string(0) ""

O que é Gestão da Inovação na Escola?


A Gestão da Inovação é necessária para a Educação Inovadora, que tem a proposta de se reinventar para acompanhar as mudanças na sociedade e atender às demandas que surgem com elas, sobretudo na forma como os alunos aprendem e nas habilidades que eles precisam desenvolver.

Uma das principais características da inovação no ambiente escolar é o uso da tecnologia nas práticas pedagógicas, para explorar seus benefícios e aplicá-los no processo de ensino e aprendizagem.

Além dos recursos tecnológicos, a adoção de metodologias inovadoras, voltadas para o desenvolvimento das habilidades necessárias para o século XXI, possibilitam transformar o modelo tradicional de ensino e complementá-lo, a fim de adequá-lo à realidade atual.

Instagram SAE Digital

O que é Gestão da Inovação na Escola?

A Gestão da Inovação é uma área da Gestão Escolar que se preocupa com a necessidade das instituições de ensino de aprimorarem suas práticas e buscarem meios de trazer mudanças e novidades, tanto no que se refere ao ensino e à aprendizagem quanto no que tange à administração da escola.

Para tanto, é preciso acompanhar as tendências da educação e verificar a possibilidade de aplicá-las na sua escola, para, então, planejar estratégias de implementação.

Nesse contexto, a inovação é a implementação de algo novo ou uma versão melhorada do que já havia, seja um produto, um serviço, um processo, uma prática ou método, que vise aprimorar a educação.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC), por exemplo, trouxe propostas de reforma do ensino para que as escolas se adéquem. Isso traz consigo muitos desafios e, para gerir e organizar essas mudanças, o gestor precisa ter uma visão inovadora, para executar as novas práticas e se adaptar ao contexto de constantes inovações.

As instituições de ensino têm autonomia em como serão implementadas as inovações, assumindo uma responsabilidade maior nas decisões, na elaboração de projetos que atendam à comunidade, na administração dos recursos e nas estratégias para alcançar os resultados esperados pelas legislações da educação.

O gestor também tem a responsabilidade de transformar e desenvolver a escola, promovendo uma cultura de inovação, para que toda a comunidade escolar consiga participar e se apropriar das mudanças.

De modo geral, a Gestão de Inovação na Escola planeja, promove e põe em prática as mudanças, mas precisa que toda a comunidade escolar participe, pois sozinha não consegue estabelecer a inovação.

Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), formada por países que promovem padrões internacionais econômicos, financeiros, comerciais, sociais e ambientais, a inovação na educação refere-se a ideias novas e mudanças positivas para alcançar os objetivos de melhoria no processo de ensino e aprendizagem, que envolve todos os setores do sistema educativo.

É importante que a Gestão da Inovação na Escola tenha em mente que existe muita resistência a mudanças, pois a comunidade escolar já está habituada às práticas usuais e demanda muita preparação para mudar, o que dificulta sua aplicação.

Sendo assim, para promover a inovação na escola e consolidar as mudanças, existe um processo de adaptação e alteração de mente. Para que os processos inovadores se consolidem, é preciso:

  • utilizar canais de comunicação entre quem planeja as mudanças e quem executa a inovação;
  • explicar a todos os setores da instituição que eles devem estar vinculados à inovação;
  • informar quais serão as inovações e os objetivos das mudanças para toda a comunidade escolar;
  • abrir espaço para as discussões sobre o assunto, de modo que todos compreendam a necessidade de mudança;
  • revisar, frequentemente, as práticas inovadoras implementadas a fim de verificar se estão sendo aplicadas corretamente e se estão adequadas ao currículo;
  • democratizar a inovação para que todos sejam beneficiados por ela, sem burocracia ou privilégios.

A inovação na educação contempla a dimensão tecnológica, política e cultural. Demanda mudança de métodos, de técnicas e de materiais de ensino, bem como o desenvolvimento de uma cultura de inovação no ambiente escolar.

O que é Gestão da Inovação na Escola?

Como inovar na Gestão Escolar?

Para promover a inovação na educação, é preciso inovar na gestão escolar, pois esta é responsável por dar suporte a todos os processos da instituição.

A gestão escolar tem como foco a melhoria de resultados no processo de ensino e aprendizagem, a partir da otimização dos fluxos, dos processos e das tarefas do cotidiano escolar que objetivam garantir a qualidade da educação, bem como a sustentabilidade da instituição de ensino.

Para promover a inovação no ambiente escolar, o gestor precisa adotar práticas inovadoras, para isso deve manter-se atualizado sobre as tendências da educação, conhecer quais são as práticas inovadoras disponíveis e arriscar novas técnicas que julgar serem adequadas à instituição.

Algumas atitudes que podem favorecer a inovação na gestão incluem:

Visão inovadora

Para que toda a comunidade escolar adote a inovação como parte da cultura, quem está à frente da instituição deve, antes de todos, ter uma visão inovadora, que busque sempre novidades e melhorias.

Uma mente inovadora está sempre atualizada e aberta a mudanças, realizando pesquisas sobre a área de interesse, participando de debates e experimentando novas técnicas para verificar se são melhores que as já utilizadas.

É preciso entender que a inovação não é somente oferecer diversos recursos tecnológicos e metodologias modernas, visto que eles precisam fazer sentido no processo de ensino e aprendizagem.

Gestão da Inovação: Conhecer o mercado

O gestor com visão inovadora precisa estar atento aos diferenciais das escolas concorrentes, para entender como funciona o mercado e crescer com ele e aprender o que é procurado pelos clientes.

É possível também fazer parcerias com outras instituições para adotar práticas inovadoras que são tendências na educação e trocar experiências com quem já conhece e utiliza tais métodos.

O que é Gestão da Inovação na Escola?

Engaje os professores e toda a equipe na Gestão da Inovação

Os professores são peça fundamental no sucesso das práticas pedagógicas, pois são eles quem irão aplicar as mudanças na prática e precisam ser estimulados a buscar a inovação e a debater o assunto.

É preciso que o gestor repasse a eles também a importância de renovação das práticas de ensino e de experimentação de novas técnicas que já foram testadas e reconhecidas como boas alternativas ao ensino tradicional.

Invista na tecnologia

A tecnologia transformou a forma como nos comunicamos, nos relacionamos, como recebemos informação, além da forma como ensinamos e aprendemos. Desse modo, as escolas precisam se adequar a essa realidade.

Utilizar recursos tecnológicos como ferramentas pedagógicas permite desenvolver as competências fundamentais alinhadas ao novo padrão mundial, o da digitalização da informação e da comunicação.

Adote softwares de gestão

Além de otimizar as práticas pedagógicas, a tecnologia também oferece recursos para a Gestão Escolar, por meio de sistemas digitais de relatórios, arquivo de dados, organização das atividades, entre outros.

Esses sistemas permitem aos gestores que registrem, organizem, consultem e analisem diferentes dados e indicadores, auxiliando efetivamente na tomada de decisões estratégicas.

Gestão da Inovação

Exemplos práticos de Gestão da Inovação na escola

Para promover a inovação na educação, o gestor precisa conhecer as tendências e aplicá-las em sala de aula. Confira algumas das principais:

Competências socioemocionais

Trabalhar o desenvolvimento de competências socioemocionais na escola é uma prática inovadora, pois atende às necessidades do mercado de trabalho atual e à atuação na sociedade do século XXI.

Essas competências envolvem o manejo das emoções para estabelecer relações saudáveis com os outros e consigo mesmo, o que permite uma formação integral aos alunos.

Elas oferecem aos alunos a capacidade de autoconsciência, autogestão, consciência social, habilidades de relacionamento e tomada de decisão responsável.

Gamificação na Gestão da Inovação

A gamificação na educação é uma prática inovadora que vem ganhando espaço nas escolas, pois utiliza de forma assertiva a tecnologia aliada ao processo de ensino e aprendizagem.

Ela utiliza elementos de jogos digitais, como avatares, desafios, competições, rankings, evolução e premiações, para atender ao seu propósito com um viés de entretenimento.

Os jogos permitem desenvolver habilidades cognitivas importantes, como pensamento, atenção e memória, essenciais para a vida acadêmica. Aliar os jogos ao processo de ensino e aprendizagem é uma estratégia bastante assertiva, pois motiva os alunos a aprender.

Metodologia STEAM

A metodologia STEAM tem a proposta de inovar as práticas de ensino e trazer uma nova abordagem para a aprendizagem, fundamentada na multidisciplinaridade em sala de aula.

O termo STEAM é a sigla, em inglês, para Science, Technology, Engineering, Arts and Mathematics, que significa a integração de elementos e conhecimentos de ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática.

Seu intuito é utilizar essas disciplinas em conjunto, para a resolução dos problemas apresentados no formato de projetos. O trabalho é realizado em grupo, com interações, discussões, testes de hipóteses e reflexão sobre os caminhos encontrados.

Cultura Maker na Gestão da Inovação

Refere-se a uma aprendizagem concretizada na prática, em que os alunos fazem sozinhos trabalhos, projetos ou materiais. Esse modelo de aprendizagem é inovador, pois estimula a criatividade e o protagonismo do aluno, rompendo com o modelo tradicional de ensino.

A metodologia do “faça você mesmo” tem a proposta de estimular a participação ativa dos alunos na aquisição de conhecimento por meio da prática com interação entre os colegas na construção de materiais e projetos.

Metodologias ativas

As metodologias ativas fazem parte de um novo modelo de educação, visto que propõem a participação ativa do aluno no próprio processo de aprendizagem, estimulando o desenvolvimento da autonomia e das competências socioemocionais.

Trata-se de uma metodologia das escolas inovadoras, que consideram a inteligência em todos os aspectos, não somente o acadêmico, mas também o social, o emocional e o comportamental.

_________________________________________________________________________

Quer saber como o SAE Digital pode ajudar a sua escola com a Gestão da Inovação? Então fale com um de nossos assessores e saiba mais!

Para ter acesso a mais conteúdos como este, continue acompanhando o nosso blog! Visite também as nossas redes sociais e confira conteúdos exclusivos!

Gestão da Inovação

 

 

Imagem: Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos