Dicas para o Enem Digital – Confira orientações importantes!


Dicas para o Enem Digital

Nos dias 21 e 28 de novembro, 3.109.762 estudantes participarão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio. Deste total, 68.891 farão o Enem Digital, assim algumas dicas são necessárias para quem vai encarar esse desafio.

Além da aplicação em conjunto com a versão tradicional, ou seja, nas mesmas datas, a prova digital do Enem – permitida apenas para quem já concluiu o ensino médio ou vai finalizá-lo em 2021 – trará as mesmas questões disponibilizadas no formato impresso, e os candidatos terão um computador para a resolução das questões. Mas, afinal, o que há de diferente nesse processo do Enem Digital?

O primeiro ponto a ser destacado é que esse computador disponibilizado pelo Inep não terá acesso à internet e muito menos ferramentas (leia-se calculadora!) ou programas, como o Word. Tudo isso para evitar consultas indevidas e impedir a cola durante as provas do Enem Digital!

Dicas e orientações importantes para quem vai fazer o Enem Digital

  • Para participar do Enem Digital, o candidato deve se dirigir ao local indicado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) –  instituição responsável pela aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio –  para fazer a prova. Vale a pena lembrar que o concurso não é on-line e nem pode ser realizado em casa.
  • As provas do Enem Digital têm a mesma estrutura da versão impressa: quatro cadernos de questões e a Redação. Cada uma das provas terá 45 questões de múltipla escolha (180 questões), que serão disponibilizadas diretamente na tela do computador.
  • A Redação no Enem Digital é igual à da versão tradicional, ou seja, será no formato impresso e os candidatos receberão folhas de rascunho nos dois dias de provas.
  • Importante: a caneta esferográfica de tinta preta, produzida em material transparente, é um item obrigatório também para os participantes do Enem Digital. Não se esqueça de que a Redação será feita em papel, e não no computador como as demais provas.
  • A prova do Enem Digital, no primeiro dia, tem 5 horas e 30 minutos de duração (Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias). Já no segundo dia, quando serão aplicadas as provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias, o tempo total de duração é de 5 horas.
  • No Enem Digital, os participantes receberão uma chave de acesso, que será fornecida pelo chefe de sala para que o candidato tenha acesso à plataforma de prova. A chave é fundamental para iniciar, reiniciar e finalizar a prova.
  • Com a chave disponibilizada para o acesso às provas do Enem Digital, o candidato precisa conferir e confirmar os dados pessoais. É apenas após a conclusão dessa etapa que o participante poderá iniciar a resolução das questões do Exame Nacional do Ensino Médio.
  • No Enem Digital, o candidato tem a liberdade de fazer as provas seguindo a ordem de acordo com a sua escolha. Vale lembrar que a opção “Proposta de Redação” estará ativada no primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio, mas o candidato terá acesso apenas ao assunto proposto. O texto deve ser escrito nas folhas de prova.

Dicas para o Enem Digital

  • A interface para a resolução de perguntas no Enem Digital é bastante intuitiva e apresenta opções como “pergunta anterior”, “próxima” e até “desmarcar resposta”, diante de qualquer erro ou confusão na finalização da questão.
  • Se você ainda tem dúvidas sobre o Enem Digital, muita calma nessa hora. O Inep preparou, em seu canal no YouTube, um tutorial com dicas muito bacanas. O vídeo mostra ainda, por exemplo, o que o participante precisa fazer para ter acesso ao sistema e explica como as questões serão apresentadas, o uso do gabarito e de outros recursos (lápis digital, borracha e marcador de questões) que podem fazer a diferença durante a aplicação da prova.
  • No Enem Digital, o candidato que precisar ir ao banheiro, por exemplo, deve acionar no computador o ícone do cadeado e escolher a opção “Sim, pausar”. No retorno, o participante deve inserir novamente a chave de acesso. Fica a dica: o tempo de pausa não será compensado ao término da prova.
  • Outra curiosidade do Enem Digital é que o sistema dá ao candidato a opção de destacar as questões em que tenha dúvidas ou outras dificuldades. Tudo isso para ajudar a organizar sua lista de prioridades na “hora h”.
  • Ao finalizar a prova do Enem Digital, o participante tem que verificar as respostas e inserir mais uma vez a chave de acesso para concluir a prova. Finalizado o processo, o auxiliar de tecnologia vai inserir a chave de autenticação e confirmar o recebimento da prova.
  • Assim como na versão impressa, o participante do Enem Digital pode levar para casa o gabarito da prova desde que aguarde os 30 minutos finais para deixar o local de aplicação. Como não terá o caderno de questões, ele deve escrever na folha de rascunho as alternativas assinaladas nas avaliações do Exame Nacional do Ensino Médio.

Atendimento especializado no Enem Digital

O atendimento especializado é uma das novidades do Enem Digital nesta edição. Estão previstos:

  1. Possibilidade de acesso a uma prova ampliada, superampliada ou com contraste.
  2. Utilização de materiais próprios para a realização das provas no computador.
  3. Tradução e interpretação da Língua Brasileira de Sinais (Libras).
  4. Realização das provas em salas com maior acessibilidade.
  5. Pedido de tempo adicional para a realização das provas.
  6. No Enem Digital, o Inep permitiu aos candidatos a utilização de ferramentas, como máquina de escrever em braile, lâmina overlay, reglete, punção, sorobã ou cubaritmo, caneta de ponta grossa, tiposcópio, assinador, óculos especiais, lupa, telelupa, luminária, tábuas de apoio, multiplano e plano inclinado.

Você sabia? Ao criar o Enem Digital, o Inep tinha o objetivo de aplicar questões interativas na mesma formatação do universo dos games, com vídeos e infográficos, mas esse plano ainda não se concretizou. Seria bem legal, não é mesmo? Com o tempo, até levando em conta as questões urgentes de sustentabilidade –  como o excesso do uso de papel nos concursos –, é provável que o modelo seja adotado em definitivo. É aguardar e conferir!

 

O que eu não posso esquecer nos dias das provas do Enem Digital

1. A máscara de proteção facial é obrigatória

Estamos ainda em pandemia, por isso todo cuidado é pouco. O acesso ao local de prova do Enem Digital exige o uso da máscara de proteção facial cobrindo o nariz e a boca. Se puder levar uma de reserva, com certeza é uma boa pedida.

2. Documento original com foto

O Enem aceita uma série de documentos de identificação com foto. Todos devem ser originais, ok? E não são aceitos documentos digitais. Pode-se apresentar, além da carteira de identidade, a CNH, o passaporte e a carteira de trabalho emitida após 27 de janeiro de 1997.

3. Álcool em gel nunca é demais

Apesar de o produto ser disponibilizado pelo Inep, você pode levar seu próprio frasco se quiser nas provas do Enem Digital.

4. Água e um lanchinho básico podem ajudar

O Enem tem um longo tempo de duração, e assegurar a hidratação e um lanchinho para espantar aquela fominha inesperada pode ajudar a encarar melhor o desafio. Lembre-se de que o lanche pode ser vistoriado pelos fiscais. E nada de bebidas alcoólicas a tiracolo para fazer a prova digital!

5. Não custa nada levar o Cartão de Identificação

É sempre bom levar o Cartão de Identificação nos dias das provas do Enem Digital. Se você trabalha aos domingos, não se esqueça também de levar a Declaração de Comparecimento para cada dia de prova, informando o CPF e a senha. Esse documento será fundamental para justificar sua falta ao compromisso profissional.

Confira também!

O que o primeiro dia do Enem pode indicar para o segundo dia?

Dicas para o Enem Digital

6. Não leve itens proibidos

No dia das provas do Enem Digital, não será permitido o acesso ao local de provas com qualquer dispositivo eletrônico (telefones celulares, tablets, wearable tech, calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, iPods, gravadores, pen drive, MP3 ou similares, alarmes, chaves com alarme ou com qualquer outro componente eletrônico) e nem fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados, vídeos e mensagens.

Também não são permitidos: óculos escuros e artigos de chapelaria (boné, chapéu, viseira, gorro ou similares), caneta de material não transparente, lápis, lapiseira, borrachas, réguas, corretivos, livros, manuais, impressos, anotações, protetor auricular e relógios.

Qualquer um desses itens, se levados nos dias de provas do Enem Digital, deve ser colocado dentro do envelope porta-objetos fornecido pelo aplicador. A Declaração de Comparecimento também deve ser colocada dentro do envelope, que será lacrado e identificado ao ingressar na sala de provas até a saída definitiva do local.

Com todas essas dicas, você não terá problema algum nos dias das provas do Enem Digital. Nesta reta final, além de manter as revisões em dia e tirar todas as suas dúvidas, nunca é demais cuidar da saúde física e mental.

Controle a ansiedade, cuide do sono e da alimentação, faça exercícios regulares e evite exageros. Desacelere, não se cobre tanto, invista também em momentos de lazer, evite discussões e conflitos em casa (pais, colaborem para evitar brigas desnecessárias também!), e mantenha a autoconfiança. Se puder, evite passar muito tempo nas redes sociais. Certas mensagens podem afetar o seu equilíbrio emocional, e ninguém merece discursos de ódio. Boa sorte!

Dicas para o Enem Digital


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos