O que não fazer na Redação Enem – Confira!


A redação do Enem é muito importante para a nota final do exame, porque representa 20% do total da nota da prova, que é composta da soma das questões objetivas das quatro áreas do conhecimento e da redação, que depois são divididas por cinco.

A redação costuma ser uma das principais preocupações do exame, pois o tema só é revelado no momento da aplicação. Por isso, é muito importante se preparar para saber o que fazer e o que não fazer na redação.

Pensando nisso, preparamos este texto para ajudar os candidatos a não cometer alguns erros na redação, confira!

O que não fazer na redação –  Estrutura da redação

Para entender o que não se deve fazer na redação do Enem, é importante conhecer a estrutura da prova e seguir corretamente o que é solicitado, para evitar erros que possam comprometer a nota.

O gênero textual é dissertativo-argumentativo, composto de introdução, desenvolvimento e conclusão. Com base em um tema, os alunos precisam formular uma tese inicial, desenvolver argumentos e, por fim, definir uma proposta de intervenção para solucionar o problema apresentado pela banca.

A avaliação da redação considera cinco competências que devem constar na dissertação:

  • Domínio da escrita formal: avalia a capacidade que o aluno tem para utilizar de forma adequada a ortografia, o vocabulário, a sintaxe e a gramática de modo geral.
  • Respeitar o tema e o gênero textual: verifica se o aluno não fugiu do tema e o abordou de forma específica, bem como se a estrutura da dissertação argumentativa foi respeitada.
  • Capacidade de argumentação e repertório cultural: considera a habilidade do aluno para relacionar, organizar e interpretar informações e argumentos em defesa de uma opinião, baseada em seu repertório.
  • Domínio da linguagem na construção dos argumentos: observa a utilização de recursos linguísticos que tornam o texto mais coeso e articulado.
  • Proposta de intervenção: analisa a elaboração da solução para o problema proposto, considerando ideias de quem, como e quando deve ser colocada em prática.

A pontuação da redação é composta da avaliação de cada competência, sendo que cada uma delas vale 200 pontos e somadas configuram uma redação nota 1.000, com peso de 20% no resultado final da prova.

Os níveis de desempenho avaliados pelo corretor são atribuídos da seguinte maneira:

  • Desclassificado: 0 pontos.
  • Precário: 40 pontos.
  • Insuficiente: 80 pontos.
  • Mediano: 120 pontos.
  • Bom: 160 pontos.
  • Ótimo: 200 pontos.

e não fazer na redação do Enem?

Tão importante quanto saber , é saber o que não se deve fazer. Por isso, observe a seguir alguns itens que podem receber nota zero na hora da correção e desclassificar o candidato.O que não fazer na Redação Enem – Confira!

Não ler atentamente todo o enunciado

A proposta de redação vem acompanhada de textos motivadores, para contextualizar o tema e direcionar a escrita. Porém, se não for lido com atenção, o candidato não compreende totalmente o que é solicitado, produzindo um texto que não contempla o que foi solicitado.

No final dos textos motivacionais, estará a proposta da redação, preste atenção e interprete o que está sendo solicitado.

Deixar-se dominar pela ansiedade

O tema só é revelado no momento da aplicação da prova, o que pode gerar insegurança e ansiedade, comprometendo o desempenho, pois gera falta de concentração, pressa para escrever, bloqueio criativo, entre outros.

É normal ficar ansioso ao realizar provas, principalmente o Enem. Pare um pouco, respire, questione seus pensamentos, saia da sala, tome um ar, se alongue para se acalmar e continue escrevendo

Fugir do tema

Respeite o tema proposto, não tente dar voltas para falar do assunto, seja objetivo e discorra de maneira contextualizada, condizente com o recorte temático, mas sem ser superficial, explore as ideias.

 

O que não fazer na redação – Ser prolixo

Repetir palavras, ser redundante e dificultar a sintetização das ideias pode prejudicar seu texto, pois ele se tornará cansativo e confuso para quem for fazer a correção.

Escrever apenas sete linhas ou menos

A redação do Enem deve ter entre sete e trinta linhas e respeitar isso é importante, mas escrever somente o mínimo é considerado insuficiente, pois não é possível desenvolver uma ideia consistente com poucas palavras.

Ultrapassar o limite de linhas

Assim como fazer menos de sete linhas não é recomendado, escrever mais de trinta também não é, pois o espaço na folha é limitado e precisa ser distribuído de maneira harmônica e organizada, para que não falte espaço nem o candidato perca pontos por não concluir o texto.

Escrever um texto sem parágrafos

Para sintetizar melhor as ideias e organizar o texto, é importante utilizar parágrafos. O recomendado são quatro, na seguinte ordem:

  • um parágrafo para a introdução;
  • dois parágrafos para o desenvolvimento e a defesa da tese;
  • um parágrafo para a conclusão e a apresentação da proposta de intervenção.

 

O que não fazer na redação – Utilizar a primeira pessoa do singular

Embora a proposta da redação seja que apresentar seu ponto de vista, posicione-se de maneira impessoal. Assim, não se refira a si mesmo no texto, com expressões como “eu acredito que…”; opte pela terceira pessoa do plural: “eles acreditam que…”.

Escrever gírias, abreviações e palavras vulgares

A redação do Enem é um texto formal, que deve respeitar as regras da Língua Portuguesa. Desse modo, utilizar gírias, abreviações e palavras vulgares irá desvalorizar sua redação. Por exemplo: “vc” em vez de você, “legal” ou termos ofensivos não são recomendados.

Fazer uso de frases feitas

Frases feitas e jargões demonstram falta de criatividade e originalidade, além de sugerir que o candidato está utilizando frases conhecidas só para ganhar linhas no texto em vez de desenvolver a própria ideia.

Utilizar outro gênero textual

Respeitar a estrutura do gênero textual exigido pelo Enem é essencial! O texto dissertativo-argumentativo precisa ter introdução, desenvolvimento e conclusão, em que deve ser apresentado o ponto de vista do candidato, defendido com argumentos, bem como sua proposta de intervenção. Qualquer outro modelo de texto será zerado.

Copiar os textos motivadores

Esses textos servem para ajudar o candidato a refletir sobre o tema e compreender o recorte temático, não devendo ser utilizado para preencher o texto, pois isso será pontuado com zero.

É válido utilizar uma referência ao texto, uma paráfrase, não a cópia integral do que está escrito, pois eles vêm de uma fonte confiável e podem ser utilizados como argumento.

Usar generalizações

Jamais utilize termos que expressem uma opinião generalizada, pois não possuem embasamento teórico válido, o que pode prejudicar seu desempenho na nota.

O que não fazer na Redação Enem – Confira!

O que não fazer na redação – Escrever em outro idioma

O candidato deve optar por uma Língua Estrangeira para responder questões pertinentes a essa área do conhecimento, mas não quer dizer que seu texto precise ser nesse idioma.

Você pode pensar que produzir a redação em outro idioma pode lhe garantir uma nota melhor, mas não é verdade. A redação deve ser escrita em Língua Portuguesa e é muito importante ressaltar isso.

Não fazer um rascunho

O rascunho é muito importante para organizar as ideias e garantir que estão coerentes e corretas, evitando, assim, entregar uma redação desconexa e com rasuras.

Rasurar a redação

Preste muita atenção ao escrever seu texto. Faça no rascunho primeiro e confira se está tudo certo antes de fazer a transcrição, pois rasurar a redação pode prejudicar a nota em alguns casos.

Se precisar corrigir uma palavra ou frase, passe somente um traço por cima, não exagere com rabiscos, para não prejudicar a escrita legível, considerada muito importante na correção.

Fazer desenhos ou escrever palavras desconexas

A redação é um texto sério e formal, portanto, não faça desenhos, símbolos ou escreva palavras soltas em torno da folha, que não tenham relação com o texto, como um protesto, impropérios, uma mensagem, entre outros.

Utilizar frases soltas

Uma boa redação precisa ser coesa e coerente, de modo que as ideias precisam ser interligadas e seguir um ritmo lógico e compreensível, a fim de transmitir o raciocínio de maneira assertiva.

Escrever com letra ilegível

Não adianta o candidato ter bons argumentos se eles não puderem ser lidos corretamente. Por isso, escreva com calma e capriche na letra para garantir que suas ideias serão compreendidas.

Não escrever conforme a língua formal

Cometer erros gramaticais, ortográficos, de acentuação e de pontuação comprometem a nota da redação, pois fazem grande diferença na compreensão do texto. A falta de uma vírgula, por exemplo, pode alterar o sentido de uma ideia. Esteja atento!

O que não fazer na redação – Empregar termos ambíguos

Palavras com diferentes interpretações podem tornar o texto confuso e não expressar precisamente a ideia da redação, dificultando o entendimento de quem fará a correção.

Não defender seu ponto de vista

Esse item é um dos principais da redação do Enem. Não adianta somente utilizar argumentos e não apresentar uma defesa do seu ponto de vista, pois seu texto ficará incompleto.

Esquecer a conclusão

A conclusão irá sintetizar as ideias e dar um fechamento ao texto, com uma solução para o problema abordado. Uma redação inconclusiva perde seu propósito, que é apresentar uma intervenção.

Deixar de revisar

Após transcrever o texto do rascunho para a versão final, é muito importante revisar o texto para identificar possíveis erros.

Entregar o texto a lápis

Por fim, não se esqueça de que a prova do Enem, inclusive a redação, deve ser escrita com caneta preta, por isso, leve duas canetas, para o caso de alguma falhar durante a prova. Pois, mesmo que o seu rascunho esteja bom, se ele não for transcrito para a folha oficial à caneta, a nota atribuída será zero.

_________________________________________________________________________

Conheça as soluções do SAE Digital para uma redação nota 1.000! Fale com um de nossos assessores e saiba mais!

Mantenha-se informado sobre as novidades na educação acompanhando nosso blog e conteúdos exclusivos em nossas redes sociais. Confira!

O que não fazer na redação


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos