Comentários Prova do Enem 2021 – Confira!


O primeiro dia de provas do Enem aconteceu neste domingo, dia 21 de novembro de 2021, em todo o Brasil, e o time do SAE Digital já conferiu a prova e registrou os comentários da prova do Enem do primeiro dia!

No primeiro período de inscrições do ano, 3.109.762 pessoas se cadastraram no sistema da prova, menor número registrado desde 2005.

Neste ano a taxa de abstenção foi de 26%. Entre os 3.109.762 inscritos nas provas impressas do Enem, 26% não compareceram neste domingo. No ano passado, a abstenção foi de 51,1% no primeiro dia.

 

Primeiro dia da prova do Enem 2021

Neste domingo, os estudantes tiveram 5h30 para responder às 90 questões objetivas da área de Linguagens e Ciências Humanas e produzir a redação, com o tema “Invisibilidade e Registro Civil: Garantia de acesso à cidadania no Brasil”. Veja como foi a distribuição:

 

  • 45 questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (Língua Portuguesa, Literatura, Educação Física, Artes e Língua Estrangeira).
  • 45 questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias (Filosofia, Geografia, História e Sociologia).
  • Redação.

 

Comentário do Primeiro dia de prova do Enem 2021

Comentários da prova do Enem de Linguagens 2021

Nossos professores do time da Missão Enem do SAE Digital comentaram a prova de Redação do Enem 2021 e a prova de Linguagens e suas Tecnologias. Confira!

De acordo com a Professora Cleuza Cecatto, o tema da Redação do Enem de 2021 tratou sobre cidadania e inclusão: tudo a ver com questões contemporâneas. Falamos, desde a Constituição de 1988, em acesso a direitos, mas a cidadania ainda está muito restrita ao papel, quando consideramos o número de brasileiros sem acesso a qualquer outro serviço ou documento porque não tem certidão de nascimento. Ser socialmente invisível e vulnerabilizado qualquer sujeito, expõe a democracia e os índices de desenvolvimento de um país.

Os textos de apoio foram exemplarmente escolhidos, mostrando números, etnografia e legislação. Ficou por conta do candidato saber utilizar exemplos atuais, como a falta de acesso ao auxílio emergencial por falta de documentação mínima, relata a professora Cleuza.

Mais uma vez a prova de redação colocou os estudantes para pensarem empaticamente em como fazer com que mais pessoas tenham acesso às leis e a tudo o que as leis pressupõem.

Na literatura, o Professor Guilherme Shibata do SAE Digital, levanta algumas observações: “ficou evidente uma escolha por textos mais clássicos, o mais prestigiado foi Machado de Assis, mas apareceram também Lima Barreto, Fernando Sabino e Guimarães Rosa. Diferente dos outros anos, tivemos apenas um texto literário do século XXI, uma canção do Chico Buarque. A prova, em geral, buscou averiguar interpretação de texto e as questões do uso da linguagem.

Já para a Professora Talita Albuquerque,  nas questões de Língua Portuguesa, “percebemos inúmeros textos buscando analisar a ocorrência da variação linguística em diferentes contextos e gêneros. A cobrança de conceitos gramaticais não ocorreu, focando na interpretação dos textos.”

 

Comentários da prova do Enem de Ciências Humanas 2021

O professor Maurício dos Santos de História do time da Missão Enem do SAE Digital, comentou sobre a prova do Enem: “A prova de ciências humanas e suas tecnologias apresentou os temas esperados, sem fugir de temas polêmicos, como inserção de grupos sociais marginalizados, direitos e cultura indígena, valorização das tradições culturais africanas e papel da mulher nas relações sociais ao longo da história.”

Em comparação às edições anteriores, é perceptível uma exigência significativa de densidade de conteúdo por parte do candidato, desejável numa prova desta natureza. A interpretação de texto foi colocada na prova como uma ferramenta de apoio, e não como determinante para a resolução das questões, pois o domínio das ferramentas metodológicas de cada componente era fundamental para se encontrar a alternativa correta e eliminar os distratores com segurança, relata professor Maurício.

Apesar das notícias de interferência proposital do governo no conteúdo e na forma das questões da prova, concluímos que a referida interferência não ocorreu. Elogiamos o trabalho honesto e íntegro da área técnica do INEP, que conduziu o processo de elaboração da prova como um patrimônio do estado.  A prova de ciências humanas e suas tecnologias 2021 não decepcionou, como era de se esperar.

Em Sociologia, o Enem, mais uma vez, cumpre com seu importante objetivo. O professor Eduardo Miranda, comentou que “A prova de ciências humanas e suas tecnologias enalteceu diversos aspectos das ciências sociais, a saber: as relações trabalhistas e o sistema carcerário (sociologia), as questões indígenas e dos diversos saberes coletivos (antropologia) e temas como a participação/passividade política (ciência política)! No geral e em meio a ataques e desconfianças, mais uma vez o Enem mostrou sua força interna, a importância dos servidores públicos especializados a capacidade crítica e pertinente com que trata a realidade social.”

Em Geografia o Professor Pedro Filipak comentou que a “prova do Enem de 2021 foi sem excessos, com o tradicional perfil de interpretação como ferramenta para a responder com segurança, porém enfatizando a necessidade de domínio dos conceitos elementares das áreas específicas.”

Sentimos falta de mais questões abordando as temáticas ambientais, fica a dúvida de se atendendo algum anseio do governo federal ou um coincidência. Um dos exercícios até toca em reciclagem/logística reversa, como cobrado em outros anos, mas não é o caminho específico para a resposta. Aspectos naturais e conceitos clássicos da geografia física apareceram como sempre, mas o destaque vai para a tão celebrada, por nós de humanas, interdisciplinaridade. Muitos exercícios interligando as quatros disciplinas da bancada a partir da essência econômica e materialista do mundo em que vivemos atualmente, relata o professor.

Em Filosofia,” O Enem 2021 atuou dentro das áreas propostas pela BNCC. Os temas selecionados contemplaram as habilidades bases de um estudante do Ensino Médio. No campo da filosofia, autores do clássico ao contemporâneo estavam presentes. A dialética, base da filosofia, esteve na questão que abordou Sócrates e Platão. Já no campo da filosofia moderna, Engels ficou com as relações sociais. A criticidade marcante de do filósofo alemão Friedrich Nietzsche também marcou seu território na prova, comentou o Professor Fernando Willian Scholz do time da Missão Enem do SAE Digital.

 

Quer saber mais? Confira a nossa Live realizada com o nosso time de professores, com os comentários prova do Enem ao vivo e debatendo os principais temas!

Semana de Revisão para o Enem e Gabarito ao vivo

A segunda etapa da série de Aulões de Véspera de Revisão terá início, dia 22/11 e vai até as vésperas do segundo dia de provas do Enem, sendo disponibilizada gratuitamente aos interessados nesse link. As revisões contam com um time de professores especialistas em preparação para o exame, que irão trazer os assuntos mais recorrentes, dicas e o que os alunos precisam saber para realizar as provas com tranquilidade – que é hoje uma das principais portas de entrada para a educação superior no Brasil.

Assista já os vídeos da segunda semana de revisão de véspera para o Enem 2021! Clique para assistir.

Os vídeos contam com uma produção totalmente dinâmica e trazem resoluções comentadas das questões mais cobradas do Enem nos últimos anos, além do raio X do Enem dos assuntos mais cobrados e muitas dicas importantes para a prova, com descontração e muita animação.

Gabarito Extraoficial

Conheça as soluções do SAE Digital para arrasar no EnemFale com um de nossos assessores agora mesmo!

Acompanhe o nosso blog para conferir mais conteúdos como este! Visite também nossas redes sociais para saber mais novidades!

Gabarito Extraoficial


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessos