Quais são os aprendizados com a pandemia?

Os aprendizados obtidos com a pandemia podem ser pensados a partir da ideia de que toda crise é uma oportunidade de evoluir e crescer, tanto em nível individual, quanto coletivo.

As dificuldades nos convidam a sair da zona de conforto para buscar soluções e enfrentar os desafios, estimulando a utilização de habilidades adormecidas, que de outro modo, talvez, não seriam exploradas. Mudanças costumam gerar resistência devido ao medo do desconhecido e um futuro incerto, entretanto, a vida é uma dinâmica constante e precisamos aprender a lidar com isso.

A pandemia mudou a rotina de todos, novos hábitos precisaram ser adquiridos e muitas coisas se perderam, trazendo uma certa insegurança, pois perder o controle das situações é bastante desconfortável.

Por pior que seja o cenário, precisamos prosseguir, e a melhor forma de conseguir é encontrar o lado bom das adversidades e aprender com elas para não se tornar refém de um problema.

Quais são os benefícios do Sistema de Ensino?

Há males que vêm para o bem?

Esse famoso ditado popular pode nos ajudar a compreender melhor a pandemia e as dificuldades que todos nós estamos enfrentando, pois é sempre possível encontrarmos o lado bom das coisas. Um olhar otimista é fundamental para superar os momentos difíceis, sobretudo quando se trata de algo que não está totalmente sob nosso controle, como uma pandemia.

Justamente o medo do desconhecido é o que mais assusta e preocupa as pessoas, entretanto, especialistas trabalham incansavelmente para conhecer mais o vírus e combatê-lo. Porém, por mais que cada um de nós faça sua parte para combater o vírus, ainda assim estamos diante de algo desconhecido, no sentido de que a medicina ainda não conseguiu desenvolver a vacina.

Desse modo, todo o mundo se viu na mesma situação, independentemente de país, classe social e cultura, e percebeu que somos todos iguais: humanos. Sendo assim, é importante refletir um pouco sobre os possíveis aprendizados com a pandemia, considerando os impactos que ela trouxe para a comunidade escolar, por exemplo.

Educação e Coronavírus — Quais são os impactos da pandemia?

 

Aprendizados da pandemia: Desenvolvimento pessoal

O isolamento social fez as pessoas passarem mais tempo em casa e sozinhos com a própria companhia, o que é oportuno para desenvolver o autoconhecimento.

Devido às rotinas agitadas do mundo contemporâneo, a maior parte das pessoas está sempre ocupada, com muitos compromissos, trabalho e afazeres de modo geral, quase sem tempo para refletir sobre si mesmo. Nos momentos de folga, a maioria está sempre buscando algo para fazer, como encontrar os amigos, reunir a família, passear, viajar, e assim raramente estão sozinhas.

O isolamento social forçou as pessoas a olharem para dentro, a ter que lidar com a própria companhia e se perceber enquanto indivíduo, o que talvez não fosse possível vinculado à rotina. Por mais prazeroso que seja estar acompanhado, ter momentos a sós é fundamental para se conhecer, se compreender, ter novas ideias e desenvolver uma boa relação consigo mesmo. O autoconhecimento é fundamental para o desenvolvimento pessoal, pois sem ele não é possível descobrir suas dificuldades, seu potencial e suas habilidades, para assim traçar um projeto de vida.

A própria BNCC estabeleceu como uma das competências gerais o autoconhecimento e autocuidado:

“Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saúde física e emocional, compreendendo-se na diversidade humana e reconhecendo suas emoções e as dos outros, com autocrítica e capacidade para lidar com elas”.

Além disso, ter uma boa relação consigo mesmo melhora as relações interpessoais, pois quem entende melhor a si mesmo também entende os outros, quem ama a si mesmo pode amar o outro ainda mais.

Se não desenvolvermos o hábito de ter momentos sozinhos, não conseguiremos nos autoconhecer e nos autocuidar. A pandemia trouxe isso para nós, e devemos aprender a cultivar esse hábito.

Aprendizados da pandemia: Fortalecimento dos laços familiares

Outro aprendizado obtido com a pandemia pode ser a valorização da família, pois foi possível repensar o papel dos familiares em nossas vidas e fortalecer os laços, visto que a rotina costuma nos roubar a atenção de coisas essenciais que já estamos “acostumados” e esquecemos de dar o devido valor.

Não raro, pais e filhos pouco interagem no dia a dia, já que os adultos vão para o trabalho e sempre têm seus compromissos, enquanto crianças e jovens passam boa parte do dia na escola e em casa vão brincar ou assistir televisão, por exemplo.

Os responsáveis sentem-se seguros em saber que a escola vai suprir muitas das necessidades de seus filhos e muitas vezes não participam com tanta frequência do processo educativo. Com isso, os laços familiares acabam não sendo fortalecidos, pois cada um está mais focado em seus próprios interesses e por falta de tempo ou cansaço deixam de lado a relação com a própria família.

O isolamento social fez com que boa parte da sociedade permanecesse em casa e, consequentemente, passasse mais tempo com os familiares, visto que a rotina atarefada não permitia um contato tão intenso. Também contribuiu para aproximar pessoas que já moravam na mesma casa, possibilitando o fortalecimento dos laços familiares e trazendo uma reflexão sobre a importância da família em nossas vidas.

A família sempre foi um apoio para enfrentar as adversidades, sobretudo agora, pois estar em um ambiente em que haja afeto e pertencimento é fundamental para se sentir seguro e acolhido. Essa é uma oportunidade para desfrutarem mais da companhia um do outro, se conhecerem mais, fazerem atividades domésticas que não faziam juntos, compartilharem momentos especiais entre si, como aniversários, por exemplo.

aprendizados pandemia

Aprendizados da pandemia: Fortalecimento das relações sociais

É algo comum e faz parte da rotina da maioria das pessoas sair com os amigos, almoçar com um colega de trabalho ou participar de um evento social, como um encontro de carros antigos, por exemplo.

Entretanto, a pandemia fez com que essas atividades corriqueiras fossem interrompidas, trazendo consigo a reflexão sobre a falta que essas pessoas fazem e o valor de momentos como esses, que muitas vezes passam despercebidos.

Valorização da escola

A educação se mostrou fundamental durante a pandemia como pilar da sociedade, dando o suporte necessário para continuar o processo de ensino e aprendizagem dos alunos, para que não regredissem em seu desenvolvimento.

As escolas precisaram se reinventar e implementar o ensino remoto em todo o país, proporcionando aulas e atividades a serem realizadas em casa com o auxílio dos familiares. Toda a estrutura que o ambiente escolar oferece foi paralisada, e os responsáveis precisaram ficar em casa durante o período integral com as crianças e os jovens, dedicando a eles mais atenção e tempo, e ajudando nas atividades escolares.

Os alunos, por sua vez, passam o tempo todo dentro de casa sem interagir com os colegas, sem brincar ou praticar esportes nos espaços de entretenimento da escola.

Com relação à escola, os aprendizados obtidos com a pandemia permitem perceber sua importância na vida de todos e passe a ser mais valorizada, pois a falta que as aulas presenciais está fazendo é bastante significativa.

Lei mais: O valor da escola e a importância para alunos e famílias

Aprendizados da pandemia: Valorização da vida

Um vírus que já fez milhões de vítimas pelo mundo certamente fez com que nos sentíssemos inseguros com relação à nossa saúde e a de nossos entes queridos, gerando uma preocupação constante. Diante desse cenário, percebemos nossa vulnerabilidade e compreendemos melhor a finitude da vida, nos fazendo refletir sobre a importância de estar vivo a cada dia.

Problemas que nos faziam perder o sono pareceram muito menores diante dos impactos da doença na sociedade, preocupações mais superficiais foram deixadas de lado, ambições egoístas foram repensadas, enfim, muitas coisas passaram a ser vistas de outra forma, e o aprendizado advindo com a pandemia nos fez valorizar mais a vida.

Como ver o lado bom das mudanças?

Um dos principais conceitos da Psicologia que é amplamente utilizado para trabalhar a superação de adversidades, dificuldades e todo tipo de mudança é a resiliência. O termo em latim “resilire” significa “voltar atrás”, ou seja, ser capaz de voltar à sua forma original após um evento que a alterou, de modo a sobreviver a uma situação adversa.

Na Física, resiliência trata-se da propriedade que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica. No sentido figurado, é a capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças, é a habilidade de recuperar-se de dificuldades e aprender com elas, de modo a utilizar o aprendizado para algo construtivo e para a evolução pessoal e social.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), precisamos em certa medida da desordem e do caos para sobrevivermos e crescermos, pois experiências de estresse têm seus benefícios, possibilita que nos tornemos melhor que antes: “Pessoas que são resilientes tendem a levar uma vida mais significativa e desenvolver relações mais harmoniosas com aqueles que estão ao seu redor, pois são indivíduos que possuem uma visão mais otimista da vida” (IBC).

Algumas características de pessoas resilientes se apresentam nas seguintes habilidades:

  • Autoconfiança: acreditar na própria capacidade para realizar tarefas e alcançar objetivos. Está diretamente ligada a autoestima.
  • Persistência: não desistir de algo importante só pelo fato de apresentar dificuldades e acreditar que uma hora irá dar certo e melhorar.
  • Otimismo: encarar as situações de modo a buscar o lado bom e acreditar que as coisas vão melhorar.
  • Flexibilidade: adaptar-se aos mais diferentes cenários, considerando que as mudanças fazem parte da vida e que temos que encará-las da melhor maneira possível.
  • Controle das emoções: identifica, compreende e administra as próprias emoções, não se deixando levar por elas.
  • Ressignificar: olhar de outra forma as situações, buscando o que elas têm a nos dizer e ensinar.
  • Se reinventar: sair da zona de conforto e desenvolver habilidades específicas para lidar com as mudanças.

 

aprendizados pandemia

Por mais difícil que seja o cenário atual, é possível encarar de modo positivo a situação e considerar os aprendizados obtidos com a pandemia, pois é uma oportunidade para repensar e melhorar muitas coisas.

O SAE Digital acredita que podemos nos fortalecer nesse momento, enquanto comunidade escolar e sociedade, mas para isso o apoio mútuo é fundamental para superar as dificuldades.

Saiba como o SAE pode ajudar a sua escola. Fale com um dos nossos assessores!

Continue acompanhando nosso blog para ter acesso a mais conteúdos como este. Visite também nossas redes sociais Sempre trazemos notícias interessantes!

 

Imagem: Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos