Filhos em casa? Confira 7 dicas especiais para os pais nessa quarentena


A proliferação do novo Coronavírus obrigou as escolas das redes pública e particular a suspender as aulas, levando mais de 47,8 milhões de crianças e jovens a se afastarem da escola. Esse novo cenário, incomum e inesperado, trouxe desafios para toda a comunidade escolar. Por isso juntamos aqui dicas de como você pode acompanhar, orientar e colaborar com o aprendizado dos seus filhos em casa durante esse período de quarentena.

As instituições de ensino tiveram que responder rápido à situação e criar ações para evitar a disseminação da COVID-19, doença causada por esse vírus. Os professores precisaram refazer todos os seus planos de aula, promovendo a transição do ensino presencial para o ensino a distância (EaD). E os pais tiveram que reorganizar toda a sua rotina para acompanhar seus filhos em casa.

Mas o fato de as escolas estarem fechadas e os estudantes longe das salas de aula não é sinônimo de férias. O momento exige cuidado e união para combater a epidemia, mas isso não deve atrasar o desenvolvimento dos estudantes. Os estudos precisam continuar, e é normal os pais terem dúvidas sobre como conduzir essa nova rotina da melhor forma.

Você verá que, com um pouco de organização e disciplina, essa adaptação pode acontecer sem maiores dificuldades.

Youtube SAE Digital

1. Oferecer conteúdo qualificado para os filhos em casa

A relação da qualidade do material utilizado para o estudo com o desempenho do processo de ensino-aprendizagem é inegável: conteúdos qualificados farão com que as crianças e os jovens desenvolvam suas habilidades cognitivas e socioemocionais de forma mais adequada.

Algumas instituições de ensino estão disponibilizando materiais para que seus alunos possam estudar em casa. Contudo, sabemos que nem todas as escolas possuem recursos necessários para efetuar uma mudança tão drástica e repentina. Com isso, a internet e as tecnologias educacionais podem ser uma ótima saída para encontrar bons conteúdos.

Inclusive, consolidando o seu compromisso com a Educação e seu apoio às escolas conveniadas e à sociedade em geral, o SAE Digital está disponibilizando por meio do nosso canal no YouTube, de maneira totalmente gratuita, um pacote de videoaulas e atividades complementares para alunos de escolas públicas e privadas de todo o país, com conteúdos específicos para estudantes do Ensino Fundamental e Médio.

Descubra aqui como o nosso sistema de ensino pode ajudar os seus filhos a continuarem estudando mesmo estando distantes da escola.

2. Garantir que a carga horária seja cumprida

No início do ano letivo, os coordenadores pedagógicos e os professores criam planos de aula, com base naquilo que foi definido no Projeto Político Pedagógico (PPP) e outros documentos de diretrizes da escola. A ideia é que para cada série exista um planejamento do que será abordado e de quais atividades serão necessárias para alcançar o aprendizado ideal para aquela faixa etária.

As tarefas programadas possuem diferentes graus de complexidade e têm tempos distintos de execução. Tudo é um grande quebra-cabeça para montar um fluxo de conteúdo coerente e adequado. Ou seja, a carga horária faz parte desse planejamento e deve ser mantida também em casa, conforme as orientações dos educadores.

3. Perguntar e verificar as atividades realizadas

Mas apenas garantir que a carga horária adequada de estudo seja cumprida não é o suficiente para o sucesso do processo de ensino-aprendizagem. É preciso que os conteúdos sejam devidamente estudados e que as atividades complementares sejam executadas.

Uma dica simples para acompanhar isso é perguntar todos os dias para os estudantes o que eles aprenderam durante as aulas e quais tarefas realizaram. É válido também olhar, mesmo que rapidamente, as atividades efetuadas – até mesmo para verificar se aquilo está dentro do esperado no tocante à qualidade e adequação à idade da criança ou do jovem.

Apenas deve-se observar que a ideia com essa prática não é exercer uma cobrança excessiva que pode acarretar o rápido desinteresse do aluno pelo estudo. O tom deve ser de demonstrar interesse com a rotina deles.

Filhos em casa? Confira 7 dicas especiais para os pais nessa quarentena

4. Ajudar a identificar dúvidas dos filhos em casa

A execução da dica do tópico já será um grande passo para esta sugestão: colocar-se à disposição para ajudar. Demonstrar interesse por aquilo que seu filho está aprendendo dá abertura para que você possa colaborar com sua educação. Caso não saiba tirar uma dúvida, dê o suporte necessário para que a criança ou o jovem identifique a dificuldade que está enfrentando e solicite ajuda ao professor.

5. Manter contato com a escola

Embora as aulas estejam suspensas, muitas instituições de ensino continuam com estrutura administrativa e equipe de gestores em atividade, mesmo que de maneira remota. Ou seja, a escola ainda está disponível para auxiliar nesse momento conturbado. Portanto, mantenha contato para se informar sobre novas diretrizes dos órgãos competentes e mudanças no planejamento das aulas a distância, e também para sanar dúvidas sobre como proceder com o estudo dos seus filhos em casa.

6. Incentivar consumo de outros conteúdos

Outra maneira de colaborar com o bom andamento do processo de ensino-aprendizagem dos seus filhos em casa é incentivar o consumo de conteúdos variados, que extrapolem aqueles disponibilizados pela escola. Para isso, por exemplo, você pode oferecer livros que tenha em casa ou procurar por obras disponíveis gratuitamente na internet.

Você pode também pesquisar por séries, filmes e documentários relacionados aos assuntos estudados (por isso a importância de acompanhar o que está sendo visto) para complementar o aprendizado. A rotina fica ainda mais atrativa e descontraída com jogos educativos, os quais hoje em dia são encontrados para todas as plataformas, seja no computador, seja no celular. É possível ainda viajar sem sair de casa, pois diversos museus, exposições e até pontos turísticos possuem tours virtuais.

7. Descansar, brincar e praticar atividade física com os filhos em casa

Assim como na escola, o período de estudo com os filhos em casa deve prever momentos de descanso, para que as fadigas mental e física não comprometam a assimilação de informações. Além disso, sabemos que as crianças são fontes inesgotáveis de energia, portanto, elas devem ter em sua rotina momentos para brincar e praticar exercícios físicos, que as mantenham saudáveis de corpo e mente.

A gente já publicou mais algumas dicas para estudar em casa durante a quarentena do Coronavírus e como manter os alunos engajados com as aulas suspensas. Acesse esses links e complemente seus aprendizados.

Esperamos que nossas publicações estejam ajudando você a acompanhar e colaborar com o desenvolvimento do seu filho. Tem alguma outra sugestão de prática que tem dado certo na sua casa? Então compartilhe com a gente e os outros pais deixando o seu comentário. Até a próxima!

Quer saber como o SAE digital pode ajudar sua escola neste momento? Clique aqui

Filhos em casa? Confira 7 dicas especiais para os pais nessa quarentena

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos