Aulas em casa na quarentena – Dicas para as famílias superarem esse desafio

Com a necessidade de isolamento para frear a proliferação do novo Coronavírus, surgiu um novo cenário para os pais, mães e responsáveis: as aulas em casa. E com elas um grande desafio para muita gente, que é conciliar o trabalho home office, cuidar dos afazeres domiciliares e acompanhar e orientar os estudos das crianças.

A mudança foi abrupta e não permitiu a preparação de ninguém, nem das escolas nem professores, muito menos dos familiares, que tiveram que assumir algumas atividades antes realizadas na instituição de ensino e sob cuidados dos educadores.

Com tudo isso, é muito comum aparecerem uma série de dúvidas sobre como lidar com essa situação conturbada. Por isso, separamos algumas dicas de como os familiares podem ajudar seus filhos nos estudos em casa, facilitando a  conciliação com a sua vida profissional.

Dica especial: 😊 A mudança de rotina pode ser um agravante para a piora da qualidade de vida, e alguns sintomas, como o estresse, podem aparecer com mais recorrência. Para podermos tornar o período da quarentena mais leve, convidamos a psicopedagoga Isabel Parolin, para dar dicas importantes de como enfrentar esse momento. Assista o vídeo completo do Webinário: Quarentena sem estresse.

Dicas para as famílias ajudarem os filhos a estudar em casa

1. Crie uma rotina de estudos para assistir aulas em casa

O primeiro passo para fazer com que as aulas em casa deem certo é planejar, organizar e colocar em prática uma rotina de estudos longe da escola. Embora possa parecer uma missão impossível de início, ela não é. Pode exigir um tanto de esforço e disciplina, principalmente nos primeiros dias, mas com o tempo tudo fica mais fácil e natural.

Em suma, a ideia aqui é criar um cronograma de atividades a partir do qual as crianças saibam o que vão fazer e quando farão. De preferência, esse calendário deve orientar que os estudantes realizem as mesmas coisas, ou tarefas similares, todos os dias e por volta do mesmo horário.

Inclusive, é interessante que esse horário destinado aos estudos esteja no mesmo período que a criança estuda na escola. Isso facilitará a readaptação ao ambiente escolar quando as aulas presenciais forem retomadas.

Claro que quem não atua na área da educação pode encontrar dificuldade para construir esse planejamento, e as instituições de ensino nem esperam que os familiares tenham tal responsabilidade sozinhos. Por isso, busque a ajuda da escola e dos professores, pois eles com certeza disponibilizarão conteúdos adequados e orientarão você a prosseguir com essa rotina de estudos remotos.

O SAE Digital está desde março disponibilizando gratuitamente vídeos e materiais de apoio para alunos de todas as séries da Educação Básica das redes pública e privada de todo o país. Confira nossas aulas disponibilizadas no canal do youtube do SAE. 👇

A importância da Literatura na Educação Infantil

2. Arrume um espaço dedicado para os estudos das aulas em casa

Na escola, toda a disposição da sala de aula é pensada para construir um ambiente pedagógico agradável, possibilitando que as crianças se sintam confortáveis e estejam em constante contato com os conteúdos aprendidos, o que é uma excelente ferramenta de reforço do aprendizado.

Nas suas devidas proporções, é importante que isso seja reproduzido em casa. Obviamente, a sala de estar não precisa ser transformada em uma sala de aula, mas preparar um local destinado apenas para os estudos sem maiores distrações, como brinquedos, TV e cama, é muito produtivo.

Portanto, por exemplo, busque deixar um cantinho no escritório ou na mesa de jantar sempre voltada para que seus filhos estudem, com seus materiais organizados e à disposição para consultas.

Você pode ainda destinar um lugar para expor as produções feitas pelas crianças durante as atividades de aula ou até mesmo de lazer, como uma parede nesse mesmo cômodo ou no corredor, quem sabe até na garagem. Essa simples ação valoriza o esforço dos pequenos, que estão sempre dando o seu melhor.

3. Prepare-se com antecedência para as aulas em casa a distância

Para entrar em sala de aula, começar a escrever na lousa e explanar sobre a matéria do dia, o educador tem toda uma preparação de como fará cada ação e atividade para atingir o objetivo daquela aula da melhor maneira.

Os familiares não precisam entender o conteúdo, mas, para um melhor aproveitamento do seu tempo e do aprendizado das crianças, é essencial que as tarefas propostas pelo professor sejam vistas com antecedência, para assim poder identificar a necessidade de algum material de apoio ou demanda prévia.

Além disso, o ensino a distância está pautado totalmente no uso de tecnologias, como as plataformas Microsoft Teams, Google Hangout, Zoom, entre outras. Essa preparação também serve para verificar se o acesso a essas ferramentas está funcionando e evitar inconvenientes de última hora que impeçam o estudante de acompanhar a aula.

4. Faça pausas para descanso e recreação

Na rotina escolar, as crianças possuem intervalos para a alimentação, o descanso e a realização de atividades físicas. Todos esses momentos possuem seus propósitos, seja fortalecer seus corpos, seja recuperar a energia, que convergem para dar continuidade ao processo de aprendizado de diferentes inteligências e habilidades. Portanto, ao longo dos estudos em casa, essas atividades também devem ser mantidas.

Então, estabeleça pequenos intervalos entre as aulas, planeje momentos para o lanche entre as refeições e programe momentos de brincadeiras. Isso já fará com que as crianças se movimentem, gastem a energia excedente e relaxem.

5. Comunique-se com os professores e a escola

Como observamos em alguns pontos anteriormente, tanto a escola como os professores têm se colocado à disposição de pais, mães e responsáveis para colaborar no que for possível para amenizar as dificuldades neste período de aulas em casa. Portanto, não tenha medo ou vergonha de pedir ajuda para esses profissionais, pois todos querem o mesmo: o melhor aprendizado para as crianças.

Para tanto, use os diferentes canais de comunicação abertos pela instituição de ensino e pelos educadores para sanar dúvidas, questionar atividades, solicitar orientações de condução das aulas, dar sugestões de melhorias e adaptações dos conteúdos… Enfim, trocar experiências e percepções com os profissionais da Educação e com outros pais que possam estar encarando problemas que você já superou.

6. Não deixe que impere o ritmo de férias

Estudar em casa, assistir aulas em casa não é nada fácil, pois as tentações e distrações são muitas. E os nossos corpos e mentes estão geralmente acostumados a usar este ambiente para descanso e diversão. Com as crianças acontece o mesmo, mas precisamos evitar que o afastamento da escola seja encarado como férias.

A estrutura e os materiais disponíveis em casa nem sempre são os ideais, mas devemos continuar tentando fazer o melhor com o que temos em mãos no momento, para que a quarentena não comprometa o processo de aprendizagem das crianças. Por isso, é fundamental essa combinação de ações que trouxemos nos tópicos anteriores.

7. Aproveite o momento para se aproximar do aprendizado do seu filho

O cenário é bastante conturbado, com dificuldades e desafios para todos. É preciso ter dedicação, disciplina e paciência para encará-lo e superá-lo sem maiores transtornos. Contudo, essa situação não precisa ser observada apenas pelo aspecto negativo. Ela pode ser uma ótima oportunidade para que os familiares se aproximem da educação dos seus filhos.

Após alguns dias, que possivelmente contarão com alguns tropeços – e tudo bem! –, você verá o quanto pode ser prazeroso e recompensador acompanhar de pertinho a evolução e o crescimento do aprendizado das crianças, situações que muitas vezes passam despercebidas pelo distanciamento com a escola.

Construa novos conhecimentos e habilidades junto com seus filhos, aprendendo a desenhar, cozinhar, jogar videogame ou simplesmente relembrar conteúdo de que gostava quando estava na escola. Esse é um caminho sólido para fortalecer também os laços afetivos e familiares. Então, aproveite!

Temos muito mais conteúdos para você

Existem outros elementos que compõem esse panorama de quarentena e educação a distância. E aqui no blog a gente vem publicando diversas matérias para abordar e ajudar tanto escolas quanto professores e familiares. Por exemplo, se você está trabalhando no modelo home office, temos 8 dicas incríveis para não perder produtividade com as crianças em casa.

Sabemos também que a rotina de estudos pode ser entediante em alguns momentos, por isso, preparamos um artigo completo com técnicas eficientes para manter seus filhos engajados com o estudo mesmo com as aulas suspensas, além de várias outras sugestões para facilitar os estudos em casa durante a quarentena e ajudar as crianças da Educação Infantil a aproveitar melhor as aulas remotas.

Além disso, o SAE Digital tem realizado diversos webinários com profissionais da Educação gabaritados, abordando assuntos pertinentes a essa nova rotina que temos que encarar temporariamente. Para conferir nossa programação completa e especial, clique na imagem abaixo.

A importância da Literatura na Educação Infantil

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos