Enem 2017 – Análise

Como responsável pela área de simulados no SAE Digital, nosso gerente de dados educacionais, Alexandre Oliveira, participou pelo segundo ano consecutivo de mais uma edição do Enem.

 

Esta edição foi a primeira em que as provas foram aplicadas em dois domingos. Segundo Alexandre, essa mudança foi positiva para quem está realmente determinado a ter um ótimo rendimento na prova: “Da forma anterior, o desgaste de sábado acabava refletindo na disposição da prova de domingo”, diz ele.

Outra mudança que Oliveira destaca é a referente às provas de Linguagens e Códigos, Redação e Ciências da Natureza, agora realizadas no primeiro dia. “Da forma anterior havia o desafio de administrar o tempo do segundo dia para resolver a prova de Matemática, a de Linguagens e Códigos e, ainda, fazer a redação”, ressalta.

Quanto ao nível de dificuldade da prova, Alexandre considera que no primeiro dia a prova de Linguagens exigiu a leitura de muitos textos, enquanto no segundo dia o nível de dificuldade dos itens estava maior. “A prova de Química exigiu o conhecimento sobre conteúdos específicos”, afirma.

Nosso gerente aproveita a oportunidade para dar um recado às escolas com alunos no 3.º ano do EM. “É muito importante que professores e coordenadores que trabalham com esses alunos também participem do Enem. Responder às questões de sua disciplina e de outras e vivenciar a dimensão comportamental, como chegar no horário, aguardar o início da prova e manter as estratégias para manter o foco, permitirão ao professor orientar de maneira muito melhor os alunos”, enfatiza.

Alexandre lembra também que saber que seus professores estão participando do Enem produz um efeito muito positivo sobre os alunos.



Voltar para as notícias