Rotina de estudos para o Enem – Confira 10 dicas!


Rotina de estudos para o Enem

Se você ainda não organizou a sua rotina de estudos para o Enem, temos um aviso importante: o planejamento faz toda a diferença nesta fase final de preparação. Com as provas do Exame Nacional do Ensino Médio confirmadas para os dias 21 e 28 de novembro, é fundamental estabelecer prioridades e buscar soluções para garantir os melhores resultados.

Antes de qualquer coisa, procure controlar a ansiedade. Manter a calma é o primeiro passo para espantar o estresse e assegurar um bom resultado no Enem e nos demais vestibulares. Isso inclui organizar sua rotina de estudos de forma adequada e saudável, priorizando todas as disciplinas e identificando também seu nível de dificuldade em cada uma delas, além de prever momentos de lazer e de prática esportiva para manter a saúde física e mental em dia.

Para garantir a tão sonhada nota 1.000 na Redação e alcançar um desempenho incrível nas demais provas, confira 10 dicas para render mais e alcançar o seu objetivo: a aprovação no Enem. Boa sorte!

Rotina de estudos para o Enem

10 dicas para render mais na preparação para o Enem

1. Faça o seu planejamento de estudos

Esse ponto é essencial para garantir uma boa rotina de estudos para o Enem. Um cronograma de preparação – com horários e matérias devidamente organizados – garante o seu foco e a dedicação necessária para obter as melhores notas. Utilize post-its e anotações para facilitar a compreensão dos conteúdos.

Defina ainda seu método de estudo. A maneira de aprender, revisar e memorizar as matérias varia bastante entre os estudantes. Alguns não precisam recorrer aos resumos, mas há aqueles que não abrem mão de produzir esquemas coloridos ou bem visuais. Vale tudo! Se ainda não encontrou o seu, vá testando até sentir confiança.

 

* Dica: na internet, há vários modelos de planos de estudo para download gratuito. Analise e escolha o melhor para as suas necessidades.

*Confira também: o SAE Digital e Me Salva! fizeram uma live no Instagram com muitas dicas para a preparação para a prova do Enem! Assista já!

 

2. Defina os objetivos de cada dia de preparação

Com o planejamento de estudos sob controle, a preparação para o Enem deve seguir metas. Estipule os objetivos por dia (tópicos de aprendizado) e estude o mesmo assunto por um período que não seja superior a duas horas. Se não conseguir cumprir todo o conteúdo nesse tempo, retome na próxima data estipulada no seu cronograma. Não se sobrecarregue, respeite limites e siga à risca tudo o que definiu. Também anote todas as suas dúvidas para compartilhar com seus professores ou busque suporte especializado em outros canais (plataformas on-line das mais diferentes disciplinas, por exemplo).

Rotina de estudos para o Enem – Confira 10 dicas!

Rotina de estudos para o Enem – 3. Detox digital é recomendado

Para que sua rotina de estudos para o Enem seja 100% eficiente, trate de fazer um detox digital: afaste-se do celular, de aplicativos e das redes sociais nos horários definidos para sua preparação para a prova. Pesquisas e consultas na web, quando necessárias, estão liberadas, mas nada de “se permitir” um tempinho para ver atualizações no Instagram ou TikTok. Tem hora para isso, combinado?

Rotina de estudos para o Enem – 4. Atualidades: dedique um tempo para informação de qualidade

O desenvolvimento do senso crítico é fundamental para um bom resultado no Enem. Além dos conteúdos das disciplinas, você precisa estar por dentro dos grandes temas que mobilizam o Brasil e o mundo. Em outras palavras, é preciso estar atualizado!

Dessa forma, a rotina de estudos deve incluir um tempo para os noticiários de tevê, podcasts, portais de notícia na internet e até mesmo rádio. Tenha cuidado com as fake news, sempre avalie a fonte (origem) de cada informação e acumule argumentos para arrasar na prova de Redação.

missão enem

Veja 5 temas da atualidade que podem surgir no ENEM:

O 20º aniversário dos ataques às Torres Gêmeas (EUA) e o retorno do grupo extremista Talibã ao poder no Afeganistão

Por que devo saber? Mais que acontecimentos marcantes da história recente da humanidade, esses assuntos abrem espaço para inúmeras questões no Enem, como conflitos mundiais (ataques terroristas), crise humanitária, violação dos direitos humanos e xenofobia.

 

Impactos da pandemia

Por que devo saber? Em 2020, o coronavírus virou o mundo de cabeça para baixo. No que diz respeito ao Brasil, a pandemia pode ser abordada em vários aspectos no Enem, por exemplo, acesso à educação (muitos jovens não aderiram ao ensino remoto), crescimento dos casos de violência doméstica e de exploração sexual de crianças e adolescentes (infelizmente, os abusadores, em sua maioria, são da própria família), saúde mental (depressão, ansiedade e outros problemas provocados pelo isolamento social), desemprego e população em situação de miséria, apoio à ciência (investimento em pesquisa), entre outros assuntos.

Crise energética no Brasil

Por que devo saber? A necessidade de economia no consumo de energia elétrica mudou a realidade das famílias brasileiras. O problema, impulsionado também pela crise hídrica (outro desdobramento que deve estar no seu plano de estudos para o Enem), traz o risco do apagão (pesquise sobre esse tópico), provocou o reajuste da bandeira tarifária e pode ser adotado um racionamento nos moldes do registrado em 2001, há exatos 20 anos. Assim, esse é mais um ponto para ficar bem sinalizado nos seus conteúdos de atualidades.

Aprovações

Desafios da inclusão

Por que devo saber? O excelente desempenho do Brasil nas Paralimpíadas de Tóquio deixou o tema ainda mais em evidência. A questão da inclusão também ganha força com a presença da educação socioemocional na grade do ensino médio, que prevê o trabalho com questões relacionadas ao autoconhecimento, comunicação não violenta, empatia, entre outros tópicos. Sem dúvida alguma, esse é um tema forte para a Redação ou para questões de interpretação e compreensão de texto no Enem.

* Aproveite para conferir as soluções educacionais do SAE Digital.

 

Diversidade: o respeito às diferenças é necessário

Por que devo saber? Há mais de uma década, o Brasil ostenta o vergonhoso título de país em que mais se mata travestis e transexuais no mundo. A necessidade de garantir o acesso desses cidadãos ao mercado de trabalho, além de combater o preconceito, são situações que podem trazer o assunto para a prova de Redação do Enem.

Rotina de estudos para o Enem – Confira 10 dicas!

Rotina de estudos para o Enem – 5. Dedique bastante tempo à leitura

Não há melhor forma para enriquecer o vocabulário e assimilar as regras ortográficas. Por isso, durante a sua rotina de estudos, inclua obrigatoriamente também a leitura de livros. Nesse caso, as obras recomendadas nos vestibulares são uma boa pedida. Ler nunca é demais – faça dessa prática um momento prazeroso durante a sua preparação.

Rotina de estudos para o Enem – 6. Fuja do barulho

Sua rotina de estudos para o Enem deve ser feita em um lugar tranquilo e apropriado para a sua preparação. Opte por um espaço arejado e confortável. Evite qualquer situação que comprometa a sua concentração. Disciplina é a palavra de ordem! Além disso, tenha cadeira apropriada, mesa ampla, boa iluminação no local e um bom acesso à internet.

Rotina de estudos para o Enem – 7. Guarde um tempinho para uma boa preparação para a prova de Redação

A redação nota 1.000 no Enem é o sonho de qualquer estudante. Na sua rotina de estudos, dedique um tempo bacana para estudar e praticar a produção de texto. Lembre-se: o Enem aposta no formato dissertativo-argumentativo com uma proposta de intervenção, assim, é preciso treinar muito para não ter qualquer dificuldade na hora certa.

Aliás, preste muita atenção na proposta de intervenção. O que a banca examinadora espera de você: a apresentação de uma solução para o problema abordado em seu texto. Pode ser, por exemplo, uma alternativa para amenizar a violência nos grandes centros urbanos.

É obrigatório que essa proposta de intervenção seja embasada por pensamentos defendidos ao longo do seu texto. Deve ser uma argumentação consistente e coerente com seu ponto de vida, além de alinhada à Competência 5 – Respeito aos Direitos Humanos. Por isso, o respeito à pluralidade cultural e às medidas inclusivas são prioridades, portanto, precisam estar no seu foco.

 

Rotina de estudos para o Enem – 8. Aposte em grupos de estudo por videochamada

Como ainda estamos lidando com os efeitos da pandemia, que tal apostar em encontros virtuais na sua rotina de estudos para o Enem? Formar pequenos grupos para trocas de conhecimentos, compartilhar dificuldades e falar sobre outras experiências relacionadas à preparação pode ser muito estimulante e enriquecedor.

9. Faça pausas

A rotina de estudos para o Enem pede pausas. Estabeleça intervalos para tomar água e se alimentar, ir ao banheiro, relaxar o corpo, caminhar, enfim, para descansar e retomar o fôlego. Dessa forma, você garante energia para encarar um novo round nessa maratona de preparação.

10. Procure formas alternativas de aprendizado

Além da rotina de estudos tradicional, permita-se ter também momentos diferenciados de aprendizagem. Você já conhece, por exemplo, a websérie Missão Enem? Esse projeto do SAE Digital tem 40 episódios e é super-recomendado para a sua preparação para as provas . Confira!

 

Antes de encerrar este post e deixar você voltar para a sua rotina de estudos para o Enem, temos mais algumas dicas importantes: não desanime e nem se deixe abalar por comentários de colegas ou familiares. Acredite no seu potencial, mantenha a autoconfiança, não supervalorize as suas dificuldades e desabafe sobre seus medos e incertezas. Seja leve e faça dessa etapa um desafio a ser vencido e comemorado no futuro. Tenha certeza de que tudo vai dar certo!

Rotina de estudos para o Enem


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos