Enem Digital – O que é e como vai funcionar

No ano passado, o Ministério da Educação, o MEC, anunciou algumas novidades para a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, em 2020. Dentre elas estava a aplicação do Enem Digital, primeiramente disponibilizando 50 mil vagas para a modalidade, que foram mais tarde alteradas para 101.100 vagas.

A definição, apresentada antes mesmo de termos uma pandemia no horizonte, ganha ainda mais destaque. No entanto, como a realização da prova em si, que já está cercada de dúvidas como, por exemplo, a data de realização, que já foi marcada, alterada e suspensa sem data prevista, o Enem Digital também traz uma série de incertezas, que esperamos te ajudar a saná-las aqui.

O adiamento nas datas de realização do Enem 2020 foi determinado pelo Ministério da Educação  em razão do impacto da pandemia do novo coronavírus no País. O Enem impresso estava previsto para os dias 1º e 8 de novembro, e o digital, para 22 e 29 do mesmo mês.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), será realizada uma enquete com os estudantes inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio de 2020 (Enem) para que eles possam votar e contribuir para a escolha da nova data de aplicação das provas.

Planejamento estratégico para a sua escola — Como fazer?

Enem Digital: Como vai funcionar e quem pode participar?


O Enem Digital, apesar de ser anunciado como novidade para 2020, já é debatido pelo MEC desde 2015. Esse ano, no entanto, a aplicação de forma digital ao invés dos tradicionais cadernos impressos será feita em formato piloto, para apenas 2% dos mais de 5 milhões de estudantes esperados nos dias de provas.

E não há motivo para grandes preocupações. A migração das provas para o formato digital será gradual. De acordo com os planos do Inep, o ENEM só será totalmente digital em 2026. São seis anos para escolas e alunos poderem se adaptar.

 

Mas afinal, como funciona o Enem Digital na prática?

Basicamente, o Enem Digital é a versão informatizada do Enem.

Os participantes farão as provas diretamente nos computadores de laboratórios de informática em diversas faculdades e escolas brasileiras. Não, essa digitalização não significará provas em casa ou de forma on-line. A avaliação segue a recomendação para acontecer em um ambiente monitorado.


Os computadores utilizados para a versão digital do Enem serão fornecidos pelos locais de prova e durante a aplicação do exame, não terão acesso à internet.

As provas serão nos mesmos dias?


Antes da suspensão das datas oficiais, já estava previsto que as provas físicas e digitais seriam realizadas em momentos diferentes, dessa forma: nos dias 01 e 08 de novembro de 2020 aconteceriam as provas escritas presenciais e nos dias 22 e 29 de novembro, as provas digitais. Nos dois casos, as provas serão aplicadas em dois domingos consecutivos. Isso deve ser mantido.

Os conteúdos das provas impressas e digitais serão os mesmos?

 

As provas aplicadas no formato impresso e no Enem Digital serão diferentes, mas o tempo para resolução e a dificuldade das questões serão as mesmas. Dessa forma, a igualdade será garantida pela Teoria da Resposta ao Item, a TRI, que é usada para fazer o cálculo da nota do Enem.

A estrutura do exame digital também continua igual:

  • 2 domingos de provas;
  • 4 provas objetivas distribuídas nas matérias:
    • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (45 questões);
    • Ciências Humanas e suas Tecnologias (45 questões);
    • Ciências da Natureza e suas Tecnologias (45 questões);
    • Matemática e suas Tecnologias (45 questões);
  • 1 prova discursiva (redação).

 

Os resultados do Enem Digital são divulgados mais rapidamente?

Terminando o processo, o candidato do Enem Digital já vai sair da sala de provas com os resultados de múltipla escolha em mãos, já que o gabarito será gerado automaticamente após a finalização.

No entanto, os resultados com a pontuação final e nota da redação só devem sair, juntamente com os resultados para os estudantes que optarem pela versão impressa. 

 

Quem vai poder fazer a versão digital do Enem?

 

Por se tratar de um projeto piloto restrito a poucas cidades, os alunos que preferirem optar pela versão digital do Enem precisam indicar essa opção no momento da inscrição.

O Enem Digital está disponível para 14 capitais brasileiras. São elas: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

 

A partir de 2021, o MEC deve adicionar gradualmente mais e mais cidades para participarem do Enem Digital.

 

Vantagens e desvantagens do Enem Digital

 

Como você pôde ver, o Enem Digital possui algumas diferenças do exame tradicional impresso, mas segue a mesma lógica de aplicação. Assim, existem algumas vantagens e desvantagens de optar pela versão digital do exame.

Vantagens

1. Mais rapidez para receber os resultados

Uma das maiores desvantagens do modelo tradicional do Enem é a demora para a divulgação dos resultados. Isso acontece porque as provas passam por diversas checagens, além de serem todas encaminhadas para um local de processamento.

Com o Enem Digital, os resultados podem sair mais rapidamente. Mas vale lembrar que neste ano os resultados finais serão divulgados juntamente com os do exame tradicional. Isso deve mudar gradualmente também.

Mesmo assim, todos os alunos optantes pelo Enem Digital já sairão com o gabarito em mãos, diferentemente da versão impressa, onde o documento é entregue para os participantes que permanecerem até os 30 minutos anteriores ao final da prova.

 

2. O Enem digital possibilita mais aplicações durante o ano

O modelo tradicional é mais caro para o governo, especialmente pelo custo da impressão das provas, além de toda a burocracia necessária para correção das mesmas e dos desafios logísticos. Esse é um dos motivos para que o Enem tradicional impresso aconteça apenas uma vez por ano. Só para se ter uma ideia, só o custo de impressão dos cadernos de prova alcançou a cifra de R$ 520 milhões.

Já o Enem Digital poderá possibilitar mais aplicações do exame durante o ano, pois os resultados, com exceção apenas das redações, poderiam sair imediatamente, demandando menos tempo e trabalho manual para a correção, além de resolver as problemas com custos de impressão e distribuição.

A vantagem de os estudantes terem mais opções de datas para realizar a prova pode ajudar na preparação, na adaptação aos casos de exceção e na tensão com atrasos e contratempos no dia do exame.

 

3. Melhor para o meio ambiente

O Enem Digital não entrega vantagens apenas para o aluno, como também para o meio ambiente.

A versão tradicional impressa do exame demanda grandes quantidades de papel. Em 2019, de acordo com dados do Portal do MEC, foram 10,3 milhões de cadernos impressos. 

Com o Enem Digital, o impacto ambiental das impressões não acontece, além de gerar uma economia que pode ser reinvestida na própria educação.

 

Desvantagens do Enem Digital

1. Desigualdade no contato com dispositivos digitais

Alguns especialistas afirmam que o Enem Digital pode gerar desigualdade entre os estudantes, visto que nem todos os alunos possuem a mesma estrutura social, familiar e econômica e podem não estar habituados ao meio digital.

Com a utilização de computadores, o Enem Digital precisaria garantir que todos os participantes estejam em pé de igualdade para ter a mesma chance de entrar para a universidade.

2. Problemas com a infraestrutura das escolas

Para que o Enem Digital funcione perfeitamente, todas as cidades precisam ter a infraestrutura adequada, ou seja, com bons computadores e internet com boa velocidade para geração dos gabaritos e envio das provas.

O Inep, inclusive, já se comprometeu a disponibilizar novas provas caso aconteçam problemas técnicos durante o exame piloto deste ano.

 

Planejamento estratégico para a sua escola — Como fazer?

Como se preparar para o Enem Digital?

 

Com a necessidade de isolamento social provocada pela pandemia de Covid-19, muitas escolas suspenderam parcialmente ou temporariamente suas atividades. Outras, mais preparadas e apoiadas por sistemas de ensino empenhados em inovação como o SAE Digital, conseguiram promover a migração das aulas para o formato on-line, com aulas à distância, sem comprometer a qualidade do ensino.  

 

+ ESTUDE COM OS SIMULADOS

 

Por conta dessas situações tão diferentes, alguns alunos têm sentido que seus ritmos e cronogramas de estudos foram comprometidos, sem contar ainda a incerteza de definição de uma nova data oficial para aplicação do exame, o que pode dificultar a retomada do processo previsto de preparação. 

A boa notícia é que os estudantes podem se apoiar em diversos meios alternativos (e até interativos) para continuar estudando e o momento é propício, inclusive, para adotar uma rotina mais personalizada de preparação, com apoio total das escolas, professores e da tecnologia.

 

Aqui no SAE Digital, construímos todo um universo de ferramentas para apoiar os estudos dos mais variados tipos de alunos. Tudo baseado em inovação, interação, hiper atualização e tudo completamente online e móvel.

+ CONHEÇA O ARRASE NO ENEM

Dentre as plataformas disponíveis e os materiais de apoio estão videoaulas, Aulões, e-books, webinários e artigos no nosso blog para que a preparação seja feita da forma mais eficaz e confortável possível, construindo um caminho seguro e didático para o melhor desempenho dos estudantes no Enem. Não esqueça de avançar na preparação testando os conhecimentos com os diversos simulados disponíveis.

Clique aqui para se inscrever e assistir o Aulão completo:

enem digital

Mas lembre-se sempre: É importante é se organizar!

Antes de mergulhar nos conteúdos, construa uma rotina e um planejamento de estudos. Separe um tempo todos os dias para estudar, de preferência em um local silencioso e sem interrupções. 

Defina datas, horários e matérias que serão utilizadas em cada dia. Isso vai ajudar você a transformar esse processo em algo estimulante e confortável e também a garantir a sua vaga na universidade! 

 

+ CONHEÇA O SAE QUESTÕES

Uma dica para você, estudante: Indique o SAE Digital para os seus professores e diretores, eles poderão te ajudar na organização e no acompanhamento do aprendizado.

Uma dica para você, educador: As escolas parceiras do SAE Digital, além de contarem com acesso a todo o universos de plataformas de materiais didáticos para apoio na preparação para o Enem, ainda são apoiadas por um time de assessoria pedagógica super qualificado, que vai ajudar a sua instituição a construir a melhor metodologia para formar alunos campeões de performance no exame. Entre em contato.

enem digital


E lembrem-se todos: ainda temos um bom caminho até termos todas as definições para o Enem 2020. Então acompanhe todas as novidades por aqui e fale com a nossa equipe.

 

Ficou com alguma dúvida?

Aproveite os outros conteúdos do nosso blog que podem te ajudar com o tema:

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos