TDIC no Ambiente Escolar – Como implementar?


A tecnologia educacional surgiu para que as escolas pudessem se adequar às novas gerações e ensinar de uma maneira mais assertiva e eficaz. Uma vez que a comunicação e os recursos estão em constante transformação, torna-se necessário incluir a TDIC no ambiente escolar.

Esse conceito refere-se à utilização de recursos tecnológicos para fins pedagógicos, com o objetivo de trazer práticas inovadoras para a educação, para facilitar e potencializar o processo de ensino e aprendizagem. O foco da tecnologia educacional não está sobre os dispositivos tecnológicos em si, mas sobre as práticas que o seu uso possibilita, como comunicação mais assertiva e acesso mais amplo à informação.

TDIC no Ambiente Escolar – Como implementar?

O que é TDIC?

O termo significa Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação, que se refere ao conjunto de tecnologias digitais que permite a associação de diversos ambientes e pessoas por meio de dispositivos, equipamentos, programas e mídias para facilitar a comunicação entre seus integrantes e otimizar as possibilidades já existentes, como um grupo de meios de difusão de informação (mídias).

Pode-se citar como exemplo de tecnologias digitais os computadores, tablets, celulares, lousas digitais, TVs, aparelhos de data show, entre outros.

TDIC são tecnologias que têm o computador e a Internet como instrumentos principais e se diferenciam das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) pela presença do digital, sendo uma evolução delas, que por sua vez utilizam recursos de tecnologia para o processamento de informações, incluindo softwares, hardwares, tecnologias de comunicação e serviços relacionados, mas não de maneira digital exclusivamente.

A diferença do digital é que ele não depende de outros meios materiais para existir, por exemplo, uma câmera analógica precisava de filmes para poder tirar fotos e depois era preciso revelar o filme para ter acesso às fotos, já a câmera digital não exige recursos externos para possibilitar a mesma tarefa.

A tecnologia digital é um conjunto de tecnologias que permite a transformação de qualquer linguagem ou dado em números, ou seja, as imagens, os sons e os textos que visualizamos na tela do computador, tablet ou celular são transformados em números que são lidos por dispositivos que os convertem naquilo que vemos ou ouvimos em nosso aparelho eletrônico. Isso permite descentralizar a informação, aumentar a segurança de uma série de dados fundamentais e criar muitas outras tecnologias, além de tornar mais prático seu uso.

Leia também: Por que a tecnologia digital na educação melhora o desempenho dos seus alunos?

TDIC e BNCC

O uso das TDIC no ambiente escolar é fundamental, já que elas alteram as formas de trabalhar, de se comunicar e de se relacionar na sociedade atual, e também alteram as formas de aprender. Sendo assim, as TDICs têm sido incorporadas às práticas pedagógicas para promover uma aprendizagem mais significativa com o objetivo de apoiar os professores na implementação de metodologias de ensino ativas.

Desse modo, é possível alinhar o processo de ensino-aprendizagem à realidade dos estudantes, que por sua vez já utilizam o meio digital em outras áreas de suas vidas, fazendo com que tenham maior interesse e engajamento nas atividades escolares em todas as etapas da Educação Básica. Portanto, a BNCC incluiu em suas competências gerais a Cultura Digital com o intuito de:

“Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.”

A ideia é estimular nos alunos o desenvolvimento de competências e habilidades relacionadas ao uso crítico e responsável das tecnologias digitais em todas as áreas do conhecimento para o uso e criação de TDICs em diversas práticas sociais.

TDIC no Ambiente Escolar – Como implementar?

Currículo de Referência em Tecnologia e Computação

Utilizar as TDICs no ambiente escolar e incluí-las nos currículos e nas propostas pedagógicas requer primeiramente o desenvolvimento de competências de exploração e de uso das tecnologias nas escolas. Para tanto, o Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB) elaborou um Currículo de Referência em Tecnologia e Computação alinhado a BNCC, que orienta sobre os conceitos e as habilidades voltadas exclusivamente para o desenvolvimento de competências de exploração e de uso das tecnologias nas escolas.

O currículo de referência para a Educação Infantil e para o Ensino Fundamental contempla três eixos norteadores – a cultura digital, o pensamento computacional e a tecnologia digital –, os quais estão subdivididos em conceitos. Cada conceito propõe o desenvolvimento de uma ou mais habilidades, para as quais sugerem-se práticas pedagógicas, avaliações e materiais de referência.

  • A cultura digital refere-se às relações humanas mediadas pelas tecnologias e comunicações por meio digital, envolvendo a tecnologia, a sociedade, a cidadania digital e o letramento digital.
  • O pensamento computacional tem a ver com a capacidade de resolver problemas a partir de conhecimentos e práticas da computação, englobando sistematizar, representar, analisar e resolver problemas. Para isso, é preciso ter determinadas habilidades, como reconhecimento de padrões, de decomposições, de algoritmos e de abstração.
  • A tecnologia digital envolve o conjunto de conhecimentos relacionados ao funcionamento dos computadores e suas tecnologias, à representação de dados, hardware e software, à comunicação e a redes.

Para o Ensino Médio, o currículo de referência é baseado em um Itinerário Formativo em Tecnologia e Computação, também organizado nos três eixos, os quais se subdividem em dez conceitos associados. Cada eixo contém unidades curriculares (essenciais e eletivas) que agrupam competências, conhecimentos, habilidades, atitudes, práticas, indicadores de avaliação e materiais de referência.

Como implementar a TDIC na sala de aula?

Para implementar a TDIC no ambiente escolar, é preciso oferecer recursos digitais voltados para o processo de ensino e aprendizagem, integrados às práticas pedagógicas. O SAE Digital dispõe de vários desses recursos, que vão ao encontro das competências da BNCC e do Currículo de Referência em Tecnologia e Computação do CIEB. Conheça a seguir alguns exemplos!

Plataforma SAE Digital

A Plataforma SAE Digital é um Ambiente Virtual de Aprendizagem que disponibiliza materiais, videoaulas e atividades em total conformidade com o material impresso. Um exemplo de TDIC no ambiente escolar. É uma forma de complementar o processo de ensino e aprendizagem ao oferecer em formato digital atividades de sistematização, fixação e revisão de conteúdo de acordo com a necessidade de cada aluno. Entre os benefícios da plataforma estão:

  • Protagonismo do aluno: o estudante ganha autonomia e responsabilidade para decidir quando realizará as tarefas planejadas pelo professor.
  • Revisão e fixação do conteúdo: videoaulas e questões sempre disponíveis permitem revisar e fixar os conteúdos com facilidade e eficiência.
  • Análise de dados educacionais: dados e relatórios são gerados durante e após a realização de atividades, permitindo a análise de desempenho de alunos, turmas e disciplinas.
  • Personalização do ensino: relatórios individualizados apontam os pontos fortes e as dificuldades de cada aluno, possibilitando ao professor criar planos personalizados de ensino.
  • Plataforma Literária: projetos de leitura para cada livro didático promovem o desenvolvimento da competência leitora e o hábito de ler.

Dessa forma, nossa Plataforma alia a tecnologia educacional aos livros didáticos com muita interatividade, fazendo com que o aluno busque o conhecimento. Entre os principais recursos presentes no AVA estão:

  • Trilha de Aprendizado: questões, e vídeos pensados para complementar, revisar e reforçar o aprendizado adquirido em sala de aula ou por videoaulas expositivas.
  • Plataforma Literária: ambiente que reúne projetos de leitura para cada livro disponibilizado aos estudantes, incluindo exercícios de fixação e interpretação sobre o conteúdo lido, visando complementar a formação dos estudantes.
  • Relatórios de desempenho: módulo completo para o acompanhamento real e eficaz de desempenhos individuais, por turma e por disciplina.
  • Arrase no Enem: vídeos que acompanham os módulos do Ensino Médio e PV com foco no Enem.
  • Áudios de Língua Estrangeira: áudios que acompanham as atividades do livro impresso.
  • Escola Digital: videoaulas e roteiros de atividades de ensino e aprendizagem com os conteúdos previstos pela BNCC e pela matriz do Enem.

Realidade aumentada

A Realidade Aumentada une os mundos real e o digital em uma ferramenta capaz de encantar e estimular os estudantes. Na sala de aula ou em casa, o aplicativo de Realidade Aumentada SAE RA permite ao aluno explorar recursos adicionais dentro do seu material didático, como vídeos, jogos, animações e muito mais! Mais um exemplo de uso de TDIC no ambiente escolar.

Por meio do aplicativo SAE RA, a câmera do smartphone ou tablet capta os marcadores das páginas do material didático e gera projeções gráficas digitais que contribuem com o entendimento do conteúdo e tornam a prática de sala de aula muito mais divertida e envolvente! Ao explorar um conteúdo, professores e alunos poderão recorrer a animações em 3D, jogos, simuladores e muito mais. Esta tecnologia promove a proximidade entre o conteúdo e a realidade do estudante, proporcionando uma série de benefícios:

  • Auxilia no entendimento e na memorização do assunto
  • Engaja os alunos nas aulas de forma criativa
  • A aprendizagem acontece de forma mais fluída e rápida
  • Potencializa a exposição das atividades com recursos audiovisuais
  • Aprende-se de forma mais interativa e dinâmica
  • Associa o conteúdo digital ao mundo real

Objetos digitais

A partir do aplicativo SAE RA, os alunos têm acesso a diversos formatos diferentes de interação, tornando a prática de sala de aula e o hábito do estudo diário muito mais divertidos! Veja os tipos de objetos digitais que você pode encontrar no seu material do SAE Digital:

  • Slide Show
  • Animação
  • Infográfico
  • Quiz
  • Linha do tempo
  • Vídeo
  • Caça-palavras
  • Atividade de colorir
  • Palavras-cruzadas
  • Fruit ninja
  • Jogo da memória
  • Quebra-cabeça
  • Jogo dos 7 erros
  • Jogo de tabuleiro
  • E muito mais!

QR Code

Nos materiais didáticos impressos do SAE Digital é disponibilizado um QR Code para acessar conteúdos complementares em formato digital, oferecendo possibilidades de interação, conexões hipertextuais, desenvolvimento do pensamento crítico e melhora na capacidade de argumentação. O QR Code aparece em outros recursos do SAE, como o SAE Questões – um aplicativo que reúne itens das últimas edições do Enem e proporciona um estudo personalizado. Este recurso permite que o aluno responda às questões na tela do celular e assista a milhares de videoaulas sobre os assuntos estudados.

___________________________________________________________________

O SAE Digital acredita que a tecnologia pode transformar a educação e se dedica para oferecer os melhores recursos digitais para a sua escola.

Fale com um de nossos assessores e implemente nossa Tecnologia Educacional Relevante!

 

TDIC

Continue acompanhando nosso blog para se manter informado sobre as novidades na área da educação. Visite também nossas redes sociais para conferir conteúdos exclusivos!


2 respostas para “TDIC no Ambiente Escolar – Como implementar?”

  1. ALMIR PIRES disse:

    Bem completo interessante!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos