos. Continue a leitura do artigo para saber o que ela tem a dizer sobre o assunto.

As relações interpessoais através da internet já fazem parte do cotidiano da sociedade atual, sobretudo quando falamos dos jovens, que nasceram em meio às transformações tecnológicas, e possibilitam mais interação e convivência entre as pessoas, ao romperem os limites da presença física.

Esse novo modelo relacional facilitou e ampliou muito o contato entre as pessoas, pois aproxima e encurta as distâncias, por exemplo, tornando possível falar e ver um amigo a qualquer momento e em qualquer lugar, apenas utilizando um celular ou computador. Em períodos de isolamento social, como o que estamos passando no momento, essas relações se intensificaram, sendo a única opção para manter contato com as pessoas de nosso dia a dia.

O valor da escola e a importância para alunos e famílias

Convivência e relações dos alunos nas aulas on-line

Com o fechamento das escolas, o ensino remoto foi adotado para manter as aulas no ambiente virtual, fazendo com que os alunos interajam entre si e com o professor de modo não presencial. Essa interação é fundamental para a vida dos alunos, pois as relações no ambiente escolar são sua principal fonte de socialização, constroem a identidade social dos jovens e contribuem para o seu desenvolvimento.

Sendo assim, dar continuidade à convivência e às relações dos alunos nas aulas on-line é essencial para vivenciarem, mesmo a distância, experiências afetivas, motivação para estudar em casa e acolhimento, uma vez que todos estão passando pela mesma situação e precisam de apoio.

As aulas remotas oferecem diversas possibilidades, por exemplo, os alunos podem continuar a realizar trabalhos em grupo em encontros virtuais, podem conversar, tirar dúvidas com o professor, entre outros, por meio de mensagens de textos, áudios ou vídeos, mantendo-os em contato constante e estimulando a manutenção de seus vínculos mesmo estando distantes fisicamente.

Nesse sentido, esse formato de escola digital é positivo, pois permite uma rotina semelhante à rotina escolar habitual, tornando o período de isolamento social menos difícil. Considerando que as vivências escolares são as principais atividades de crianças e jovens, ficar totalmente sem elas seria bastante prejudicial e desorganizaria ainda mais seu lugar no mundo.

Já que as relações entre os alunos já existiam antes das aulas a distância, esse processo se torna mais fácil, pois o vínculo já foi construído no mundo real e está sendo mediado pela comunicação digital.

Entretanto, as relações presenciais não podem ser substituídas pelas virtuais. É preciso entender que cada modalidade tem sua função e que saber se relacionar on-line é fundamental para não prejudicar o desenvolvimento do indivíduo.

Em contrapartida, saber estabelecer relações virtuais saudáveis e mesclá-las com as relações presenciais é uma habilidade que permite crescimento pessoal e social. Estimular essa habilidade nos alunos desde já com as aulas on-line é bastante positivo, pois eles aprendem e desenvolvem relações mais saudáveis com os outros e consigo mesmos.

Leia também:

Ansiedade na infância: como o professor pode ajudar?

Como apoiar a equipe pedagógica da sua escola a distância

O valor da escola e a importância para alunos e famílias

A relação dos alunos com a internet

Já faz parte da vida de boa parte da sociedade o uso de redes sociais, aplicativos de mensagens, chamadas de voz e vídeo, internet para realizar pesquisas, fazer compras, ouvir música, assistir filmes e realizar diversas outras atividades. E mesmo com a rotina escolar normal, as aulas presenciais e o contato direto e físico com os colegas, os alunos sempre mantiveram relações virtuais com os próprios colegas de turma ou outras pessoas.

Sendo assim, a convivência e as relações dos alunos nas aulas remotas não é muito diferente nem novidade, e não são encaradas como algo estranho ou difícil, embora eles sintam falta do contato presencial.

Esse tipo de aula permite a adequação das atividades à realidade dos alunos, que já passam bastante tempo conectados, o que pode até melhorar seu desempenho escolar. A afetividade também é trabalhada, ao possibilitar o contato com emoções geradas na relação com os outros, considerando que, além de colegas de sala de aula, muitos alunos são amigos.

Além disso, possibilitam que os alunos conversem com colegas com os quais não teriam a oportunidade de interagir pessoalmente devido a, por exemplo, se sentarem distantes na sala de aula, timidez, falta de tempo, entre outros. Isso aumenta seu círculo social e estimula o estabelecimento de novos vínculos.

Essas interações também estimulam a melhora da comunicação digital, pois ela faz parte da sociedade atual é importante que seja efetiva. Além disso, quanto mais a utilizarmos, melhor ela se torna.

Relações humanas dos alunos nas aulas on-line

Para falarmos a respeito da convivência e das relações dos alunos nas aulas on-line, precisamos falar sobre as relações humanas de modo geral, uma vez que antecedem o advento da Internet e aprendemos a nos relacionar por meio do contato com outras pessoas.

De acordo com a Teoria das Relações Humanas, desenvolvida pelo psicólogo alemão Kurt Lewin (1890-1947), as pessoas não são passivas no contexto social, pois estabelecem uma interação com o meio através das trocas interpessoais e do que cada um tem de si para compartilhar com os demais, criando assim uma nova configuração social. Não somos moldados pela sociedade de modo unilateral. Contribuímos e influenciamos o meio social também, por meio de nossas interações com as pessoas, com a natureza, com a cultura, etc.

As interações humanas ocorrem em um campo, um espaço comum onde as pessoas estabelecem contato devido a objetivos específicos, como a escola, por exemplo, que é um ambiente em que os alunos participam para adquirir conhecimento. Um campo é estruturado pelas pessoas que o compõem, sendo assim, quando uma mudança ocorre em um dos membros, ela influencia e altera o todo. Portanto, o meio social e o indivíduo coexistem, não podem ser considerados separadamente, já que um influencia o outro mutuamente.

As relações interpessoais ocorrem por meio da comunicação e do comportamento, que são resultados do campo em que os indivíduos estão inseridos, já que estes agem e reagem de acordo com a necessidade.

As relações humanas são demasiadamente dinâmicas, pois ocorrem a todo momento e modificam o campo e seus participantes, configurando um espaço vital a partir de três variáveis: tensão, força e necessidade. O comportamento humano pode ser compreendido com base nisso, pois ele busca responder aos estímulos desencadeados nessa relação: basta mudar algum aspecto, que tudo muda. A partir dessas considerações, é possível perceber que a tensão gerada pela pandemia fez com que a sociedade reunisse forças para continuar as aulas e a convivência entre os alunos de modo on-line.

Assim, o ambiente virtual tornou-se o campo em que acontecem as interações. Cada um participa da aula de sua casa, conversando por chats ou por outras ferramentas digitais, tendo contato por vídeo ou áudio. Todos os componentes do campo têm o compromisso em comum de estar ao mesmo tempo participando da aula, que só ocorre com a interação mútua, ou seja, o campo precisa dos indivíduos para existir, e vice-versa – as aulas existem para os alunos e os alunos existem porque tem a aula.

Logo, a aula virtual influencia o aluno, que se transforma com a aquisição de um novo conhecimento, o qual, por sua vez, influencia a aula, que precisa atender às suas necessidades educacionais.

relações dos alunos nas aulas on-line

Dinâmica dos grupos na relação dos alunos nas aulas on-line

Podemos também pensar sobre a convivência e as relações dos alunos nas aulas on-line a partir da teoria da dinâmica de grupos, visto que os alunos formam um grupo e estabelecem relações dinâmicas dentro dele.

Um conjunto de pessoas que interagem entre si a partir de um objetivo comum configura um grupo, no qual as partes influenciam no todo e vice-versa, tal como nos diz a teoria das relações humanas. No caso da escola, as aulas virtuais modificaram a rotina dos alunos e estes modificaram essas aulas.

A relação do grupo acontece a partir dos seguintes fatores:

  • Coesão: para um grupo existir, os membros precisam estar identificados com os objetivos comuns e suas ações conjuntas. Quanto maior a coesão, maior será a produtividade do grupo.
  • Padrões grupais: são as normas existentes dentro do grupo para que ele funcione e atenda a todos os membros, sendo que todos precisam colaborar.
  • Motivação: o indivíduo precisa querer alcançar os objetivos do grupo, fazendo o que for necessário para fazer parte dele.
  • Liderança: há sempre um membro que é responsável por orientar e guiar o grupo. No caso das relações nas aulas, é o professor ou o aluno monitor.

As relações dos alunos nas aulas on-line contemplam esses elementos, por isso são tão importantes, assim como no contato presencial, pois é possível estender ao ambiente virtual essas interações. De modo geral, a convivência e as relações dos alunos nesse caso são satisfatórias, pois alguns dos objetivos principais são cumpridos, como manter o contato, trocar informações e conversar.

Em meio ao isolamento social, que alterou a rotina de toda a sociedade e gerou muitos sentimentos conflitantes, as relações dos alunos nas aulas remotas promovem o apoio mútuo para continuarem estudando e enfrentando as dificuldades decorrentes deste período.

 

Aulas em casa na quarentena – Dicas para as famílias superarem esse desafio

Como melhorar as aulas on-line? Descubra aqui!

___________________________________________________________________

O SAE Digital facilita a convivência e as relações dos alunos nas aulas on-line, já que suas ferramentas digitais atendem às necessidades da escola digital. Quer melhorar as aulas virtuais da sua escola e permitir a interação adequada entre os alunos? Fale com um dos nossos assessores educacionais e saiba como!

relações dos alunos nas aulas on-line

Continue acompanhando nosso blog para ter mais conteúdos como este.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos