O que fazer nas férias escolares em casa – Confira!


Férias escolares em casa

Após um fim de ano atípico em 2021, é hora de aproveitar ao máximo as férias escolares com direito às melhores vibrações para 2022. Sem dúvida alguma, os planos para o ano novo incluem muitos momentos de lazer em família, com os amigos e o desejo de que o coronavírus não seja mais um problema na vida de todos nós. Enquanto isso, é indispensável manter as medidas preventivas – como usar álcool em gel e evitar aglomerações – e tentar aproveitar ao máximo as possibilidades de transformar sua casa no lugar mais legal do mundo para curtir os dias de recesso.

Nessas férias escolares, faça da sua casa um grande parque de diversões interativo. Antes de ver várias dicas iradas, dê uma espiadinha nesse material legal publicado no blog do SAE Digital. Ele reúne 30 ideias de atividades divertidíssimas para crianças e adolescentes (divididas em Educação Infantil, Ensino Fundamental – Anos Iniciais e Ensino Fundamental – Anos Finais + Ensino Médio). Tá muito legal. Basta usar a criatividade e aproveitar ao máximo!

Confira dicas bacanas do que fazer nas férias escolares em casa

1. É hora de recordar momentos marcantes da família

Seja por meio de fotos ou vídeos, que tal tirar do armário álbuns de fotos e até mesmo gravações que registram a história da sua família? Além de muito inusitado e divertido, esse momento é fundamental para criar laços, reforçar a sensação de pertencimento, trocar experiências e compartilhar muito carinho.

As imagens e os vídeos vão resgatar lembranças e momentos únicos – que vão desde uma apresentação comemorativa na escola nos tempos da educação infantil à festinha de 1 ano – e até relembrar de parentes queridos que não estão mais presentes no seu dia a dia.

Essa ideia também pode ser uma provocação positiva para digitalizar fotos e fitas de vídeo esquecidas no fundo da gaveta. Afinal, esse acervo é muito precioso para ficar abandonado ou ser consumido pelo mofo.

Faça dessa verdadeira viagem no tempo um instante para estabelecer conexões. Criar vínculos é sempre uma boa pedida: compartilhe essas histórias para reforçar a identidade e o respeito às origens, além de intensificar a amizade entre pais, filhos, avós, tios, sobrinhos e outros parentes. Será incrível, pode apostar!

 

2. Que tal praticar o desapego?

Uma outra dica para as férias escolares em casa diz respeito ao desapego com direito a fazer o bem. Explica-se: que tal recolher brinquedos, roupas, livros e outros itens que não são mais utilizados para destinar a instituições beneficentes? É bom envolver a criança ou o adolescente no processo para que entenda o valor das coisas e para que também exerça a empatia em suas rotinas diárias. Estimule a prática da cidadania. Se possível, deixe ele escolher uma entidade para receber essa doação tão carinhosa. É tempo de renovar votos e a esperança para o próximo ano. Que tal começar praticando a solidariedade?

 

3. O chef é você mesmo!

Que tal abandonar os aplicativos de delivery e apostar em receitas próprias dentro de casa nessas férias escolares? Fala sério, a ideia deu até água na boca! Com centenas de opções de canais para crianças e adolescentes no YouTube, além de materiais riquíssimos sobre o assunto espalhados por toda a web, é legal fazer uma seleção de receitas e colocar os “pequenos chefs” para testarem suas habilidades na produção de pratos, sucos e até de deliciosas sobremesas. Tudo isso, é claro, tomando os cuidados necessários com o fogão e outros utensílios. A festa tá garantida, pode apostar!

 

Fica a dica de uma receita bem fácil e sem contraindicações!

 

Biscoitinho que derrete na boca

Ingredientes

½ xícara de chá de açúcar mascavo

1 colher de sopa de manteiga ou margarina

1 ovo

Amido de milho (apenas o necessário para dar o ponto)

 

Modo de preparo

Deixe a manteiga ou margarina um tempo fora da geladeira para que amoleça em temperatura ambiente. Misture o açúcar, o ovo e a manteiga, e vá adicionando o amido de milho aos poucos, até que a massa fique bem lisinha.

Enrole a massa no formato que quiser, coloque em uma assadeira e, em seguida, coloque para assar em forno preaquecido a 200 °C. Dependendo do seu forno, a massa ficará pronta entre 12 e 20 minutos. Cuidado para não queimar!

Assim que a massa começar a dourar na parte de baixo, já é hora de tirar do forno e colocar para esfriar. Depois, é só partir para a degustação!

 

Fonte da receita: blog Casa Tema

férias escolares em casa

Férias escolares em casa

4. Piscina: use com moderação

Estamos em um momento de grave crise hídrica, mas dá para tirar a piscina plástica do porão e utilizá-la com bastante responsabilidade e sem exageros nas férias escolares em casa. Desperdício de água jamais é uma boa ideia, ok? Se todo mundo fizer a sua parte (nada de xixi na piscina para começar, que tal?), dá para utilizar sem comprometer o abastecimento. Bora conversar e chegar a um acordo entre vocês?

 

5. Educação financeira e jogos de tabuleiro

A pandemia trouxe como uma grave consequência a crise econômica. É fato que as famílias brasileiras foram obrigadas a repensar gastos e prioridades. Mais do que nunca, trazer a educação financeira para dentro de casa é uma medida extremamente necessária nessas férias escolares.

 

Veja algumas opções:

 

Os clássicos nunca saem de moda: Banco Imobiliário e Monopoly

Com certeza são duas sugestões que sempre valem a pena. Por meio deles, os

jogadores vivem situações reais em que precisam lidar com seus ganhos e gastos.

Em linhas gerais, os participantes precisam administrar a compra e a venda de

propriedades das mais variadas. Vence quem não for à falência ou que acumular

mais imóveis (casas, hotéis e até empresas). Há versões de ambos os jogos –

para diferentes faixas etárias. Os tradicionais são recomendados a partir dos 8 anos.

 

Jogo da Vida

Outro clássico dos jogos de tabuleiro. Nele, o jogador planeja uma vida fictícia com

direito a tudo: profissão, compra de imóvel e até casamento. É uma oportunidade

bacana para refletir sobre diferentes aspectos da vida cotidiana e ainda lidar

com as consequências de suas escolhas. Fica a dica! Recomendado a partir dos 7

anos.

 

Bons Negócios

Recomendado para jogadores entre 10 e 14 anos, trata-se de um jogo de cartas no

qual os participantes são incentivados a negociar uma compra, com o intuito de

descobrir quem consegue adquirir o produto pelo melhor preço. Na segunda etapa,

os papéis se invertem e os jovens precisam vender o produto em questão. Todo o

processo é elaborado por meio de desafios que privilegiam a capacidade de

negociação e geram gastos ou ganhos. Quem termina o jogo com mais dinheiro é o

ganhador.

Férias escolares em casa

Jogo da Mesada

Para meninos e meninas a partir dos 6 anos, o jogo de tabuleiro promove uma série

de situações em que os participantes precisam ganhar ou gastar dinheiro, o que ajuda a trabalhar o controle de gastos e metas. Também vêm à tona questões como juros e investimentos. É muito interessante!

 

6. Acampamento em casa com direito a uma festa do pijama!

Sem muita aglomeração, que tal investir em um acampamento em casa com direito à sempre bem-vinda festa do pijama nessas férias escolares? Essa pode ser uma boa oportunidade para convidar primos, amigos do prédio ou condomínio e até mesmo da escola. A programação pode incluir karaokê, jogos de mímica e uma boa rodada de pizza. Partiu?

 

7. Estimule a criatividade por meio de atividades manuais

Nessas férias escolares em casa, uma boa ideia é montar um verdadeiro ateliê de artes na sala com atividades de pintura, dobraduras e colagens. Além de estimular a coordenação motora e a sensibilidade, são medidas bacanas para explorar o lado artístico e revelar talentos. Mãos à obra!

 

 

8. Uma boa roda de leitura pode render momentos muito divertidos

Que tal todo mundo selecionar trechos de livros interessantes para compartilhar em rodas de leitura bastante divertidas? Vale até colocar em cena o “lado ator ou atriz” com direito a mudanças na voz e até mesmo no jeito de andar, olhar e tudo mais. Vale a pena também explicar o motivo da escolha de uma determinada obra ou ator, pois assim é possível compartilhar experiências pessoais suas como leitor que podem despertar a curiosidade dos demais participantes. Com certeza, essas férias escolares em casa serão inesquecíveis.

 

9. Que tal criar um terrário de suculentas e cactos?

Nestas férias escolares em casa, uma boa dica é colocar a mão na terra e cuidar bem das flores e outras plantas. Se você mora em apartamento ou não tem muito espaço, que tal estimular a turma para criar um terrário de suculentas e cactos? Olhe só o que vocês vão precisar:

 

– Um recipiente de vidro

– Pedriscos, brita ou argila expandida

– Cascas de pinus

– Areia de construção

– Terra adubada

– Mudas de cactos e suculentas

Férias escolares em casa

Primeiro ponto: a montagem segue a mesma ordem dos materiais citados acima, criando camadas com eles. Depois de colocada a camada de terra adubada, é só fazer buraquinhos, colocar a muda e apertar a terra junto com as raízes para fixá-las (elas precisam se sentir firmes) e, por último, cobrir a terra com os pedriscos que você usou na primeira camada do vidro. Além de decorativos, os pedriscos não deixam formar buracos durante as regas, quando a água cai no mesmo lugar.

Não tenha dúvida: o terrário vai ser o queridinho da casa. Coloque-o em um lugar bastante iluminado, pois cactos e suculentas gostam de muita luz e alguns preferem o sol pleno (os maiores, claro!).

 

Fonte: blog A Casa que a Minha Vó Queria

 

Com todas essas dicas, as férias escolares em casa prometem! Use e abuse da criatividade, mas não abra mão de momentos únicos em família. Essa interação é a melhor parte da história. Não tenha dúvida sobre isso. Como já comentamos anteriormente, não dá para descuidar da saúde: ainda estamos em uma fase de pandemia e os cuidados devem continuar. Tudo é uma questão de adaptação. Combinado? Aproveitem muito!

O que fazer nas férias escolares em casa – Confira!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos